Tempo de leitura: 2 minutos

Rosemberg se compromete a apresentar pedido dos indígenas
O líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Rosemberg Pinto (PT), garantiu nesta quarta-feira (8), durante a Sessão Especial que discutiu a situação da educação escolar indígena na Bahia, que levará ao secretário estadual de Educação, Jerônimo Rodrigues, o pedido de um encontro entre o chefe da Pasta e as lideranças das diversas comunidades indígenas presentes.

Cerca de 600 indígenas baianos, representantes de 23 povos de diversas etnias no estado, estão acampados nas imediações da Alba, onde realizam o 3º Acampamento dos Povos Indígenas.

“Tenho a compreensão de que é fundamental termos professores com a devida especificidade para atender as comunidades indígenas. Avançamos na realização de concursos públicos para atender uma educação extremamente dirigida, mas precisamos construir a valorização desses professores”, defendeu o líder governista, durante o evento realizado no auditório da Casa de Leis.

Povos indígenas lotaram plenário da Alba nesta quarta
A abertura oficial do acampamento, nesta terça-feira (7), contou com a presença da secretária estadual de Promoção da Igualdade Racial, Fabya Reis. As atividades são organizadas pelo Movimento Unido dos Povos e Organizações Indígenas da Bahia (Mupoiba) e seguem até a próxima sexta-feira (10).

“A Assembleia Legislativa está de parabéns. Essa é uma Casa que recebe todas as posições. Mas não é só recepcioná-los, é preciso que suas reivindicações tenham eco e espero, junto com todos os deputados, contribuir levando ao governador Rui Costa e aos secretários as reivindicações apresentadas para que não seja apenas uma vinda à capital baiana”, defendeu o parlamentar.

Com o tema “Diga ao povo que lute: lutaremos”, o evento mobiliza as etnias Tupinambá, Pataxó, Pataxó Hã-hã-hãe, Kiriri, Tuxá, Tumbalalá, Atikum, Pakararé, Kaimbé, Pankarú, Pakararú, Truká, Xukuru-Kariri, Kariri-Xóco-Fulni-ô, Kapinawá, Potiguara, Tapuia, Kambiwá, Funi-ô, Xacriabá, Payayá, Kantaruré e Tuxi.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.