Tempo de leitura: 2 minutos
Ilhéus se mobiliza para a chegada de manchas de óleo|| Foto Clodoaldo Ribeiro

Representantes da Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba), Marinha do Brasil, 5º Grupamento de Bombeiros Militar (5º GBM) e prefeitura ajustaram a estratégia de ação emergencial para a possível chegada das manchas de óleo no município do sul da Bahia.Também foi realizado treinamento de voluntários para uma eventual atuação numa possível retirada de material das praias.

Os detalhes para execução do trabalho no campo foram debatidos na tarde de terça-feira (22), no auditório do Teatro Municipal de Ilhéus. Na oportunidade, foram discutidas ações de prevenção, limpezas e preservação de praias do município. Em caso de necessidade, além de servidores públicos, o trabalho envolverá representantes de ONGs e outros voluntários.

Com objetivo de prevenir possíveis graves impactos ambientais e visando contar com apoio da população, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Meio Ambiente e Urbanismo de Ilhéus lançou, nesta semana, a campanha “Se chegar a gente limpa”. O município busca a adesão do maior número de voluntários para limpeza das praias de Ilhéus, caso seja necessário.

MOBILIZAÇÃO

O titular da Secretaria, Jerbson Moraes, diz que há dias o município começou a traçar um plano de ação. “Conclamamos a população que nos ajude. Não é necessário pânico”. Para o comandante da Capitania dos Portos em Ilhéus, Giovani Andrade, o mais importante é a prevenção. “A iniciativa foi captar informações e agregar forças num só propósito. Estamos prontos”, destaca

O vazamento de óleo que atingiu todo o litoral do Nordeste pode ter ocorrido em uma região entre 600 e 700 km da costa, na altura dos estados de Sergipe e Alagoas, segundo estimativa feita por pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.