Ramon Júnior, ao lado pai, morreu nesta quinta-feira
Tempo de leitura: < 1 minuto

A esperança de mais uma vitória contra o novo coronavírus chegou ao fim, nesta quinta-feira (8), para a família do advogado  Ramon Nogueira, de 57 anos, que, entre o final de janeiro e início de fevereiro, esteve internado em um leito de Unidade de Terapia Intensiva Covid-19 do Hospital Calixto Midlej Filho. Ele deixou a unidade hospitalar sete dias depois de ser internado por causa da doença e foi recebido pelo filho,  Ramon Nogueira Júnior.

No papel inverso, agora, o pai mantinha a esperança de retornar ao hospital, dirigir-se a mesma saída da UTI, para recepcionar o filho, que estava internado ao ser diagnosticado com o novo coronavírus.  Ramon, o pai, vivia a expectativa de falar as mesmas palavras de incentivo para o jovem. Os dois mantinham admiração mútua e o filho formou-se em Direito e era serventuário da justiça.

Nesta quinta-feira, quando foi contatado pelo serviço social do HCMF, o advogado esperava a mesma notícia que o filho recebeu, no dia 4 de fevereiro, quando deixou o leito hospitalar para concluir o tratamento em casa.  Mas Ramon, o filho, não teve a mesma evolução de saúde que o pai. Júnior precisou ser intubado e não resistiu à doença.

Júnior foi a 480ª pessoa que morreu infectada pelo novo coronavírus no município do sul da Bahia, que registra 27.388  casos da doença desde o início da pandemia.  Desse total, 26.520 se recuperaram. Hoje, Itabuna tem 388 casos ativos, 44 pacientes internados em leitos de UTI e 27 em leitos clínicos.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Subseção de Itabuna, divulgou nota lamentando o falecimento do jovem. Acesse aqui a matéria sobre a alta do pai de Júnior.

Mais uma etapa de matrícula de novos alunos começa nesta sexta
Tempo de leitura: 2 minutos

A Secretaria de Educação da Bahia inicia, nesta sexta-feira (8), mais uma etapa no processo de matrículas para o letivo 2020/21 para alunos novos e transferência de estudantes da rede que desejam mudar de escola. A matrícula pode ser feita até o próximo dia 14.

O quarto e último bloco de matrículas inclui os Núcleos Territoriais de Educação (NTE) de Senhor do Bonfim (NTE 25), Salvador e Região Metropolitana (NTE 26); e Eunápolis (NTE 27). Dentre os municípios, destacam-se: Salvador, Andorinha, Campo Formoso, Filadélfia, Madre de Deus, Pojuca, São Francisco do Conde, Vera Cruz e Porto Seguro.

A matrícula é feita por blocos de municípios e Núcleos Territoriais de Educação (NTE) e os pais ou estudantes precisam consultar as datas, conforme o cronograma disponível no Portal da Educação (estudantes.educacao.ba.gov.br/matricula2021). A relação dos municípios correspondentes a cada NTE e os telefones das escolas também estão disponíveis no Portal da Educação. Quem é aluno da rede estadual já teve a matrícula renovada automaticamente.

MATRÍCULA ONLINE

A matrícula para alunos novos pode ser feita pelo SAC Digital, no endereço eletrônico www.sacdigital.ba.gov.br ou pelo aplicativo SAC Digital (disponível, gratuitamente, nos sistemas Android e IOS). Para os estudantes ou pais sem acesso à internet, a matrícula pode ser feita em qualquer escola da rede estadual, mesmo não sendo aquela que o estudante vá estudar, mediante agendamento prévio por telefone. Este também é o critério para os estudantes que são da rede e queiram mudar de escola.

Para fazer a matrícula on-line, o estudante deve fazer o cadastro no SAC Digital. Basta acessar o endereço www.sacdigital.ba.gov.br na internet e clicar na opção “Cadastre-se”. Caso prefira, o estudante pode fazer seu cadastro no aplicativo SAC Digital. O app está disponível para celulares Android e iOS. Se o aluno novo for menor de 16 anos, o cadastro deverá ser feito em nome dos pais ou do responsável.

Na internet ou no app, será necessário preencher e fornecer dados pessoais, como nome completo, CPF, data de nascimento, e-mail e telefones para contato, entre outros, clicando em “Avançar”. Nas páginas seguintes, serão preenchidas informações sobre endereço do estudante e senha para acesso à plataforma. Todos os dados fornecidos serão confirmados na quarta e última páginas.

Diana foi presa em flagrante pela morte do ex-namorado "Iran" Ribeiro || Foto Montagem
Tempo de leitura: < 1 minuto

O juiz da vara criminal determinou a prisão preventiva de Diana Rosa Santos de Jesus, de 27 anos, que foi detida em flagrante na noite de quarta-feira (7), na Rua G, no bairro Monte Cristo, em Itabuna. Ela é acusada de matar o ex-namorado Odlairan Ribeiro dos Santos, de 29.

O comerciário Odlairan Ribeiro, mais conhecido como “Iran”, foi atingido com uma facada no pescoço e morreu no local, o interior  de uma casa onde estava com outra mulher, que seria nova namorada dele.  O corpo do jovem foi sepultado na tarde desta quinta-feira (8), mesmo dia em que a acusada foi ouvida pela polícia.

De acordo com a polícia, Diana Rosa Santos, alegou que foi até a casa de Odlairan Ribeiro porque desconfiava que ele já estava com outra mulher.  A acusada disse que, ao chegar ao local, encontrou o jovem contra outra pessoa. Ela informou que, por isso, foi iniciada uma discussão e pegou uma faca para se defender.

A acusada contou ainda que a vítima tentou tomar a faca e foi atingida.  Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda foi acionado, mas já encontrou o rapaz morto. Diana Rosa Santos está presa no Complexo Policial de Itabuna.

SAC móvel estará em Itabuna na segunda
Tempo de leitura: < 1 minuto

A partir de segunda-feira (12), Itabuna recebe a carreta do SAC Móvel com oferta de serviços para retirada de RG, CPF e Antecedentes Criminais. A unidade estará estacionada na Praça do Cacau, perto do Shopping Jequitibá, e atenderá das 8h às 16h30min.  O atendimento é feito 100% por agendamento, através do SAC Digital.

Para ter acesso à plataforma, é só baixar o aplicativo SAC Digital ou digitar o endereço www.sacdigital.ba.gov.br na internet. Para outras informações, a Secretaria da Administração (Saeb) disponibiliza o site institucional do SAC (www.sac.ba.gov.br) e o call center: (71) 4020-5353 (ligação de celular) ou 0800 071 5353 (ligação de fixo).

A Rede SAC reforça a necessidade dos cidadãos redobrarem a atenção aos cuidados recomendados pelo Governo do Estado e pela Organização Mundial de Saúde (OMS) ao se dirigem ao SAC Móvel.

Entre as medidas de segurança adotadas pela Rede SAC estão a disponibilização de álcool 70%; reforço na higienização das dependências da carreta, bem como dos móveis; reorganização do espaço de espera para promover o distanciamento, e controle da quantidade de agendamentos.

Empresa deve investir R$ 1,6 bilhão na conclusão da obra
Tempo de leitura: 2 minutos

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) realizou, nesta quinta-feira (8), leilão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol). A vencedora foi a empresa Bahia Mineração (Bamin), com um lance mínimo de R$ 32.730.000,00. Apenas uma proposta foi apresentada.

De acordo com a Agência, a ganhadora ficará responsável pela conclusão do empreendimento e operação do trecho, numa concessão que vai durar por 35 anos. O investimento total será de R$ 3,3 bilhões. Desse montante, R$ 1,6 bilhão será usado para a conclusão das obras, que estão com 80% de execução. Além disso, a subconcessão da Fiol vai permitir a criação de 55 mil empregos diretos.

A expectativa é de que a Fiol comece a operar em 2025, já transportando mais de 18 milhões de toneladas de carga, entre grãos e, principalmente, o minério de ferro produzido na região de Caetité. Esse volume vai mais que dobrar em 10 anos, superando 50 milhões de toneladas, em 2035 – sendo a maior parte, o minério de ferro.

Entre as cargas também estão alimentos processados, cimento, combustíveis, soja em grão, farelo de soja, manufaturados, petroquímicos e outros minerais. A operação inicial já deve contar com pelo menos 16 locomotivas e mais de 1.400 vagões – pelo menos, 1.100 destinados apenas para o escoamento de minério de ferro. Montante que terá um incremento diante do aumento da demanda, chegando a 34 locomotivas e 2.600 vagões, dentro de 10 anos.

TERCEIRO PÁTIO

Além de Ilhéus e Caetité, um terceiro pátio será instalado no município de Brumado. O traçado da Fiol atravessará as seguintes municípios baianos: Ilhéus, Uruçuca, Aureliano Leal, Ubaitaba, Gongogi, Itagibá, Itagi, Jequié, Manoel Vitorino, Mirante, Tanhaçu, Aracatu, Brumado, Livramento de Nossa Senhora, Lagoa Real, Rio do Antônio, Ibiassucê e Caetité.

A ANTT também trabalha nos projetos para concessão dos outros dois trechos: a Fiol 2, entre Caetité e Barreiras, com obras em andamento, e a Fiol 3, de Barreiras  a Figueirópolis (TO), que aguarda licença de instalação por parte do Ibama.

Um corredor de escoamento que terá um total de 1.527 quilômetros de trilhos, ligando o porto de Ilhéus, no litoral baiano, ao município de Figueirópolis (TO), ponto em que a Fiol se conectará com a Ferrovia Norte-Sul e o restante do país.

Dr. Jairinho, namorado de Monique Medeiros da Costa e Silva, sai da Delegacia de Polícia
Tempo de leitura: 4 minutos

O delegado titular da 16ª Delegacia de Polícia Henrique Damasceno afirmou hoje que o vereador Dr. Jairinho (RJ), expulso nesta quinta-feira do partido Solidariedade, assassinou Henry Borel, de 4 anos, filho da namorada do vereador.

Segundo o delegado, a investigação continua, mas já existem provas suficientes para assegurar que a morte do garoto, no dia 8 de março, não foi um acidente, e sim um crime duplamente qualificado com emprego de tortura e sem possibilidade de defesa da vítima.

De acordo com o delegado, até o momento, não há possibilidade de garantir que a mãe da criança participou das torturas, mas Damasceno acrescentou que Monique Medeiros da Costa e Silva foi omissa em não procurar a polícia para relatar uma agressão ocorrida no dia 12 de fevereiro, dentro do apartamento do casal.

Conforme o delegado, a agressão ficou evidente em troca de mensagens entre Monique e a babá de Henry, Thayná, recuperadas pela polícia com a utilização do software israelense Cellebrite Premium.

Monique Medeiros da Costa e Silva, mãe do menino Henry Borel, deixa à Delegacia de Polícia da Barra da Tijuca(16ªDP), após prestar depoimento sobre a morte do menino de 4 anos.
Monique Medeiros da Costa e Silva, mãe do menino Henry Borel, deixa à Delegacia de Polícia da Barra da Tijuca(16ªDP), após prestar depoimento sobre a morte do menino de 4 anos.

As mensagens foram fundamentais para determinar a prisão do casal nesta quinta-feira. A aquisição do software vinha sendo pedida pela polícia há dois anos e foi autorizada pelo governador em exercício Cláudio Castro durante as investigações.

Nas mensagens, que tinham sido apagadas do celular de Monique, a babá informou que o menino foi trancado no quarto por Dr. Jairinho e naquele momento sofria agressões. A mãe então pediu para que ela entrasse no quarto, o tirasse de lá e desse um banho para ele ficar mais calmo. A babá contou ainda que o menino relatou que levou “uma banda” do padrasto e que pediu para que a sua cabeça não fosse lavada, porque sentia dor. Henry falou ainda que tinha dores no joelho.

AMEAÇAS

O delegado descartou a possibilidade de a mãe ter sofrido ameaças para não relatar as agressões e ressaltou que não faltaram oportunidades para falar das agressões sofridas pelo menino.

“Com relação à ameaça, com bastante sinceridade, não é isso que percebi. Ela teve inúmeros momentos em que poderia ter falado conosco. O depoimento foi bastante longo e ela se mostrou à vontade em vários pontos dele [depoimento]”, afirmou.

O comportamento de Monique após a morte do filho chamou atenção de Damasceno. “Ela conseguiu prestar um depoimento por mais de quatro horas e apresentou uma versão fantasiosa protegendo o assassino do próprio filho”, ressaltou, destacando, que com base na legislação brasileira, a denúncia seria uma obrigação legal da mãe.

“A mãe não procurou a polícia, não afastou a vítima do agressor, do convívio de uma criança de 4 anos, filho dela. É bom que se diga que ela tem obrigação legal. Além disso, quando verificamos depois de uma rotina, esteve em sede policial por mais de quatro horas protegendo o assassino do próprio filho. Não só se omitiu, como também concordou”. Saiba mais detalhes sobre as investigações em leia mais.

Leia Mais

Estado já perdeu 16.232 vidas para doença causada pelo coronavírus
Tempo de leitura: < 1 minuto

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.451 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,4%) e 3.330 recuperados (+0,4%). O boletim epidemiológico desta quinta-feira (8) também registra 125 mortes.

Dos 828.466 casos confirmados desde o início da pandemia, 798.297 já são considerados recuperados, 13.937 encontram-se ativos e 16.232 tiveram óbito confirmado.

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.143.644 casos descartados e 188.670 em investigação.

VACINÔMETRO

A Bahia tem 1.872.835 vacinados contra o coronavírus (Covid-19), dos quais 382.804 receberam também a segunda dose, informa a Secretaria de Saúde do Estado.

Página oficial do músico baiano repostou texto crítico e impreciso sobre obra
Tempo de leitura: < 1 minuto

A página oficial do músico Caetano Veloso no Facebook compartilhou, nesta quarta-feira (7), texto contra o Porto Sul, obra em andamento no litoral norte de Ilhéus. A publicação – feita originalmente por @342amazonia – também critica a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), cujo trecho Caetité-Ilhéus foi subconcedido hoje (8) à multinacional Bahia Mineração (Bamin).

“Uma tragédia ambiental se aproxima do Litoral Sul da Bahia. O leilão da FIOL pretende liberar a concessão de uma ferrovia para explorar Minério de Ferro na Região. Imagine as tragédias de Mariana ou Brumadinho acontecendo em proporção ainda maior em uma região de preservação da Mata Atlântica e moradia de comunidades rurais. Ainda temos tempo de impedir esse absurdo. Fortaleça o movimento @suldabahiaviva poste e compartilhe essa mensagem nas suas redes e diga não ao Porto Sul”, diz a mensagem.

O texto dá a entender que a exploração da Mina de Ferro, também a cargo da Bamin, ocorrerá no Sul da Bahia, mas a jazida pertence à região de Caetité, no centro-oeste baiano.

Isso não significa que a Mata Atlântica esteja fora da zona de impacto do Porto Sul e da Fiol. A construção do chamado retroporto, dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) da Lagoa Encantada, prevê a derrubada de 500 hectares de mata, conforme o licenciamento ambiental. O terminal portuário offshore vai ser o ponto final da ferrovia a leste.

Multinacional garante subconcessão para explorar trecho de 537 quilômetros
Tempo de leitura: 2 minutos

A multinacional Bahia Mineração (Bamin) arrematou por R$ 32,7 milhões a subconcessão do trecho 1 da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), que se estende por 537 quilômetros entre as cidades de Ilhéus e Caetité. O arremate foi pelo lance mínimo.

O Governo da Bahia emitiu nota sobre o leilão feito hoje (8) pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e destacou a atuação do Estado para a retomada da obra, “por entender a importância do equipamento para o desenvolvimento econômico”.

De acordo com o governo baiano, o trecho 1 tem mais de 80% concluído, com previsão de conclusão em 24 meses. Com o trecho 2, que chegará até Barreiras, a ferrovia funcionará como um corredor de escoamento de minérios do sudoeste baiano e da produção agrícola que vem do oeste.

PORTO SUL

A Fiol tem uma relação direta de dependência com o Porto Sul, localizado no distrito de Aritaguá, em Ilhéus, que está sendo constituído juridicamente como Sociedade de Propósito Específico (SPE), firmada entre o Estado da Bahia e a Bamin. A ferrovia vai transportar a produção de minérios e de grãos até o porto para que as cargas sejam distribuídas.

As obras começaram em novembro de 2020, com protocolos de segurança para evitar a disseminação da Covid-19. Essa etapa inclui a ponte erguida sobre o Rio Almada, que terá acessos pela BA-001 e BA-262.Leia Mais

Suspeitos usaram 45 nomes e documentos de terceiros para sacar auxílio econômico
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (8) a Operação Última Barreira contra fraudes no auxílio emergencial, com o cumprimento de três mandados de busca e apreensão em Luís Eduardo Magalhães, no oeste baiano. De acordo com a PF, os investigados cadastraram no aplicativo Caixa Tem pelo menos 45 contas em nome de terceiros para recebimento do auxílio emergencial.

Os valores depositados pelo governo eram transferidos para contas vinculadas ao grupo ou desviados por meio do pagamento de boletos bancários emitidos pelos próprios suspeitos. O prejuízo é de mais de R$ 27 mil.

A investigação teve início no ano passado e é resultado do trabalho da Estratégia Integrada contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial, que, segundo a PF, tem o objetivo de racionalizar a apuração desses crimes, com foco na atuação de grupos, associações ou organizações criminosas e a desarticulação de fraudes estruturadas. Além da PF, participam da iniciativa o Ministério Público Federal (MPF), o Ministério da Cidadania, a Caixa Econômica Federal, a Receita Federal, a Controladoria Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas da União (TCU).

Além dos mandados, a Justiça Federal também determinou o bloqueio de valores das contas dos investigados, que poderão responder pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica e associação criminosa.

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental e, depois, estendido até 31 de dezembro em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, o governo fará uma nova rodada de pagamentos, durante quatro meses, com parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família. Agência Brasil.

Total de vidas perdidas para a doença no município saltou para 393
Tempo de leitura: < 1 minuto

Os boletins epidemiológicos sobre a Covid-19 de Ilhéus registraram 4 mortes na terça-feira (6) e outras 2 nesta quarta (7). Com isso, o total de vidas perdidas para a doença no município chegou a 393.

Até o momento, 15.438 moradores de Ilhéus tiveram contato comprovado com o coronavírus, sendo 14.664 os recuperados.

Os casos ativos são 381. Outras 477 pessoas aguardam o resultado do exame para confirmar ou descartar o contágio.

O SUS mantém 81 leitos de terapia intensiva para tratamento da Covid-19 em Ilhéus, 73 estão ocupados por pacientes de Ilhéus (32) e de outras cidades.

VACINAÇÃO

De acordo com o vacinômetro da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), 26.716 moradores de Ilhéus receberam a primeira vacina contra a Covid-19 e 7.913, também a segunda.

"Um corpo de palavras" vai ser transmitido pela internet || Foto Mariana Cabral
Tempo de leitura: 2 minutos

A multiartista baiana Naiara Gramacho vai estrear neste sábado (10) o espetáculo de teatro de sombras Um corpo de palavras. Devido à pandemia de Covid-19, a apresentação será por meio do Youtube, às 16h, no canal Naiara Gramacho.

O espetáculo conta a história de uma menina chamada Paula, cujo corpo se cobria de palavras sempre que ouvia, dos adultos, rótulos e julgamentos que diziam quem ela era ou deveria ser.

Dessa forma, o espetáculo pretende suscitar a reflexão sobre o poder das palavras-rótulos usadas – desde a mais tenra infância – para julgar as crianças, a exemplo de birrentas, chatas, teimosas, boas ou más. A narrativa parte do pressuposto de que essa rotulação afeta a imagem social que as crianças fazem de si mesmas, com reflexos para toda a vida.

Naiara, que assina o texto, a direção e a coordenação de produção do espetáculo, explica que a peça tenta “provocar pais, jovens e crianças para, juntos, olharem para a própria comunicação e para os conflitos familiares que ficaram tão explícitos durante o isolamento social da pandemia”. Esse propósito é uma resposta do contato da artista com a comunicação não violenta e a educação parental.

Assista a chamada da peça.

Gravado em Ilhéus, todo o projeto seguiu as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para prevenir a disseminação do coronavírus.

QUEM FAZ

A maior parte da equipe do espetáculo é formada por mães artistas, escolha feita para contemplar profissionais que tiveram suas rotinas profissional e materna afetadas drasticamente pela pandemia.  “Muitas vezes, ensaiamos com nossos filhos presentes, pois nem todas têm uma rede de apoio. Em muitos momentos, conciliamos a produção do espetáculo e a presença das crianças, o que também as permitiu se envolverem com o universo de trabalho de suas mães”, lembra Naiara.

“Um corpo de palavras” tem a atuação e a manipulação de figuras da atriz Driely Alves; narração de Brisa Morena; fotografia e gravação em vídeo de Mariana Cabral. A atriz Márcia Mascarenhas dá voz às personagens femininas e o ator e produtor Pedro Albuquerque, aos masculinos. A sonoplastia é de Eli Arruda e a produção das figuras é da artista plástica Olga Gómez. A comunicação e produção de conteúdo sobre o espetáculo estão a cargo de Tacila Mendes e Valdiná Guerra.

A montagem do espetáculo Um corpo de palavras tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Tempo de leitura: < 1 minuto

A produção industrial recuou em dez dos 15 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na passagem de janeiro para fevereiro deste ano. As maiores quedas foram observadas no Ceará (-7,7%), Pará (-7,4%) e Bahia (-5,8%), de acordo com os dados divulgados hoje (8).

Também apresentaram recuos na produção os estados do Paraná (-2,5%), Santa Catarina (-1,5%), São Paulo (-1,3%), Rio Grande do Sul (-1,1%), Pernambuco (-1,1%) e Amazonas (-0,9%). A Região Nordeste, única que é analisada em seu conjunto, teve uma perda de 2,6% no período.

Por outro lado, cinco estados tiveram alta: Mato Grosso (7,3%), Espírito Santo (4,6%), Goiás (2%), Rio de Janeiro (1,9%) e Minas Gerais (0,5%), informa a Agência Brasil.

Diana foi presa em flagrante pela morte do ex-namorado "Iran" Ribeiro || Foto Montagem
Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma discussão terminou em morte no bairro Monte Cristo, em Itabuna, na noite desta quarta (7). O comerciário Odlairan Ribeiro dos Santos, de 28 anos, foi assassinado com um golpe de faca pela ex-namorada Diana Rosa, de 27. O golpe atingiu o pescoço da vítima.

O crime ocorreu porque, segundo testemunhas, Diana não aceitava o fim do relacionamento. A relação do casal acabou há cerca de 20 dias. A ex-namorada entrou na casa de “Iran”, como era conhecido o comerciário, ao saber que ele estava com a nova companheira.

Com ânimos exaltados, ela, com a faca na mão, acabou por atingir o pescoço do ex-namorado. Ao site Verdinho, Diana afirmou não ter a intenção de matar Iran. “A gente começou a brigar, sair na porrada. Aí, eu peguei a faca que vi lá em cima. Só que quando ele viu eu com a faca na mão, ele veio para cima tentando me tomar a faca. Só que aí na hora que ele encostou, cortou o pescoço dele. Eu não vi na hora. Aí, a vizinha também já entrou na briga tentando separar”.

COMOÇÃO

Diana foi presa na cena do crime pela Polícia Militar e o Samu 192 foi chamado para atender a vítima. Quando os profissionais de saúde chegaram ao local, Iran já estava morto. Há clima de comoção no Monte Cristo. O jovem era bastante querido na comunidade.

Jogadores do Grapiúna passam por testagem na preparação para disputa da Série B || Foto Roberto Santos
Tempo de leitura: 2 minutos

Após quase 10 anos, Itabuna novamente terá time disputando a Série B do Campeonato Baiano de Futebol, previsto para começar em junho. Ontem (7), jogadores, comissão técnica e diretoria do Grapiúna Atlético Clube fizeram teste rápido para detecção do novo coronavírus. A testagem é parte do protocolo de segurança para início das atividades esportivas profissionais.

No total, foram aplicados 35 testes rápidos. De acordo com técnicos da Divisão de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, os testes rápidos foram aplicados como forma de fazer a triagem, uma pesquisa de anticorpos. Caso fosse detectado algum positivo, a equipe foi preparada para também fazer o teste tipo RT-PCR.

O presidente do Grapiúna, Álvaro Castro, falou da disposição do elenco para o certame. Segundo ele, 100% dos atletas são regionais. “É tradição do clube valorizar a ‘prata da casa’. Agora não seria diferente. Estamos muito satisfeitos com essa retomada e o apoio fundamental da Prefeitura de Itabuna”, disse.

O jogador Luiz Felipe, 21 anos, há dois anos no futebol profissional, se diz muito otimista com a retomada e feliz com o cumprimento dos protocolos de segurança. Já Igor Souza Alves, 22 anos, falou da nova fase do futebol profissionais e dos resultados da testagem. “Essa testagem vem dar um novo ânimo por sabermos que vamos trabalhar em segurança”, concluiu.

Augusto Castro acompanhou o início da preparação do Grapiúna || Foto Roberto Santos

RETOMADA DO FUTEBOL

O prefeito de Itabuna, Augusto Castro, ressaltou a importância da retomada do futebol profissional. “Itabuna respira o esporte e a Prefeitura estará sempre presente, apoiando o esporte itabunense. Vamos oferecer a estrutura necessária para que os jogadores tenham a dignidade mínima para participar do Campeonato de acesso, inclusive garantindo o cumprimento de todos os protocolos de segurança”, afirmou.

Augusto ainda sugeriu viabilizar a transmissão online dos jogos em razão da pandemia, como forma de oferecer mais uma opção de entretenimento aos itabunenses. “Esse protocolo de testagem será cumprido integralmente para que seja garantida a segurança de todos os envolvidos”, comentou o secretário de Esportes e Lazer, o vice-prefeito Enderson Guinho.

Ele lembrou que a estrutura necessária será disponibilizada para o Grapiúna Atlético Clube, inclusive o Estádio Luiz Viana Filho. “O futebol itabunense tem o nosso apoio, tanto o profissional como o amador. Estamos buscando apoio e recursos junto ao Governo da Bahia para que o estádio e o campo de futebol amador estejam em condições dignas dos nossos atletas”, frisou.