Isaquias exibe a medalha de ouro conquistada em Tóquio durante desfile em Ubaitaba || Foto Aleilton Comunika
Tempo de leitura: 3 minutos

Daniel Thame

Neste sábado (14), Isaquias Queiroz, medalha de ouro na Canoagem C1 1000 nas Olimpíadas de Tóquio, foi recebido com festa em Ubaitaba, no sul da Bahia, sua cidade natal e onde deu as primeiras remadas, no Rio de Contas. O atleta desfilou pela cidade num caminhão do Corpo de Bombeiros e foi saudado pela população nas ruas.

Por causa da pandemia – e a pedido do próprio atleta, não houve aglomerações, mas centenas de carros e motos acompanharam o percurso, que incluiu uma parada na principal praça da cidade, onde Isaquias agradeceu a homenagem e disse que o carinho da sua gente é o maior prêmio que poderia receber.

Multidão acompanhou Isaquias em carreata por Ubaitaba neste sábado || Foto Aleilton Comunika

Das janelas das casas e do comércio, Isaquias recebeu inúmeras demonstrações de reconhecimento pela conquista. Depois de passar pelo Centro de Canoagem, à margem do Rio de Contas, o atleta se dirigiu a sua residência, onde o abraço na mãe dona Dilma foi marcado por choro, emoção e agradecimento.

Ao lado da família, Isaquias disse que a medalha de ouro representa não apenas uma conquista pessoal, mas também um estímulo para a prática da canoagem entre os jovens. “Saí de Ubaitaba em busca de um sonho e lutei muito para me tornar um campeão, sem esquecer minhas origens. Fico feliz ao servir de exemplo para novas gerações de canoístas, de mostrar que quando você acredita no seu potencial, você consegue grandes conquistas”.

Isaquias com dona Dilma, a esposa dele e o filho Sebastian ao colo || Foto Daniel Thame

DE ISAQUIAS E HERLON A JACKY

Atleta que sabe do que o significado das conquistas na Rio 2016 e em Tóquio, neste ano, ele não esquece de quem está “nascendo” para o esporte na região que o revelou e também deu ao mundo nomes como Herlon de Sousa, de Ubatã, e Jacky Godmann, de Itacaré, seu companheiro de remadas em Tóquio, no C2 1000. “O legado da Medalha de Ouro é proporcionar a formação de uma nova geração que vai manter o sul da Bahia como referência na canoagem brasileira e mundial”.

O medalhista olímpico também destacou a construção de um centro de canoagem pelo Governo da Bahia, “Hoje Ubaitaba tem um grande Centro de Treinamento e agradeço muito ao Governador Rui Costa, porque os atletas podem ser formados aqui e temos muitos jovens com garra, talento, que querem vencer na vida através do esporte”.

Com o filho Sebastian nos braços, Isaquias mais uma vez acariciou a medalha de ouro e brincou com o menino. “Hoje o papai vai deixar você dormir com a medalha”, disse.

População foi às ruas saudar Isaquias durante carreata em Ubaitaba

A presidente da Associação Cacaueira de Canoagem, Luciana Costa, falou do impacto dos resultados obtidos por Isaquias e do Centro de Treinamento de Canoagem. “A conquista de Isaquias e a estrutura do local são um incentivo para o surgimento de novos campeões. Temos vários atletas disputando competições no Brasil e no exterior e o mais importante é que além do esporte, também valorizamos a educação e a cidadania dos nossos atletas”. Clique e confira matéria completa no Blog do Thame.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.