Carreta desgovernada esmaga carros e deixa mortos
Tempo de leitura: 2 minutos

Uma carreta desgovernada causou uma tragédia na BR-101, em Pedra do Cavalo, próximo a cidade de Cachoeira, na tarde desta sexta-feira (5). O acidente deixou, pelo menos, dois mortos e vários feridos. Uma das vítimas foi o prefeito de Ubaitaba, Asclepíades de Almeida Queiroz, Bêda (MDB), que sofreu escoriações leves na mão e passou por avaliação médica.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o acidente foi provocado por uma carreta, que perdeu o freio e bateu numa ambulância, um caminhão, carretas e vários carros de passeio. Um desses carros era o do prefeito Bêda que seguia do sul da Bahia para Salvador. O veículo em que ele estava com outras pessoas, depois de atingido, rodou e capotou na pista.

Caminhão foi um dos veículos atingidos pela carreta

Outros motoristas também não tiveram tempo de desviar da carreta. Um dos carros de passeio ficou completamente destruído. Não foi informado quantas pessoas estavam no veículo. Mas imagens mostram que, ao menos, um homem e uma mulher ficaram presos às ferragens e morreram no local.

ASSESSORIA DE BÊDA DIVULGA NOTA SOBRE ACIDENTE

A Assessoria de Comunicação do município de Ubaitaba divulgou nota informando que o prefeito Bêda, apesar de ter se envolvido no grave acidente, por volta das 17h, na BR-101, sofreu apenas escoriações leves na mão e vai passar por avaliação médica, mas está bem, apesar do susto (confira vídeo abaixo).

A nota diz ainda que o gravíssimo acidente aconteceu nas proximidades da Usina Hidrelétrica de Pedra do Cavalo, entre Cachoeira e São Félix, quando o prefeito foi surpreendido com vários veículos se chocando. Ele viajava para Salvador para visitar a família e cumprir agenda de trabalho. Atualizada às 23h44min.

Uma resposta

  1. Eu cheguei de carro momentos depois do acidente e me livrei dessa tragédia! Vi mais de 20 ambulâncias e infelizmente morreu mais gente…

    Levei 1 hora pra desviar por Cachoeira, mas a cidade virou um inferno logo depois que eu me livrei do trânsito. Um caos!

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.