Familiares de detentos protestaram em frente ao presídio || Foto Muller Nunes/TV Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Sindicato dos Servidores da Polícia Penal do Estado da Bahia (Sinsppeb) informou, neste domingo (20), que quatro detentos, pelo menos, foram mortos durante uma rebelião no Complexo Penitenciário Lemos de Brito, na Mata Escura, em Salvador. Os presos teriam sido massacrados pelos próprios colegas.

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram detentos com armas artesanais e homens feridos caídos no chão, em meio a móveis destruídos. Mostram ainda aglomeração de presos no que seria uma quadra de esportes. Ainda não há informação sobre o motivo da confusão na prisão neste domingo.

As secretarias de Administração Penitenciária e Ressocialização da Bahia (SEAP) e Estadual de Segurança Pública (SSP) não confirmaram as mortes. No início da noite, familiares de detentos iniciaram um protesto em frente ao Complexo Penitenciário Lemos de Brito. Várias viaturas estão no local.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.