Tempo de leitura: < 1 minuto

Os médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) aderiram, nesta quinta-feira (31), à greve dos servidores da autarquia federal na Bahia. Desde segunda-feira (28), os serviços estão suspensos em sete gerências e nos 140 postos de todo o estado.

A greve faz parte de mobilização nacional dos servidores do INSS e tem adesão em todos os estados brasileiros.

A categoria exige a realização de concurso público. O instituto acumula déficit de 23 mil funcionários, segundo a Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps). Os servidores também cobram reajuste salarial de 19,9% e melhores condições de trabalho nos postos do INSS.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.