O vaqueiro Juarez Santos Pereira conta que foi amarrado pelos bandidos
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um fazendeiro sofreu ataque cardíaco e morreu após a filha ser baleada por bandidos durante um assalto, nesta quinta-feira (2), na zona rural de Eunápolis, no extremo-sul da Bahia. O crime ocorreu numa fazenda às margens da BR-101, a sete quilômetros do centro da cidade. De acordo com depoimentos, dois assaltantes chegaram ao local por volta das 6h30min. Eles renderam o vaqueiro Juarez Santos Pereira, de 49 anos, e a mulher dele.

Amarrado com uma braçadeira, o funcionário foi levado pela dupla até a sede da da fazenda. Ao perceber que os bandidos se aproximavam da casa, a filha do fazendeiro, Edna Ribeiro de Almeida, de 65 anos, fechou a porta rapidamente. Mas, segundo o vaqueiro, os bandidos atiraram. A bala atravessou a porta e atingiu o abdômen de Edna.

O pai de Edna Ribeiro, Eronildes Ribeiro de Almeida, de 93 anos, assustou-se com o barulho do tiros e correu para o quarto, no primeiro andar. Ele passou mal e sofreu um ataque cardíaco, morrendo na hora. Os bandidos levaram uma quantia de dinheiro não informada pelas vítimas.

Após a fuga dos criminosos, Edna – mesmo ferida – conseguiu desamarrar o vaqueiro e acionar a polícia. Ela foi encaminhada para o Hospital Regional e passou por cirurgia.

O local, onde são criados suínos e bovinos, já foi assaltado pelo menos cinco vezes nos últimos anos. Em um dos roubos, o fazendeiro Eronildes Ribeiro ficou ferido por disparo de arma de fogo. As informações são do Radar 64.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.