Mais de 25 mil torcedores foram à Fonte Nova|| Foto Jhony Pinho/AGIF
Tempo de leitura: 2 minutos

Mesmo com um jogador a mais na maior parte do jogo e mais de 20 finalizações, o Bahia não conseguiu vencer a Chapecoense na noite desta terça-feira (14), pela 13ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O Tricolor de Aço levou o gol logo aos dois minutos da partida disputada na Arena Fonte Nova, em Salvador. Com a derrota, o time perdeu a chance de encostar no Cruzeiro, que tem 28 pontos.

O Bahia ficou com um jogador a mais aos 8 minutos do primeiro tempo, quando o atacante Perotti foi expulso após uma entrada dura no adversário. Apesar da vantagem numérica até os 20 do segundo tempo, o Tricolor de Aço não conseguiu balançar a rede da Chape. Foi a primeira derrota em casa do Bahia, que estacionou nos 25 e pode perder a vice-liderança para o Vasco, que no próximo sábado (18) enfrentará o Londrina, no Paraná.

COMO FOI O JOGO

O jogo começou agitado em Salvador. Logo aos dois minutos de jogo, Léo bateu falta da intermediária, Tiago Real recebeu no fundo e cruzou na cabeça de Chrystian, que tocou para as redes e abriu o placar para a Chapecoense. No entanto, aos oito, o Verdão do Oeste perdeu Perotti, expulso.

O Bahia cresceu, inseriu uma pressão e dominou com a superioridade numérica. Porém, as duas melhores chances vieram no fim da etapa inicial. Aos 40, Rodallega foi servido na área, finalizou e a bola explodiu na trave esquerda da Chape. Na sequência, Djalma ficou com uma sobra pelo lado esquerdo, soltou um foguete de primeira, mas para fora da meta.

Na etapa final, o Bahia voltou com o mesmo ímpeto. Na altura dos oito minutos, Rezende recebeu o cruzamento, testou firme e a bola explodiu no travessão. Até que aos 20 minutos, Patrick de Lucca, do Tricolor de Aço, foi expulso e a partida ficou mais aberta. Aos 27, Rildo tabelou no ataque e chutou para fora.

Quando o relógio marcou 37 a Chape ameaçou: Betinho fez jogada individual na área, cortou a marcação e rolou para Pablo que finalizou pela linha de fundo. Já aos 38, Rildo limpou toda a defesa, invadiu a área e chutou para a defesa de Vágner. No fim, o Tricolor tentou aumentar a blitz ofensiva, mas o placar se manteve: 1 a 0 para a Chapecoense.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.