Conta de luz ficará mais cara em julho|| Foto Marcelo Camargo/Agência Brasil.
Tempo de leitura: 2 minutos

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, nesta terça-feira (21), aumento nas bandeiras tarifárias para o período de julho de 2022 a junho de 2023. As novas tarifas serão anunciadas na sexta-feira (25). A maior alta será de 63,7%, no valor da bandeira de patamar vermelho, conforme levantamento do PIMENTA.

De acordo com a Aneel, a bandeira tarifária vermelha patamar 1 foi atualizada, passando de R$39,71 para 65,00 megawatt-hora. No caso da bandeira vermelha patamar 2, o valor aprovado pela Aneel subirá R$ 94,92 para R$ 97,95 megawatt-hora. A bandeira amarela subirá de R$ 18,74 para R$ 29,89 quilowatts-hora consumidos no mês. O aumento será de 59,5%.

Os novos valores entram em vigor no dia 1º e vai reduzir ainda mais o poder compra do consumidor, que enfrenta os constantes aumento de preço dos alimentos, por exemplo. “Com esses reajustes, teremos de pagar quase R$ 50 mensais a mais. O valor de um quilo de carne. Daria até para passar se fosse só a conta de luz mais cara. Mas não é somente isso. Tudo está subindo todos os dias. Não sabemos onde isso vai parar”, desabafa a servidora pública Juliana das Neves Santos.

Assim como em anos anteriores, a bandeira verde, que está está em vigor atualmente, não terá custo para o consumidor e servirá para sinalizar condições favoráveis de geração de energia.

Aneel informou que o recálculo retorna à metodologia seguida pelas bandeiras tarifárias desde 2016, na qual a bandeira vermelha patamar 2 cobre 95% dos eventos históricos conhecidos (e não 100% como no segundo semestre de 2021).

Disse ainda que o acréscimo verificado nos valores se deve, entre outros, os dados do mercado de compra de energia durante o período de escassez hídrica em 2021, o custo do despacho térmico em razão da alta do custo dos combustíveis e a correção monetária pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que fechou 2021 com aumento de 10,06%.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.