Luma foi sequestrada em Camamu, e Flávio na BA-001, na Ilhéus-Itacaré || Imagens Redes Sociais e Verdinho Itabuna
Tempo de leitura: 2 minutos

Um casal e um amigo viveram momentos de horror na tarde de sexta-feira (20), quando trafegavam pela BA-001, em Ilhéus. Eles retornavam de Itabuna para Itacaré, no sul da Bahia, num Citroën branco, quando foram perseguidos por outro carro ocupado por três homens e uma mulher, segundo relatos das vítimas à Polícia Civil. Os bandidos simularam um acidente de trânsito para que o motorista do Citroën parasse.

Uma das vítimas, um homem de prenome Flávio, que seria influenciador digital, contou que desceu do carro para verificar se tinha havido estrago nos veículos e acabou rendido pelos criminosos. Em seguida, os bandidos renderam também a mulher e o amigo do casal. E foram em direção a Itabuna.

Uma parte do bando ficou com as vítimas, enquanto a outra fazia a escolta, no outro veículo, um Gol prata. Flávio  relatou que foi obrigado a entregar mais de R$ 3 mil e fazer duas transferências, via pix, uma no valor de R$ 19 mil, e outra de R$ 33 mil.

MATAGAL EM ITABUNA

Os bandidos também levaram um smartphone Galaxy s22 Ultra e um Iphone 14 pro Max, além do Citroën. As vítimas contaram que os bandidos ficaram por horas rodando por Itabuna, principalmente por trechos das BRs-101 e 415, próximas aos bairros Santo Antônio e São Lourenço.

Depois de horas de conversa, os sequestradores teriam atendido a um apelo feito por Flávio para que poupassem as suas vidas. As vítimas foram libertadas no início da noite, em um matagal, numa região próxima ao semianel que interliga as duas rodovias federais.

As vítimas procuraram o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-101, em Itabuna, e foram levadas para a Delegacia da Polícia Civil. Enquanto eram ouvidas, um dos bandidos com o Citroën, foi localizado durante uma blitz na Avenida Amélia Amado. Ele foi perseguido, mas conseguiu fugir, abandonando o carro na Avenida Firmino Alves, no centro de Itabuna. A Polícia Civil investiga o caso.

INFLUENCIADORA LIBERTADA

A Polícia Civil investiga também o sequestro da influenciadora digital Luma Montargil, de 18 anos. Ela foi libertada na tarde de sexta-feira (20), no Povoado de Tapuia, em Camamu, no baixo sul do estado. A jovem havia sido sequestrada em um supermercado no distrito de Travessão, também em Camamu, no início da noite de quinta-feira (19). Os criminosos ainda não foram localizados.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.