Boneco é o companheiro de Rosenilda Aragão || Reprodução TV Bahia
Tempo de leitura: 2 minutos

Uma assistente social de Salvador teve uma ideia bem inusitada para se sentir mais segura nas estradas. Desde agosto, para trabalhar em uma cidade que fica na região metropolitana, ela coloca um casal de manequins para passar a impressão de que está sempre acompanhada.

Rosenilda Aragão tem 55 anos e trabalha em Mata de São João. Juntos, a baiana e os manequins saem do subúrbio de Salvador, seguem por uma rodovia estadual e depois a BR-324, até chegarem no município, em uma viagem que dura pouco mais de uma hora.

A baiana nunca foi assaltada, mas acredita que, quanto mais gente no carro, menor a chance de se tornar alvo de bandidos. Os bonecos foram apelidados como Rosita e Pepe.

“Tinha uma cabeça de boneco em cima da laje. Minha sobrinha disse que tinha um corpo de um manequim, que não ia mais utilizar e eu poderia pegar e fazer uma boneca. Depois comprei um boneco e, agora, tenho meus companheiros Rosita e Pepe”, disse Rosenilda.

No fim do expediente sempre é ofertada carona. Nesses casos, o colo de Pepe é disputado.

“Ele é um cara muito respeitador. O Pepe arrasa”, disse uma amiga da assistente social.

A criatividade da assistente social tem rendido também alguns sustos na vizinhança. Melissa Cardoso precisou se aproximar do carro para perceber que os ocupantes eram manequins.

“Percebi que aquela ‘pessoa’ estava me olhando demais. Foi quando olhei direito e vi que não se tratava de uma pessoa, e sim, de um manequim. Comecei a rir da situação com meu filho”, contou Melissa Cardoso.

Rosenilda Aragão não é influenciadora digital, mas a ideia inusitada foi registrada por vizinhos que colocaram o vídeo nas redes sociais e já teve mais de 250 mil visualizações.

Para não pairar dúvida da história, o sargento da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) Joceval Soares gravou vídeo quando abordou o carro de Rosenilda na estrada.
Leia Mais

O censo do IBGE é muito importante para a definição das políticas públicas
Tempo de leitura: < 1 minuto

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que 10% dos moradores de Itabuna foram entrevistados, até o momento, no Censo Demográfico 2022, que deve ser concluído até o dia 31 de outubro. O IBGE reforça a importância da população participar do levantamento de dados socioeconômicos do município.

De acordo com o IBGE, além dos 10% das entrevistas concluídas, 55,1% estão em andamento, enquanto 34,8% ainda serão recenseados. “O município é recortada em 379 setores censitários. Logo, cada bairro possui alguns recortes”, disse o coordenador Censitário Subárea do IBGE, Marcos Breno Almeida.

Segundo Marcos Breno, já foram encerrados alguns setores no centro da cidade e nos bairros Mangabinha, Sinval Palmeira, Lomanto, Califórnia, Nossa Senhora de Fátima, Pedro Jerônimo, Daniel Gomes e São Caetano.

O coordenador reclama que os maiores problemas enfrentados pela equipe são a recusa de alguns moradores, ameaças em determinados bairros, assaltos e moradores ausentes do domicílio por viagem ou que têm pouca frequência em casa e não respondem às notificações do IBGE via carta.

Os recenseadores estão trabalhando com a devida identificação do IBGE com uniforme, crachá, boné e colete azuis contendo a logomarca do IBGE, além do dispositivo móvel de coleta, semelhante a um smartphone, na cor azul. O censo começou em agosto e muito importante para definição das políticas públicas dos municípios e do país. Em Itabuna, o trabalho conta com apoio da prefeitura.

Tempo de leitura: < 1 minuto
Katiane foi presa preventivamente em Itabuna || Imagem PC-BA

A Polícia Civil prendeu a mulher suspeita de tentativa de latrocínio no Bairro de Fátima, há cerca de duas semanas, quando atirou na vítima ao assaltá-la ao lado da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Mórmons). Katiane Nascimento da Silva foi presa em cumprimento a mandado de prisão preventiva.

Katiane foi reconhecida pela vítima, o que gerou a ordem de prisão. Anderson Silva, uma das vítimas de Katiane, levou um tiro no peito, porque não deu o celular em assalto ocorrido no dia 11 de maio. À época, chegou-se a divulgar que a identidade da assaltante era a de uma menor, também autora de vários crimes no município.

A assaltante presa ontem à tarde, assim como a menor, sempre age em dupla e utilizando moto. Em março, Tiago Argolo Ramos Santos pilotava uma moto e Katiane, armada com um revólver, atacava pedestres no Alto Maron. A polícia prendeu Katiane, mas a Justiça soltou dias depois. Tiago ficou preso (relembre aqui).

Tempo de leitura: < 1 minuto

Avenida Juracy Magalhães, no sul da Bahia || Foto Gabriel Oliveira/Arquivo

O comércio na Avenida Juracy Magalhães, um dos mais fortes de Itabuna, está sofrendo com os constantes assaltos em dezembro. Vários estabelecimentos foram alvos de criminosos nesta semana, a exemplo de posto de combustível, autoescola e loja de materiais de construção. Na noite de quarta, bandidos fizeram arrastão numa autoescola na Juracy Magalhães. Os criminosos levaram celulares e dinheiro de alunos da autoescola e dos funcionários do empreendimento.
Na madrugada deste sábado (22), bandidos em um carro renderam o segurança de um posto de combustível e levaram bicicleta e mochila do vigilante e arrombaram uma picape estacionada no estabelecimento. Antes, clientes e funcionários de uma loja de materiais de construção próximo ao Hospital Manoel Novaes haviam sido assaltados.
Os comerciantes cobram iluminação adequada a um avenida que é dos principais corredores urbanos do município e tem grande fluxo de consumidores, principalmente a pé, e mais policiamento ostensivo, principalmente neste período de compras para o Natal.

Tempo de leitura: 2 minutos
Itabuna registra redução de crimes
Itabuna registra redução de crimes|| Foto José Nazal

De acordo com o 15º Batalhão da Polícia Militar da Bahia, o número de crimes como assassinatos, assaltos, roubos e furtos de veículos em Itabuna, em 2017, é menor que o registrado nos primeiros nove meses do ano passado.

Os dados fornecidos ao PIMENTA pela Coordenação de Planejamento Operacional mostram que em setembro, por exemplo, foram registrados três homicídios,  sete a menos que no mesmo mês do ano passado.  Segundo o coordenador de Planejamento do 15º BPM, capitão Leandro Ferreira, em relação aos nove primeiros meses de 2016 também houve queda nos homicídios, baixou de 99 para 90.

O policial aponta redução também na quantidade de assaltos, roubos e furtos de veículos (carros e motos).  Neste ano, até o dia 26 de setembro, foram 282 ocorrências contra 313 do mesmo período de 2016.  Foram recuperados 182 veículos, sendo que parte deles roubados ou furtados em outros municípios. Neste ano, a polícia conduziu 150 pessoas por porte de drogas e apreendeu 96 armas de fogo.

Questionado pelo PIMENTA sobre a redução no número de policiais a pé (em dupla) em locais como Duque de Caxias, Rui Barbosa, Paulo Vieira e Avenida Ilhéus, o capitão Ferreira afirmou que, nos últimos meses, o comando do 15º BPM aumentou a quantidade de PMs em carros, motocicletas e à cavalo circulando pela cidade. Segundo ele, isso ocorreu para que o trabalho na rua tornasse-se mais eficiente.

 

Tempo de leitura: 2 minutos

crimes

Neto: redobrar cuidados.
Neto: redobrar cuidados.

Policial Militar com mais de 20 anos de atuação na segurança pública, José Januário Neto (Cabo Neto) fez alerta para a necessidade de o itabunense redobrar cuidados depois de grandes operações das polícias Federal, Militar e Civil contra o tráfico de drogas.

Em Itabuna, o início de semestre foi marcado por grandes apreensões de drogas. Grandes apreensões têm ocorrido no sul da Bahia e o destino da droga, na maioria das vezes, é Itabuna.

Os baques financeiros provocados pelas grandes apreensões, observa o Cabo Neto, fazem com que os traficantes, ao menos temporariamente, migrem para outras ações para minimizar perdas. Neste período de grandes operações contra o tráfico, alerta, “os roubos crescem”.

A orientação é para que o cidadão redobre os cuidados. Deve-se ficar em alerta ao sair ou adentrar em prédios, garagens, lojas, farmácias e bancos. Outra dica do cabo é evitar transitar por ruas escuras.

“Não fiquem parados dentro do veículo digitando ou conversando via celular, não façam dos seus trajetos algo rotineiro, habitual e previsível”, ensina. Algumas dicas são básicas, mas há quem sempre cochile e não as siga. Por isso, é sempre por lembrar: “Evite transitar com grande volume de dinheiro em espécie”.

Tempo de leitura: < 1 minuto

violencia1Assaltantes continuam a fazer do bairro Castália, em Itabuna, um de seus locais preferidos para atacar. Na rua Major Dórea e travessa Henrique Alves, os bandidos agem praticamente todos os dias e normalmente bem cedo, entre 6h30 e 7h30 da manhã. As vítimas quase sempre são mulheres.

Um dos larápios que batem ponto nesse trecho usa uma moto vermelha e costuma intimidar as vítimas apontando com a mão por baixo da camisa, como se estivesse com uma arma. Moradores dizem que os ladrões têm preferido agir durante o dia, já que à noite há vigilância privada e a polícia costuma fazer rondas.

Tempo de leitura: < 1 minuto
Terreno do antigo DNER é usado como esconderijo por ladrões
Terreno do antigo DNER é usado como esconderijo por ladrões

Moradores do bairro Banco Raso, especialmente do condomínio do BNH, estão com medo de passar à noite pela Travessa Félix Mendonça. O motivo é o crescente número de assaltos no local, cometidos por ladrões que se escondem no terreno do antigo DNER.

A maior parte da área pertence hoje à Prefeitura, que deixou uma abertura no muro que deveria protegê-la e evitar, inclusive, que se tornasse esconderijo de bandidos. Além dos assaltantes, moradores dizem que o local é utilizado costumeiramente por usuários de crack.

O PIMENTA entrou em contato com a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Itabuna, que levou o problema ao secretário de Desenvolvimento Urbano, Marcos Monteiro. Ele informou que o muro será fechado até julho.

Tempo de leitura: < 1 minuto

violênciaA rotina de assaltos e arrombamentos vem assustando moradores do Alto Mirante, região central de Itabuna. Nos últimos três dias, pelo menos dois estabelecimentos foram arrombados.

Por volta das 3h da madrugada deste sábado (12), um frigorífico situado na Avenida Juracy Magalhães, no Alto Mirante, foi arrombado. Ninguém foi preso.

Na madrugada de quarta, bandidos arrombaram uma lanchonete situada no estacionamento do Supermercado Meira, também na Juracy Magalhães e a menos de 300 metros do frigorífico.

Ainda na quarta, os donos da lanchonete foram assaltados. Por volta das 20h30min, um menor, armado com pistola, rendeu o casal e levou todo o dinheiro.

Os roubos de celulares também cresceram na região do Alto Mirante. Por volta das 18h deste sábado (12), duas jovens caminhavam por uma rua próximo ao Imeam, a Francisco Benício, quando dois ladrões em uma moto apontaram arma para as vítimas e levaram dinheiro e telefones.

 

Tempo de leitura: < 1 minuto
Beleza da Sapetinga é "quebrada" pelos assaltos constantes (Foto Gerson Soares).
Sapetinga é alvo de assaltos constantes (Foto Gerson Soares).

A bela Sapetinga, na zona sul de Ilhéus, tornou-se alvo constante da bandidagem. Os moradores estão assustados, principalmente porque, embora os larápios tenham horários determinados para agir, a polícia não dá o ar da graça.

Os ataques aos moradores se intensificaram a partir de fevereiro. Uma moradora relata que, a princípio, os assaltantes agiam usando moto. Agora, eles chegam pelo rio e a maioria dos assaltos ocorre nas ruas 4 e 5, preferencialmente entre 18h e 20h. E, depois, fogem pelo rio.

Os moradores até já notaram que os ladrões são, pelo menos na aparência, menores. “Chegamos a ter três assaltos por dia”, diz morador. A região alvo é a mesma onde um professor da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) foi baleado em março deste ano (relembre aqui).

“A população está indignada, pois é sempre no mesmo lugar e com as mesmas características. Precisamos cobrar medidas da administração e da segurança pública”, diz a moradora.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Carlos Felipe foi preso após assaltar duas farmácias em Ilhéus.
Carlos Felipe foi preso após assaltar duas farmácias em Ilhéus.

Carlos Felipe Gonçalves da Silva tem apenas 22 anos e confessa já ter praticado, pelo menos, 160 assaltos em São Paulo e em Ilhéus. Acabou preso ontem (20), após roubar várias lojas na cidade sul-baiana.
A prisão ocorreu depois que Carlos Felipe assaltou as farmácias Velanes e Santana, no centro. Embolsou R$ 871,00.
O malandro assume ter roubado mais cinco estabelecimentos só em Ilhéus. Elencou a Zip Náutica, Cacau Show, O Boticário e as farmácias Pague Menos e Pontal.
De acordo com a polícia, o ladrão praticava assaltos e se escondia no Couto. Ontem, confessou à polícia que praticou também, aproximadamente, 150 assaltos em São Paulo, onde morava.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Ônibus não vão circular em Itabuna das 8h30min às 10h30min.
Ônibus não vão circular em Itabuna das 8h30min às 10h30min.

Os rodoviários de Itabuna cruzarão os braços por duas horas nesta sexta-feira (15), das 8h30min às 10h30min, para protestar contra o aumento do número de assaltos a ônibus. A paralisação foi comunicada há pouco pela diretoria do Sindicato dos Rodoviários de Itabuna (Sindirod) em nota à imprensa.
De acordo com a direção do sindicato, os assaltos estão ocorrendo com maior frequência e a violência dos bandidos é ainda maior. Na terça-feira, um assaltante tomou ônibus na Avenida Juracy Magalhães e menos de um quilômetro depois, no ponto da AFI, na Avenida Amélia Amado, sacou a arma e obrigou os passageiros a passar dinheiro e celulares. Dois dos passageiros resistiram e ele ameaçou atirar. Na sequência, saiu caminhando.
As linhas mais distantes do centro da cidade são as mais visadas pelos vagabundos. Passageiros contam cenas de terror vividas em linhas como as que ligam o centro aos bairros da região da Nova Itabuna e Ferradas. Os rodoviários cobram melhor policiamento para inibir os assaltos.

Tempo de leitura: < 1 minuto

roubo1A polícia militar prendeu um ladrão que aterrorizou várias vítimas na região central de Itabuna, ontem à noite. Por volta das 19h20min, Carlos Alexandre Alves dos Santos, o Índio, atacou um jovem que passava pela Rua Barão do Rio Branco, no Alto Mirante.
Com uma arma de brinquedo, ele obrigou o jovem a correr ao observar que a quase vítima não carregava objetos de valor. O jovem conseguiu chegar à companhia da PM, no Conceição. Policiais saíram à procura, mas não localizaram o ladrão.
“Índio” continuou atacando e roubou, pelo menos, três pessoas. O último dos ataques na noite de ontem ocorreu na Avenida Aziz Maron,em frente ao Shopping Jequitibá, quando ele assaltou dois jovens.
A polícia foi acionada e chegou a tempo de prendê-lo. Além da arma de brinquedo, Índio estava armado com canivete e faca de mesa. Com ele também foram apreendidas duas pedras de crack. Na “geral” que o bandido fez entre a Rua Barão do Rio Branco e a Beira-Rio, roubou mochilas, celulares, carteira de bolso e chave da residência de uma das vítimas.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Honda CB-300 foi roubada na Avenida Ilhéus.
Honda CB-300 foi roubada na Avenida Ilhéus.

Uma Honda CB 300 e uma “Cinquentinha” foram roubadas ontem à noite em Itabuna. A Cinquentinha, cor vermelha, foi roubada às 22h49min, na Travessa Juca Leão, próximo ao SAF (Grapiúna Tênis Clube).
Já a CB-300, placa NTT 4626, foi tomada de assalto por dois bandidos na Avenida Ilhéus, às 19h. Os dois assaltantes estavam armados.
A CB-300 é a que aparece na foto acima. Quem tiver informações do paradeiro do veículo, pode ligar para (73) 8836-2570 ou (73) 81088705.