Hospital Cemepi volta a funcionar na quinta-feira|| Foto Pedro Augusto
Tempo de leitura: < 1 minuto

Fechado em 2018 por causa do impasse com o então prefeito Fernando Gomes, o Centro Médico Pediátrico de Itabuna (Cemepi), antigo Ipepi, na Avenida Nações Unidas, será reaberto na próxima quinta-feira (17), às 9h. A unidade hospitalar passou por reforma na estrutura física, que inclui a ampliação da sala de espera, agora com 50 lugares, e ganhou um ambiente climatizado.

O Cemepi terá dois consultórios para atender crianças com sintomas da Covid-19 e gripe H1N1. Já os leitos da enfermaria saltaram de 36 para 42. De acordo com a Secretaria de Saúde de Itabuna, a unidade também vai oferecer serviços de fisioterapia, radiologia e ultrassom, além de um espaço anexo para a realização de exames laboratoriais.

A secretária municipal de Saúde, Lívia Mendes, afirma que a unidade atenderá urgência e emergência 24 horas. “O Cemepi foi contratualizado e terá internamento de média complexidade. Em casos mais graves será pedida a transferência para o Hospital Manoel Novaes”, explica a secretária.

Vereadora Wilmaci defende alternativa a fechamento de maternidade || Foto Andreyver Lima
Tempo de leitura: < 1 minuto

Andreyver Lima

Há uma semana a Fundação Fernando Gomes emitiu uma nota pública para anunciar que fechará as portas da Maternidade Ester Gomes, conhecida popularmente como Maternidade da Mãe Pobre. A vereadora Wilma (PCdoB) disse que articulou reunião com a secretária da Saúde, Lívia Mendes, e comissão de mulheres para discutir o problema.

A vereadora defende que seja oferecida pelo município outra alternativa, que não apenas o Manoel Novaes. “É uma notícia que a gente recebe à queima-roupa, nos pegou de surpresa. Consideramos um prejuízo grande fechar um equipamento de saúde, sobretudo, nas condições que vivemos em Itabuna e que é direcionado exclusivamente para as mulheres. É muito preocupante e o nosso mandato já articulou reunião com a Secretaria de Saúde, juntamente com a Comissão das Mulheres da OAB e o grupo de trabalho do Conselho da Mulher de Itabuna, pois é preciso outra alternativa para mulheres pobres de Itabuna.” disse.

Maternidade fecha as portas após negociações frustradas com a Saúde

ATRASO NOS SALÁRIOS DOS TRABALHADORES

Sobre como avalia a gestão da Maternidade Ester Gomes, a vereadora disse ter recebido denúncias de trabalhadores que não receberam salários.

– Sabemos das dificuldades que a Maternidade Ester Gomes estava passando, inclusive nos foi denunciado que trabalhadores ficam dois, três meses sem receber salário o que é extremamente grave – diz Wilmaci.

A reunião articulada pela vereadora deve ocorrer nesta quinta-feira (25).