Tempo de leitura: < 1 minuto

A empresa que opera contrato emergencial de transporte público em Itabuna, a Atlântico, refutou informação de que esteja cobrando tarifa cheia de estudantes no município. “O sistema de bilhetagem eletrônica está programado para liberar a gratuidade à meia passagem em duas viagens por dia, independente do horário utilizado pelo estudante, totalizando o direito a uma cota mensal de 60 passes estudantis”, informa.

Ainda segundo a empresa, por meio de sua assessoria, “na grande maioria dos casos, a liberação do benefício acontece dessa forma. Mas alguns alunos, que estudam em dois turnos, por exemplo, têm direito a uma cota maior e a liberação da cota de meia passagem é feita de acordo com a necessidade do beneficiário”.

“Dessa forma, procede a informação da cobrança de R$ 3,70 (valor integral da passagem) para estudantes que venham a exceder a cota diária à qual têm direito”.

A empresa ainda orienta que qualquer problema apresentado pelo sistema de cobrança, o estudante deve procurar a sede do SitiCard, na Avenida Manoel Chaves, 2.700, São Caetano. “Se for constatada qualquer intercorrência do sistema, esse estudante será ressarcido do valor cobrado a mais”.

Prefeito Augusto Castro anuncia ampliação da frota de ônibus
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Augusto Castro anunciou, hoje (17), a ampliação da frota emergencial do transporte urbano de Itabuna, que passará de 50 para 70 ônibus. O prefeito não informou se haverá mudanças no sistema de integração, alvo de queixa dos usuários. O sistema é operado em regime emergencial pela Atlântico. Antes da pandemia, o município contava com 96 ônibus.

– Itabuna viveu um verdadeiro caos no transporte público durante 11 meses. Logo quando assumi, a Prefeitura conseguiu restabelecer esse serviço. Mas, sabemos que ainda não é o ideal. Por esse motivo, solicitei à Secretaria de Transportes e Trânsito um estudo de viabilidade para ampliar a oferta de novas linhas – disse ele.

O prefeito ressaltou que o transporte público está sendo subsidiado pelo município, que tem uma das menores tarifas do estado (R$ 3,70). “É fato que a crise do transporte público ocorre em todo o Brasil. Mas, a Prefeitura está fazendo a sua parte para que novas linhas cheguem onde a população precisa”, acrescentou.