José Carlos Araújo, Félix, Augustão e Humberto durante encontro em Salvador hoje
Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente do PDT da Bahia, deputado federal Félix Mendonça Júnior, provocou hoje (6) ao sugerir que a ex-secretária de Educação da Bahia Adélia Pinheiro, do PT, seja indicada pelo partido dela para compor, como vice, a chapa encabeçada pelo vereador Augustão (PDT) na disputa à Prefeitura de Ilhéus. É uma resposta do parlamentar e dirigente estadual às provocações petistas, principalmente do amigo e deputado estadual Rosemberg Pinto, que fala em chapa Adélia- Augustão.

“Podemos até compor com o PT, caso eles queiram indicar a vice na chapa de Augustão. Vamos até o final com a nossa pré-candidatura. As pesquisas e o sentimento nas ruas apontam que a nossa candidatura é extremamente competitiva e vai ganhar as eleições”, afirmou o dirigente e deputado federal, que hoje recebeu o vereador Augustão e o presidente do PDT em Ilhéus, Humberto Neto.

Augustão seguiu na mesma toada. Disse que não vai recuar da pré-candidatura. “Não vamos recuar. Os desafios que virão se equiparam ao meu carinho e compromisso com o município. Vamos juntos no rumo certo para tornar nossa terra amada em um lugar cada vez melhor para se viver. E vamos para cima”, declarou o vereador.

Augustão: "cidade foi abandonada"
Tempo de leitura: < 1 minuto

O vereador Augustão, pré-candidato a prefeito de Ilhéus pelo PDT, firmou parceria com moradores da Nova Brasília para revitalizar equipamentos públicos da comunidade, a exemplo da praça Mãe Laura, que fica diante da baía do Pontal e da ponte Jorge Amado. O trabalho começou pela retirada do lixo, capinagem e limpeza da praça e áreas adjacentes.

Os moradores também solicitaram auxílio do vereador para resolver problemas crônicos, como a presença de esgoto a céu aberto e a falta de manutenção da iluminação pública. Segundo o parlamentar, os refletores e as lâmpadas dos postes estão queimados e algumas luminárias caíram.

Augustão anunciou que vai apresentar requerimento para que a Prefeitura de Ilhéus determine o retorno do ônibus que atendia a Nova Brasília e a Sapetinga. A linha está desativada desde 2020. Os moradores também solicitaram a revitalização da quadra de esportes e do Espaço do Pescador, que remonta à origem da Nova Brasília, comunidade formada por pescadores há mais de 60 anos.

“A cidade foi completamente abandonada, e nós não podemos deixar que espaços como esse, da Nova Brasília, que é um ponto turístico e local de lazer dos moradores, continuem nessa situação. Por isso é que estamos junto com a comunidade realizando essas ações que o nosso povo precisa e merece”, afirmou Augustão.

Gabriela FM reinaugura estúdio no Gabriela Center
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Gabriela FM 102,9 voltou a contar com estúdio no Gabriela Center, na Avenida Itabuna, em Ilhéus. A mudança e investimentos feitos com equipamentos de última geração e investimentos na expansão da presença na internet marcam os 32 anos da emissora.

Os novos estúdios foram inaugurados nesta semana em festa para convidados e com apresentações da Banda Cacau com Leite e DJ Neto Nogueira. “A gente observa o quanto a Rádio Gabriela cresceu, o quanto a Gabriela FM é importante na comunicação, não de Ilhéus, mas de toda a região”, afirmou o radialista Erivaldo Vila Nova, da coirmã Ilhéus FM.

O vereador Augustão (PT) falou do trabalho sólido da emissora, hoje dirigida pelo empresário e ex-candidato a prefeito e a deputado Valderico Junior.

Valderico Junior se emocionou em festa dos 32 anos da Gabriela FM

Emocionado, Junior prestou homenagem aos pais, Fátima Barletta e Valderico, durante o evento. Ambos passaram por momentos difíceis nos últimos meses. “Esse ano foi de muita prova para mim. Um segundo semestre muito difícil”, afirmou o político e empresário. Ele fez uma declaração de amor à mãe e agradeceu a Deus por ter a presença de Dona Fátima, como é conhecida, num momento tão significativo para toda a equipe da Gabriela FM.

Sessão que discutiu reforma durou cinco horas || Foto Maurício Maron/Ascom
Tempo de leitura: 2 minutos

Após cinco horas de discussões, a Câmara de Vereadores de Ilhéus aprovou o projeto de lei de reforma administrativa do governo municipal, por 13 votos a 4. O debate se estendeu por causa dos custos da reforma. O presidente da Câmara, Jerbson Moraes, aliado do governo, disse que a proposta não resultaria em mais despesas, mas em economia de R$ 200,00. A Oposição discordou e apresentou cálculo de prejuízo milionário com a reforma (veja repercussão logo mais).

O presidente da Câmara, Jerbson Moraes (PSD), explicou que o que estava em debate era a votação dos pareceres de duas comissões permanentes da Casa Legislativa: de Legislação, Justiça e Redação Final; e de Finanças, Orçamento, Obras e Serviço Público. Ambas as comissões são compostas por três membros. Em cada uma delas, dois votaram favoravelmente ao Projeto de Lei e um dos membros decidiu exarar parecer, em separado, contrário à aprovação.

Na Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final, votaram favoravelmente ao Projeto de Reforma, os vereadores Ivo Evangelista (Republicanos) e Paulo Carqueija (PSD). Enilda Mendonça votou pela rejeição total do projeto. Na Comissão de Finanças, Orçamento, Obras e Serviço Público, votaram pelo projeto do governo os vereadores Nino Valverde (Podemos) e Gurita (PSD) e pela rejeição, o vereador Tandick Resende (PTB).

Apresentados em plenário, os pareceres foram votados e o PL da Reforma Administrativa foi aprovado na integra, pela maioria da Casa. Votaram contra Enilda Mendonça e Augustão, ambos do PT, Cláudio Magalhães (PCdoB) e Tandick Resende (PTB).

Jerbson Moraes diz que a discussão da reforma, discutida e votada em menos de 15 dias, teve condução transparente e o projeto de lei esteve à disposição de vereadores e população, desde 14 de abril, no site oficial da Câmara. “Todos os vereadores também receberam cópia integral do PL”, observou.

Conforme a Assessoria de Comunicação da Câmara, a sessão de ontem entrou para a história do Legislativo como uma das mais assistidas pela TV Câmara nas redes sociais da instituição e teve uma duração de mais de cinco horas. Os números da audiência ainda aguardam consolidação para serem divulgados.

Marão aponta “economicidade” com reforma administrativa || Foto Pimenta/Arquivo

MARÃO APONTA ECONOMIA COM REFORMA

O prefeito Mário Alexandre, Marão (PSD), por meio de sua assessoria, comemorou o resultado da votação. Apesar da oposição apontar aumento milionário de despesa com a reforma, Marão diz que a proposta representa economia. “Nosso compromisso em aprimorar a gestão pública está consolidado com a aprovação do projeto de lei da nossa reforma administrativa. Com foco na economicidade e em uma administração pública eficiente, o funcionamento das pastas será melhorado e os setores aprimorados”.

Alex Venícius manda César Porto dar posse a Augustão
Tempo de leitura: < 1 minuto

O juiz da Vara da Fazenda Pública de Ilhéus, Alex Venícius Miranda, determinou ao presidente da Câmara de Vereadores, César Porto, dar posse a Augusto Cardoso, Augustão, suplente do vereador Lukas Paiva. A decisão é da última segunda (1º). Paiva foi afastado ao ser investigado e preso na Operação Xavier, deflagrada pelo Ministério Público Estadual (MP-BA) e Polícia Civil.

Além determinar que a Casa adote as “providências imediatas” para a posse de Augusto Cardoso, Augustão, o magistrado também cita a obrigação da Câmara de exonerar todo o gabinete de Lukas Paiva, “possibilitando ao novo vereador a indicação” dos seus assessores, informa o Ilhéus Comércio.

Na interpretação do juiz Alex Venícius Miranda, a Câmara de Vereadores deveria dar posse a Augustão desde novembro do ano passado. Foi naquele mês que Lukas Paiva acabou afastado do cargo na ação cível movida pelo MP-BA contra ele e outros envolvidos em esquema de corrupção na Câmara de Ilhéus.

Tempo de leitura: < 1 minuto
Vereadores suplentes tomaram posse na tarde desta terça (21)

Três suplentes de vereadores assumiram mandato nesta terça (21) na Câmara de Ilhéus. Augustão (PSB), Gilmar Sodré (PP) e Reinaldo Oliveira, Zé Neguinho (PP) tomaram posse em lugar de Lukas Paiva (PSB), Tarcísio Paixão (PP) e Aldemir Almeida (PP). Lukas está foragido, Tarcísio foi preso e Aldemir permanece afastado do mandato.

Os três foram alcançados pela Operação Xavier (Chave E), deflagrada há uma semana pelo Ministério Público Estadual (MP-BA) e Polícia Rodoviária Federal (PRF), acusados de participar de atos de corrupção na Câmara de Vereadores no período de 2011 a 2018, conforme investigações.

Augustão, Zé Neguinho e Gilmar tomaram posse após a Mesa Diretora se reunir na manhã de hoje e decidir pela assunção dos suplentes. Três servidores foram exonerados, a pedido, de acordo com a Assessoria de Comunicação do legislativo. Outras exonerações foram determinadas pelo presidente da Casa, César Porto (PDT), porém os nomes não foram divulgados. As ações, conforme a assessoria, seguem recomendações do MP-BA.