Augusto durante anúncio das atrações evangélicas do Celebra Itabuna 2024 || Montagem PIMENTA
Tempo de leitura: < 1 minuto

Os cantores David Sacer e Bruna Karla serão duas das principais atrações da edição de 2024 do Celebra Itabuna, segundo anúncio do prefeito Augusto Castro (PSD) durante encontro com evangélicos, nesta sexta-feira (21), no Teatro Municipal Candinha Doria.

O evento está previsto para o período de 26 a 28 de julho, na Arena Cachoeira, na Avenida Princesa Isabel, ao lado do Centro Administrativo Firmino Alves (sede da Prefeitura). Ecumênico, o Celebra Itabuna terá atrações para atender às diversas crenças religiosas, do evangélico ao católico.

– No ano passado, o evento foi um sucesso e a cada ano fazemos uma análise do que deu certo e buscamos melhorar. Assim, conseguimos antecipar as informações até para que pessoas de outras cidades e turistas se programem para vir a Itabuna – afirmou Augusto.

O gestor itabunense aproveitou a reunião com líderes evangélicos para fazer um balanço das ações de três anos e meio de governo, com destaque para o pacote de RS 300 milhões a serem investidos em obras estruturantes e de reurbanização.

Outro ponto destacado por Augusto foi a entrega da primeira etapa do Projeto Mais Água para a Cidade, executado pela Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa), ação que também conta com recursos do Governo do Estado e beneficiará cerca de 130 mil pessoas de 48 bairros que deverão passar a ter água diariamente nas torneiras.

VITRINE PARA ATRAÇÕES REGIONAIS

Segundo o presidente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), Aldo Rebouças, o Celebra Itabuna abrirá espaço para cantores e bandas regionais. “No ano passado foram mais de 20 atrações das igrejas católica e evangélicas locais. Agora, vamos reafirmar nosso compromisso com a cultura gospel que precisa ser valorizada”, concluiu.

Augusto durante ato de posse coletiva dos nomeados no concurso municipal || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

Chega a 138 o número de servidores do concurso público de 2023, de Itabuna, que já tomaram posse. Na última segunda-feira (7), o município fez ato coletivo, comandado pelo prefeito Augusto Castro (PSD), para dar posse a cerca de 20% dos aprovados no certame. O total de nomeados chega a 700, de acordo com a Secretaria de Gestão e Inovação.

– O servidor público oxigena a máquina pública e dá segurança e qualidade ao atendimento das demandas da população. Por isso, a posse significa a conclusão de um compromisso que assumi na campanha eleitoral de profissionalizar a Administração, onde valorizamos e reconhecemos a importância dos servidores – disse Augusto.

Executado pela Objetiva Concursos, o certame itabunense teve a participação de 45 mil candidatos, com todas as etapas sendo acompanhadas pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) e pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), conforme assinala o procurador-geral do Município, Álvaro Ferreira.

A Prefeitura de Itabuna divulgou a relação dos aprovados e de nomeados em março passado, no Diário Oficial do Município (relembre aqui). A posse dos concursados será de forma gradual, informa o governo local.

Binho, Adolfo, Isabela e Afonso em reunião que definiu comando da Federação em Itabuna || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

PSDB e Cidadania definiram o comando da Federação formada pelos dois partidos em Itabuna. A decisão foi tomada nesta segunda-feira (1º), em Salvador, em reunião dos presidentes estaduais Adolfo Viana (PSDB) e Isabela Sousa (Cidadania) com o publicitário Afonso Dantas e o comunicador Binho Shalon.

Por decisão dos dirigentes estaduais, Afonso será o presidente da Federação PSDB-Cidadania e Binho Shalon assume  a vice-presidência. “Com a Federação, PSDB e Cidadania, em Itabuna, se tornam, na prática, um único partido”, explica Afonso Dantas.

A decisão em Salvador impacta na eleição municipal. Afonso e Binho compõem o Governo Augusto Castro (PSD) e a definição de ambos para a cúpula local praticamente garante o apoio da Federação PSDB-Cidadania ao projeto de reeleição do prefeito itabunense.
Pancadinha durante lançamento da pré-candidatura a prefeito de Itabuna || Reprodução
Tempo de leitura: 2 minutos

O deputado estadual Fabrício Pancadinha lançou a sua pré-candidatura a prefeito de Itabuna pelo Solidariedade (SDD), na noite desta segunda-feira (18), em um espaço de eventos na Avenida J.S. Pinheiro, no Lomanto. Com a participação de deputados, dirigentes estadual e nacional do SDD, pré-candidatos a vereador e populares, o ex-vereador de Itabuna e hoje deputado se disse um “não político” e prometeu, caso eleito, se cercar de “pessoas técnicas e de qualidade” para governar o município sul-baiano.

– Eu não sou político. Eu sou a voz dos que não têm voz – bradou para um público estimado em mais de 2 mil pessoas na área interna da Terceira Via Hall.

Durante o seu discurso, Pancadinha tratou de, sem citar possíveis oponentes, afirmar que é morador do São Pedro e, após mandato de vereador e, agora, de deputado, continua morando no bairro periférico de Itabuna. “Não tenho vergonha de falar de onde eu sou. Agora, chegou a nossa vez”.

O parlamentar faz críticas à gestão de Augusto Castro em áreas como a saúde, a educação e infraestrutura. “Estão entregando bom resultado?”, questionou, de forma retórica, para fechar: “Isso não é gestão. Gestão é olhar no olho [do povo]. Agora, você [governar] de longe?”.

Ainda alfinetou governantes que se colocam candidatos e, após eleitos, justificam falta de ação e de entregas dizendo que a cidade tem vários problemas. “E você não sabia? Hoje, estou pré-candidato a prefeito de Itabuna, e sei dos desafios da cidade. Para isso, [para enfrentar os desafios] vamos ter pessoas técnicas e de qualidade do meu lado. Não adianta só falar. Precisamos de ação”.

HORA DO TROCO

Após as críticas indiretas, o deputado e pré-candidato disse que não estava ali “para falar mal de seu ninguém nem olhar para trás”. E complementou: “o que a gente espera é o melhor”. Prometeu andar “pelos quatros cantos da cidade”: Com doses de sarcasmo, completou: “Pode chamar Pancadinha para tudo que é bairro que você quiser. Eu não vou precisar me esforçar, colocar mão em panela em eleição”.

Ao eleitor, ainda ensinou que está chegando a hora de “dar o troco”. “Sabe por quê? Eles vão vir com dinheiro, vão vir com milhões, mas nós vamos derrubar a casa deles”. E pediu ao eleitorado uma pré-campanha sem brigas, sem ódio. “O Pancada é amor”.

ELEIÇÕES 2024

O primeiro turno das eleições municipais de 2024 será em 6 de outubro, quando serão escolhidos os prefeitos e vices e a composição das câmaras de vereadores. Nas cidades acima de 200 mil eleitores, pode haver segundo turno, em 27 de outubro. Até agora, além de Pancadinha (SDD), alguns dos pré-candidatos a prefeito de Itabuna são a delegada Lisdeili Nobre (UB), Capitão Azevedo (PDT), Chico França (PL), Dr. Isaac Nery (PDT), Geraldo Simões (PT) e Augusto Castro (PSD), que disputa a reeleição. Atualizado às 10h50min para correção de informações.

Pancadinha lançará pré-candidatura a prefeito em evento na Terceira Via Hall
Tempo de leitura: < 1 minuto

O ex-vereador de Itabuna e hoje deputado estadual Fabrício Dias, Pancadinha (SDD), lançará pré-candidatura a prefeito do município baiano na próxima segunda-feira (18).

O evento será na Terceira Via Hall, na Avenida J.S. Pinheiro, no Lomanto, a partir das 19h. O lançamento ocorre na véspera do feriado do padroeiro da cidade, São José.

Principal nome da oposição ao prefeito Augusto Castro (PSD), Pancadinha deverá reunir lideranças do campo oposicionista estadual. Um dos nomes aguardados é o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (UB), ex-candidato a governador da Bahia.

Pancadinha usou redes sociais para anunciar o evento. “Vamos começar uma nova história”, diz o deputado. E completa: “o futuro começa agora”.

PRÉ-CANDIDATURAS

A disputa à Prefeitura de Itabuna reúne, até aqui, nomes como Pancadinha, Chico França (PL), Geraldo Simões (PT), Capitão Azevedo (PDT) e Isaac Nery (sem partido), além do prefeito Augusto Castro e a delegada Lisdeili Nobre (UB).

Augusto atende a apelo do empresariado; Valdino, da ACI, comemora
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Augusto Castro (PSD) decidiu pela prorrogação do Programa de Regularização de Dívidas (Refis). O último prazo seria esta quinta-feira (22), mas o prefeito atendeu a pedido de dirigentes de entidades empresariais. Com isso, o programa, chamado de Regularize Itabuna, permitirá descontos dos juros e multas para negociações até 29 de março.

O Decreto 15.706 foi publicado na edição do início da noite de hoje do Diário Oficial do Município. A negociação para que o prazo fosse esticado contou com representantes da Associação Comercial de Itabuna, Sindicato do Comércio e Câmara de Dirigentes Lojistas de Itabuna.

“A união das entidades empresariais e o diálogo com o Poder Público foram fundamentais na negociação [prorrogação]”, afirmou o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI), Valdino Cunha.

CONDIÇÕES DE NEGOCIAÇÃO

Pelo Refis, o contribuinte, seja ele pessoa física ou pessoa jurídica, pode ter desconto de 100% nos juros e multas incidentes sobre as dívidas. De acordo com o programa de regularização, o desconto máximo é concedido a quem pagar a dívida à vista ou em até 3 parcelas.

O desconto fica em 80% se for para pagamento em cinco parcelas. Se o contribuinte optar por pagamento em até 10 parcelas, o desconto cai para 60%. Se em 24 vezes, o desconto será de 40%. Esticando para 36 parcelas, 20%. O desconto incide apenas sobre multas e juros. Os valores de origem da dívida são atualizados monetariamente.

Cada parcela tem valor mínimo de R$ 50,00, caso seja para pessoa física ou microempreendedor individual; de R$ 100,00 para micro ou pequena empresa optante pelo Simples Nacional; e de R$ 500,00 para os demais contribuintes.

Câmara terá sessões extraordinárias para votar matérias de interesse do Executivo || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Augusto Castro (PSD) enviou à Câmara de Vereadores projeto de lei que institui o Programa de Desligamento Voluntário (PDV) de Servidores. Para discutir a matéria, a Câmara abre, na próxima terça-feira (23), período de sessões extraordinárias, após convocação feita pela presidência da Casa.

Hoje, o município possui cerca de 7 mil servidores. Destes, quase 5 mil são estáveis e que poderão fazer a opção pelo desligamento voluntário.

Além do PDV de servidores, o prefeito encaminhou ao Legislativo, segundo o presidente Erasmo Ávila (PSD), “uma série de projetos”. Dentre eles, a criação do Programa Esporte e Juventude em Movimento, da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, tocada por Alcântara Pellegrini.

Outra iniciativa é o PL de fomento à manifestação da cultura popular tradicional, com premiação por reconhecimento de trajetória dos blocos carnavalescos que participam da Lavagem do Beco do Fuxico. Há, ainda, o projeto de lei que institui bolsa formação para candidatos a cargos públicos com formação obrigatória.

Rosemberg defende unificação para que base aliada tenha sucesso em Itabuna
Tempo de leitura: < 1 minuto

Líder do Governo Jerônimo Rodrigues na Assembleia Legislativa (Alba) e deputado estadual com maior votação no Litoral Sul, Rosemberg Pinto (PT) vê como natural o apoio da base governista estadual à reeleição do prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD), mas diz considerar legítimo que o seu partido apresente um nome para a disputa de 2024, o do ex-prefeito Geraldo Simões.

O parlamentar avalia que, “com muitos pré-candidatos e indefinições na base aliada, é preciso concentrar esforços em quem seja melhor capaz de fazer um enfrentamento ao carlismo”. Na avaliação do deputado e sociólogo, Augusto seria o nome de maior fôlego para o embate eleitoral.

OPOSIÇÃO NA LIDERANÇA

Até aqui, há seis nomes para a disputa em 2024, dentre eles o que lidera todas as pesquisas de intenções de voto, o deputado estadual Pancadinha (SDD), que é ligado ao ex-prefeito de Salvador ACM Neto. A última, feita pela Compasso no período de 3 a 6 de outubro, apontava Pancadinha com 30,22% das intenções de voto ante 17,89% de Augusto e 6,61% de Geraldo. Da base governista, há apenas os nomes de Geraldo e de Augusto até aqui.

– Temos um prefeito que tem, obviamente, direito à reeleição, e apoiou a eleição de Jerônimo e Lula. Na minha opinião é quem está em melhores condições de fazer essa disputa, mas é legítimo que o partido (PT) apresente um nome e essa discussão passe a ser também no convencimento. Essa é uma posição da maioria do partido e eu espero que aconteça, para que a gente busque uma unificação – disse o líder do Governo.

Começa a obra da segunda etapa do Hospital São Lucas|| Foto Divulgação
Tempo de leitura: 2 minutos

O Hospital São Lucas será reaberto pela Santa Casa de Misericórdia de Itabuna nesta sexta-feira (28) em solenidade com a participação do governador Jerônimo Rodrigues e do prefeito Augusto Castro. A cerimônia está prevista para começar às 11h e integra as comemorações pelos 113 anos do município sul-baiano.

Segundo o provedor da Santa Casa, Francisco Valdece, amanhã será entregue a primeira etapa das obras de reforma e reabertura do hospital. A unidade será voltada apenas para atendimento pelo SUS. Na última terça (25), a unidade recebeu equipamentos e mobiliários de convênio com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) e Prefeitura de Itabuna.

Entre os materiais que chegaram para o novo Hospital São Lucas estão camas de leito, colchões impermeáveis, suportes para soro, armários para guardar enxoval, ventiladores mecânicos, aspiradores de secreção, eletrocardiógrafos, cardioversores, monitores multiparamétricos, focos cirúrgicos em Led, kit de laringoscópio, aparelho de ultrassom, kit nebulização e carinhos para transporte de materiais e equipamentos.

Amanhã serão abertos 27 leitos clínicos regulados, sendo um de isolamento, além de ambulatório para várias especialidades e laboratório de análises clínicas e área de apoio, como nutrição e Central de Material e Esterilização (CME).

HOSPITAL TERÁ 121 LEITOS

A unidade hospitalar está sendo ampliada de 3,5 mil para 8,7 mil metros quadrados. Quando estiver em pleno funcionamento, o novo Hospital São Lucas disponibilizará 121 leitos, com 20 deles de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e Unidade de Hemodiálise, com 53 máquinas. A unidade hospitalar contará ainda com um centro cirúrgico com quatro salas, cinco salas de recuperação pós-anestésica, centro de imagenologia, centro médico multiprofissional com 16 consultórios, além de toda a estrutura de apoio.

A segunda etapa da obra começará ainda neste início de semestre, segundo o provedor Francisco Valdece. O projeto está sendo executado por etapas, conforme a captação e liberação de recursos nos governos estadual e federal. “Esse projeto representa uma grande conquista para população do município e o seu andamento depende do trabalho de todos. Estamos muito felizes em entregar um hospital 100% SUS”, afirma Francisco Valdece.

Marão e Augusto se abraçam em evento da Polícia Rodoviária em Itabuna
Tempo de leitura: < 1 minuto

O clima beligerante entre os prefeitos Mário Alexandre, de Ilhéus, e Augusto Castro, de Itabuna, das últimas semanas deu lugar a, pelo menos, um armistício, na manhã desta terça-feira (4). Durante a passagem de comando da Polícia Rodoviária Estadual em Itabuna, ambos se abraçaram publicamente.

O sinal de paz ocorre depois de, ontem (3), Augusto ter afirmado ao PIMENTA que levaria à presidência estadual do PSD o flerte de Marão com o deputado estadual Fabrício Pancadinha (SDD), hoje principal opositor do governo de Augusto.

Ao deixar o Sest/Senat, onde ocorreu a solenidade, Marão lembrou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em modo afável. “Não tenho problema com ninguém. Quero paz e amor”, comentou ao ser questionado pela reportagem sobre o caloroso abraço em Augusto. Antes, o prefeito ilheense dizia que não havia aliança com o adversário político do colega de partido e tratava o caso como “mera especulação”.

Também presente ao evento da Polícia Rodoviária Estadual em Itabuna, a deputada estadual Soane Galvão (PSD), esposa de Marão, disse a empresários,  na Associação Comercial de Itabuna (ACI), não ter problemas com Augusto, mas revelou contrariedade por não ter ligações atendidas pelo prefeito. Na outra ponta, definiu como muito boa a relação com o colega de legislatura e deputado Pancadinha. A parlamentar também cumprimentou e conversou com Augusto hoje. Paz selada no ninho do PSD.

Marão e Soane prestigiam evento organizado por Pancadinha || Reprodução/Instagram
Tempo de leitura: 3 minutos

 

Por que Marão estaria se envolvendo no pleito de Itabuna, reforçando um pré-candidato de oposição ao Governo do Estado contra seu colega de partido, pré-candidato à reeleição?

Rodrigo Cardoso

Surpreendeu a todos a animada presença do prefeito de Ilhéus, Mario Alexandre (PSD), na festa do deputado estadual Fabricio Pancadinha (SD), na vizinha cidade de Itabuna. O que poderia ser visto como mera cortesia entre autoridades públicas, ainda mais pelo fato da esposa de Marão, Soane Galvão (PSB), ser colega de Assembleia Legislativa do deputado, ganhou contornos políticos que geraram diversas especulações.

Num dia em que o prefeito de Itabuna, Augusto Castro, colega de partido de Marão, também fazia festa, essa presença significaria uma aproximação política com Pancadinha, que se revelou a principal representação eleitoral da oposição ao Governo do Estado no Litoral Sul e é pré-candidato a prefeito com o apoio do candidato a governador derrotado ACM Neto (UB). Lembrando-se que, dentre as dez maiores cidades do estado, apenas quatro são governadas por partidos da base e, em quase todas, a oposição foi vitoriosa na eleição para governador, inclusive em Ilhéus e Itabuna.

Segundo alguns, essa aproximação teria como objetivo a construção de relações políticas com vistas a projetos futuros do prefeito Marão, de candidatura a deputado federal, ou até sonhos maiores.

Acordos políticos e eleitorais entre candidatos a deputado da base do Governo e da oposição são mais comuns do que gostariam os militantes e dirigentes com compromisso mais perene com o projeto político democrático e popular liderado pelo Partido dos Trabalhadores na Bahia. No entanto, geralmente, movem-se nos municípios menores, onde bandas A, B, C, D buscam conciliar projetos políticos locais com o fortalecimento que a relação com deputados de Governo ou oposição, republicanas ou não, oferecem.

Nas cidades maiores, é de se esperar que os partidos que compõem a base de sustentação do governador e que, portanto, têm maior interesse em fortalecer esse campo e reverter o cenário adverso das últimas eleições, se esforcem para a construção do máximo de unidade possível, enxergando, também, que a eleição de prefeitos da base facilita para que o Governo do Estado implemente políticas públicas para o desenvolvimento das cidades e a melhoria das condições de vida das pessoas.

O prefeito Marão é exemplo disso. Após uma metade de primeiro mandato extremamente contestada, com alta rejeição – que se refletiu no resultado eleitoral negativo de sua mãe, a ex-deputada Ângela Sousa, que não conseguiu a reeleição -, o prefeito conseguiu dar a volta por cima, se reelegendo e elegendo a esposa deputada estadual com grande votação. Tudo isso impulsionado pelas diversas ações e obras do Governo do Estado em Ilhéus, que ele soube muito bem capitalizar e reforçar com suas ótimas relações com o então governador e hoje ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa (PT).

Desse modo, cabe a pergunta: por que Marão estaria se envolvendo no pleito de Itabuna, reforçando um pré-candidato de oposição ao Governo do Estado contra seu colega de partido, pré-candidato à reeleição?

Esse questionamento se reforça porque, em Ilhéus, onde sua responsabilidade de liderar o processo sucessório é óbvia e onde a Federação Brasil da Esperança (PT, PCdoB e PV), do presidente Lula e do governador Jerônimo Rodrigues, não faz parte de sua base, mas tem demonstrado total boa vontade em contribuir com as ações que beneficiam o povo, ele tem dito que só falará de sucessão no ano que vem, apesar de várias lideranças do arco político da base já se movimentarem, com ou sem seu aval.

Poderia responder que seria um movimento ousado para trazer o deputado Pancadinha para a base, deslocando-o do campo de ACM. Aí alguns poderiam considerar que seria apenas uma briga entre caciques do PSD no sul da Bahia, sem maiores consequências para a grande coalizão que governa o estado. Porém, as conversas de bastidores estão longe de referendar essa visão mais otimista.
Seguimos observando.

Rodrigo Cardoso é dirigente do PCdoB em Ilhéus e membro da direção estadual do Partido.

Augusto e Saulo discutem ajustes no projeto de duplicação de trecho da Juraci Magalhães || Reprodução
Tempo de leitura: < 1 minuto

As obras de duplicação do trecho da Avenida Juracy Magalhães que vai do antigo Posto Cachoeira até o Cidadelle, na saída de Itabuna para Ilhéus, devem começar no segundo semestre deste ano. O prefeito Augusto Castro (PSD) discutiu ajustes no projeto com o superintendente de Infraestrutura de Transportes da Bahia (SIT), Saulo Pontes, nesta segunda-feira (15).

A duplicação do trecho de mais de 2 quilômetros será executada pelo governo do estado. “As obras serão iniciadas no segundo semestre deste ano, após a realocação dos postes da via, através da Coelba, com previsão de, no mínimo, 45 dias”, assegurou Augusto em seus perfis nas redes sociais.

O projeto prevê trecho duplicado com ciclovia, canteiro central, ciclofaixa com duas vias e duas rotatórias na saída da cidade para Ilhéus. “Essa obra irá trazer um novo vetor de desenvolvimento para a nossa cidade com ligação na nova BA-649”, destaca o prefeito.

O viário que ligará a cidade à BA-649 ainda prevê uma nova rodovia na margem direita do Cachoeira, que também deverá ser executada de forma simultânea. As duas obras mais desapropriações estão orçadas em, pelo menos, R$ 23 milhões. Os dois governos estudam como proceder as desapropriações, principalmente na margem esquerda, hoje prolongamento da BR-415.

NOVA LIGAÇÃO ILHÉUS-ITABUNA

Nova ligação Itabuna-Ilhéus, a BA-649 tem cerca de 40% das obras concluídas. Ela está sendo construída na margem direita do curso do Rio Cachoeira, margem oposta à BR-415. As duas rodovias serão interligadas por quatro pontes, das quais uma em construção. A previsão do governo estadual é de que as obras da BA-649 sejam entregues no primeiro semestre de 2024. Atualizado às 16h05min para correção de informação.

Augusto diz que bloqueio afetará pagamento do funcionalismo e fornecedores || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Prefeitura de Itabuna sofreu ordem de bloqueio judicial de R$ 8,8 milhões em suas contas para pagamento de precatórios de dívida deixadas por ex-gestores. O bloqueio foi ordenado na semana passada, mas tornado público hoje (26), e pode afetar o pagamento do salário de abril do funcionalismo.

Numa nota, o município aponta que a medida impactará duramente no compromisso com os “servidores e fornecedores que vinham sendo pagos em dia nos últimos 27 meses”.

O prefeito Augusto Castro se pronuncia dizendo que acionou as secretarias da Fazenda e Orçamento para buscar solução do problema “causado pelo sequestro das contas para que sejam minimizados os danos e que a cidade continue em um cenário positivo, honrando os compromissos econômicos e financeiros”.

Ainda em nota, o governo informa ter iniciado a gestão com R$ 80 milhões em débitos deixados pelos antecessores e, apesar disso, teve as contas do exercício de 2021 aprovadas pelo TCM-BA. “Ele [o prefeito] também conseguiu negociar dívidas e obter em novembro do ano passado na sua capacidade de pagamento classificação B na Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda”.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Da bancada de sustentação e do mesmo partido do prefeito Augusto Castro, Erasmo Ávila (PSD) foi à tribuna do Legislativa, nesta segunda-feira (3), para cobrar o retorno do estacionamento rotativo na região central de Itabuna, a Zona Azul.

Afirmando que representava o comércio, o vereador fez apelo ao prefeito Augusto Castro, além da Secretaria da Fazenda. “A gente precisa retornar urgente a Zona Azul. É um apelo que a cidade faz, essa licitação está meio complexa, mas eu preciso de uma resposta para que Itabuna retome a organização do nosso trânsito. A Zona Azul gera emprego, gera receita para o município, não tem por que não fazer o dever de casa”, disse.

Antes de fazer cobranças, o presidente da Casa massageou o prefeito. Agradeceu por ter atendido a pedidos de obras de macrodrenagem, saneamento e pavimentação. “O prefeito está atendendo alguns pedidos nossos; claro que não dá para tudo de vez. Tem ruas que não passava máquina há quase 20 anos. Então, a comunidade está muito contente”, disse.

Mais de 40 mil pessoas foram à festa, segundo Prefeitura de Itabuna || Imagem Reprodução/Instagram
Tempo de leitura: 2 minutos

A abertura da 42ª Lavagem do Beco do Fuxico, nesta quinta-feira (9), em Itabuna, reuniu mais de 40 mil foliões, segundo estimativa da Prefeitura, que organiza o evento com a Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc).

Thiago Aquino se apresenta na Lavagem do Beco do Fuxico || Foto PMI

O som da noite ficou por conta da Banda Zorra, Charanga da Alegria, Edu Casanova e Thiago Aquino, que fez os fãs da sofrência cantar sucessos como Me bloqueia, vida.

Os shows de hoje (10) à noite serão dos grupos Pecados Capitais, Afrodisíaco e Parangolé. De acordo com o prefeito Augusto Castro (PSD), o vice-governador Geraldo Júnior (MDB) já está em Itabuna para prestigiar a segunda noite da Lavagem.

O último dia da Lavagem do Beco do Fuxico, amanhã, sábado (11), levará para a avenida a alegria dos blocos tradicionais e apresentações na Beira-Rio, a partir das 14h, com o Bailinho Infantil. A programação para os foliões adultos começa às 18h, com Dani Matos, seguida por DJ Day, Boyzinho, La Fúria e O Índio.

NOITE DE ABERTURA FOI TRANQUILA, SEGUNDO PM

Noite foi tranquila, com pequenas ocorrências, afirma PM

Hoje (10), o presidente da Ficc, Aldo Rebouças, e outros representantes do município se reuniram com o capitão Gilvan dos Santos, comandante de Operações do 15º Batalhão da Polícia Militar, para avaliar a segurança na primeira noite do evento.

– Podemos dizer que foi uma noite tranquila, com policiamento reforçado e poucas ocorrências. Na verdade, as ocorrências que aconteceram foram ao final do evento, em pontos de ônibus, mas nada de grave – afirmou o oficial da PM.