Motociclista atira no carro onde José da Paixão estava com a família
Tempo de leitura: 2 minutos

A Polícia Civil prendeu, nesta segunda-feira (20), o policial militar apontado como autor do disparo que matou o pedreiro José da Paixão dos Santos Nascimento, de 40 anos, no último dia 5, em Itabuna. O PM foi detido em casa, no Jaçanã, na mesma cidade. Com o suspeito, os policiais apreenderam uma pistola, celular e um capacete. A motocicleta dele foi apreendida em outro endereço.

Câmera de videomonitoramento filmou o exato momento em que, após discussão de trânsito, o condutor de uma motocicleta sacou uma pistola e atirou no carro de transporte por aplicativo onde José da Paixão estava com a família, no bairro Jardim Primavera. O pedreiro, que não tinha nada a ver com o bate-boca, foi atingido na cabeça e morreu instantes depois. O policial preso hoje (20) seria a mesma pessoa que aparece cometendo o crime na gravação (relembre).

Lotado no 15º Batalhão de Polícia Militar, em Itabuna, o policial já havia sido afastado das atividades pela corporação. Ele chegou a se apresentar à Polícia Civil, na sexta-feira (10), mas foi liberado após depoimento.

Morador da Vila Juerana, na zona norte de Ilhéus, José da Paixão era muito querido pela comunidade. Ele deixou dois filhos e a esposa, Milena Santos Ferreira. As crianças e a companheira da vítima presenciaram o homicídio e entraram em choque.

José da Paixão deixou a esposa e dois filhos

Até o momento, apenas as iniciais do nome do PM foram divulgadas (A.R.D.S.F). A expectativa é de que ele seja levado para a sede do Batalhão de Choque da PM-BA, em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador. Com informações do site Fábio Roberto Notícias.

PM seria autor do disparo que matou José da Paixão, domingo (5), em Itabuna
Tempo de leitura: < 1 minuto

O policial militar apontado como autor do disparo que matou o pedreiro José da Paixão dos Santos Nascimento, de 40 anos, no domingo (5), em Itabuna, se apresentou hoje (10) à Polícia Civil, na mesma cidade.

Morador da Vila Juerana, em Ilhéus, o trabalhador foi morto ao lado dos dois filhos e da esposa, quando a família visitava amigos e parentes na cidade vizinha e solicitou transporte por aplicativo. O carro em que eles estavam cruzou o caminho de um motociclista, no bairro Jardim Primavera. Após um bate-boca com o motorista do outro veículo, o condutor da moto sacou uma pistola e disparou. A bala estourou o vidro traseiro do automóvel e atingiu a cabeça de José.

O crime foi filmado por câmeras de segurança (veja aqui). O PM que se apresentou à Polícia seria o mesmo homem que tirou a vida de José da Paixão. Como não havia mandado de prisão contra o suspeito, ele foi liberado após o depoimento.

José da Paixão foi morto em Itabuna após discussão entre motorista e motociclista
Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma discussão de trânsito resultou em tragédia, neste domingo (5), em Itabuna. Após desentendimento entre um motociclista e um motorista de transporte por aplicativo, no Jardim Primavera, o condutor da moto sacou uma arma de fogo e atirou contra o carro do interlocutor. A bala atingiu a cabeça do passageiro do veículo, o pedreiro José Paixão, de 40 anos. Levado para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, ele não resistiu ao ferimento e faleceu.

Morador da Vila Juerana, em Ilhéus, José estava com a namorada e uma criança a bordo do carro. A criança foi ferida por estilhaços de vidro, mas passa bem. A mulher e o motorista não foram feridos.

Tiro destruiu vidro traseiro do carro antes de atingir a vítima || Foto Redes Sociais

O motociclista fugiu e ainda não foi identificado. Imagens de câmeras de segurança podem ajudar a Polícia Civil a identificar o autor do crime.

José Paixão gostava de pedalar e pescar nas horas vagas e fazia parte do Clube de Pesca de Ilhéus. A morte do trabalhador gerou consternação na Juerana, que fica no distrito de Aritaguá, zona norte do município.

Davidson e Augusto e filhos de Everaldo Cardoso na reinauguração da Vila || Fotos Pedro Augusto
Tempo de leitura: 2 minutos

O Governo da Bahia e a Prefeitura de Itabuna entregaram, neste sábado (1º), a requalificação da Vila Olímpica Professor Everaldo Cardoso, no São Caetano, e o novo campo de futebol do bairro Jardim Primavera. O ato contou com a presença do secretário estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães, e do prefeito Augusto Castro (PSD), além do secretário de Esportes e Lazer do município, Alcântara Pellegrini.

Augusto Castro agradeceu ao Governo do Estado, em nome de Davidson Magalhães, pela parceria com a Prefeitura. “Tudo isso é fruto do entendimento comum que partilhamos com o governador Rui Costa sobre a importância do esporte para promoção e inclusão social de crianças, jovens e adultos”, declarou o prefeito.

Novo campo de futebol do Jardim Primavera

Já Davidson chamou atenção para o volume de recursos empregados pelo Estado nos equipamentos esportivos da cidade. Segundo o secretário, foram R$ 10 milhões nos últimos dois anos. Também lembrou da requalificação do Estádio Luiz Viana Filho (Itabunão), que tem processo licitatório em andamento.

Piscina da Vila Olímpica foi um dos equipamentos requalificados

“Nós entendemos que, além da educação como princípio para o desenvolvimento da sociedade, o esporte deve ser também priorizado como instrumento de socialização e integração”, concluiu o titular da Setre.