Tempo de leitura: < 1 minuto

Carlos Coelho, o cassado, foi pivô da troca de gentilezas no plenário.

O médico Carlos Coelho (DEM), que ganhou a parada judicial com o correligionário Solon Pinheiro e vai assumir o mandato de vereador em Itabuna, não quis ficar no mesmo gabinete que era usado pelo desafeto.

Para que Coelho não passe pelo “desconforto” de se sentar na mesma cadeira que acomodou o colega de partido, o pacificador César Brandão (PPS) se prontificou a ceder seu gabinete para o médico.

Em tempo: a Câmara espera receber hoje (23) a notificação para dar posse a Carlos Coelho. Caso isso ocorra, o novo vereador assume o cargo nesta quarta-feira.