Profissionais de saúde de Itabuna recebem máscaras de voluntários
Tempo de leitura: < 1 minuto

A confecção e doação de milhares de máscaras fabricadas em impressoras 3D são o objetivo de um grupo de voluntários makers no sul da Bahia.  A produção será doada, prioritariamente,  aos profissionais que atuam na área de saúde em cidades como Itabuna e Ilhéus. São trabalhadores que estão na linha de frente no combate ao novo coronavírus.

Para assegurar a produção do Equipamento de Proteção Individual, o grupo de voluntários lançou uma vaquinha virtual visando arrecadar dinheiro para compra de materiais necessários para a confecção das máscaras. Qualquer pessoa pode contribuir com a campanha. Acesse aqui a página para ajudar.

A meta inicial do grupo de voluntários é a confecção de mil unidades para distribuição emergencial aos trabalhadores que diariamente têm contato com pacientes infectados e, por causa da grande procura em decorrência da pandemia, enfrentam dificuldade de encontrar os equipamentos de proteção.

PRIMEIRAS DOAÇÕES

As primeiras 60 máscaras produzidas com recursos doados pelos voluntários foram entregues, na quarta-feira (8), para os profissionais que atuam no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, unidades da Santa Casa de Misericórdia, Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Vigilância Epidemiológica.

A entrega do material aos profissionais de saúde contou com o apoio logístico do 4º Grupamento de Bombeiros Militar de Itabuna (4º GBM). “Estamos viabilizando a aquisição de filamento e folhas de acetato usados na fabricação das proteções”, prometeu o oficial. Quem quiser pode conferir a ação do grupo no Instagram.