Na luta pela vida, Andréa revigora-se com as novas mechas de cabelo
Tempo de leitura: 3 minutos

Um dos primeiros compromissos da dona de casa Andréa da Silva Santos na última terça-feira (20) foi uma “passada” no salão de beleza para arrumar o novo cabelo. Foi uma manhã marcada por fortes emoções para a moradora da Mangabinha, em Itabuna. Há quatro meses, Andréa iniciou o tratamento para eliminar um tumor maligno que evoluiu rapidamente. Por causa do processo, ela perdeu o cabelo e passou a usar um lenço na cabeça.

Mas, na terça-feira, um lindo sorriso reapareceu no rosto de Andréa. Tratando-se de um tumor de mama, ela foi a primeira paciente da Unidade de Quimioterapia da Santa Casa de Itabuna (SCMI) beneficiada pela Campanha Doe Amor em Mechas, do Instituto Amor em Mechas. A paciente foi contemplada com uma arrumação no salão de beleza. Além de novas mechas de cabelo, ela ganhou produtos de maquiagem, máscaras, lenços, álcool em gel e uma garrafinha para carregar água.

Os produtos foram enviados pelo Instituto Amor em Mechas, criado em São Paulo, em 2017, pela empresária Débora Pieretti, que foi curada de um câncer de mama depois de ser submetida ao tratamento de radioterapia e quimioterapia. As ações do instituto chegaram em Itabuna agora em julho, por meio da madrinha da Campanha “Doe Amor em Mechas”, Cheila Almeida.

PELA VIDA

Muito emocionada, dona Andréa da Silva fez uma retrospectiva, desde o dia em que o médico confirmou que ela estava com um tumor em uma das mamas até a terça-feira passada, quando recebeu o kit e foi arrumada por uma profissional do Salão De Luí. “Passei por muitos momentos difíceis, mas decidi que teria de lutar para cuidar da minha família, principalmente da minha mãe e do meu irmão, que é especial. Todos os dias busco superar os desafios e vencer essa doença”, contou.

Andréa com a equipe oncológica e do Amor em Mechas em Itabuna

Ela diz ter tomado um grande susto no dia do diagnóstico. “Pensei que minha vida tinha acabado e que a qualquer momento iria dormir e não mais acordar. Os primeiros dias foram marcados por pensamentos de coisas negativas, mas depois resolvi lutar pela minha vida. As ações como de hoje servem para melhorar a minha autoestima”.

A assistente social Maria Vitória Cunha, da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, observou que ações como a que beneficiou Andréa da Silva incentivam o tratamento dos pacientes e agradeceu pela parceria recém-firmada com o Instituto Amor em Mechas. “Estamos muito felizes com essa parceria. Esperamos que outras pacientes também possam ser contempladas com esses kits”.

COMO DOAR

De acordo com Cheila Almeida, qualquer pessoa pode colaborar com a campanha. “As doações podem ser feitas em produtos, como colar de pérolas, batom, lápis de sobrancelhas, paletas de sombras e lenços para cabelo. As doações também podem ser em dinheiro (acesse o site do instituto amoremmechas.com). Quem participa dessa corrente ajuda muito no processo de recuperação da saúde autoestima de milhares de mulheres em tratamento nas unidades oncológicas em todo o país”, informou.

A campanha Doe Amor em Mechas já beneficiou 2,5 mil pacientes em tratamento oncológico em diferentes regiões do país. No sul da Bahia, a campanha funcionará em parceria com as unidades de Radioterapia, Quimioterapia da SCMI e Grupo de Apoio ao Paciente Oncológico (GAPO). As informações sobre a campanha e doações podem ser obtidas pelo WhatsApp (73) 99994 7773 e pelo site amoremmechas.com.