Doma Natália foi recebida com festa nesta sexta-feira
Tempo de leitura: 2 minutos

Em meio ao avanço de casos do novo coronavírus e aumento no número de mortes causadas pela doença, uma boa notícia no extremo-sul da Bahia. Nessa sexta-feira (5), a paciente Natália Cano Bonato, de 61 anos, internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro, recebeu alta médica.

Dona Natália estava hospitalizada desde o dia 7 abril com Covid-19. A paciente deu entrada na unidade já com complicações decorrentes da doença, chegou a ficar em estado grave, teve  paradas cardíacas e com o esforço da equipe multidisciplinar, hoje ela deixa a UTI consciente, conversando, e muito emocionada com a vitória.

Os filhos de Natália, que estavam todo esse tempo sem poder vê-la, prepararam uma homenagem para a mãe e agradeceram aos profissionais pelo acolhimento e cuidados essenciais nesse período. “É um renascimento, mal conseguimos expressar ou colocar em palavras tanta emoção. Foram quase 60 dias de agonia e a equipe médica foi excelente. O dr. Vinícius nos deu o seu melhor lado humano. Gratidão,” ressaltaram.

Dona Natália foi uma das primeiras pacientes com Covid-19 admitidas no Luis Eduardo e a equipe nunca desacreditou dessa conquista. “Vencemos batalhas diárias com ela, que é uma prova de que com essa doença é necessário paciência no tratamento, porque inicialmente compromete o pulmão, mas pode acometer também outros órgãos. Todos estão de parabéns e comemoram com muita alegria essa alta,” disse Vinicius Ferreira, médico que está à frente da UTI-Covid.

Para o diretor técnico do hospital, essa vitória é uma soma de todos os esforços. “Em primeiro lugar ela é sem dúvida uma guerreira, e o HRDLEM vem se empenhando desde março no enfrentamento ao coronavírus, com toda unidade focada e comprometida com os protocolos para produzir resultados como esse que renovam as nossas forças,” destacou Rodrigo Carvalho.