Ederlan (com Sara) é apontado como mandante do crime e Gideão e Zadoque são suspeitos de envolvimento do homicídio || Fotomontagem Azulzinho Itabuna
Tempo de leitura: 2 minutos

O terceiro suspeito de envolvimento na morte da cantora gospel Sara Mariano foi preso nesta quarta-feira (15), em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). O homem foi identificado Gideão Duarte, e teria dirigido o carro em que a vítima estava momentos antes de desaparecer, em 24 de outubro.

Gideão foi encontrado por policiais na casa onde mora, por voltadas 7h. Durante a investigação do caso, ele foi apontado como um motorista por aplicativo que teria feito uma corrida para Sara. O carro dirigido na ocasião não era dele, mas sim de um vizinho, o empresário Hugo Ricardo Cora, também conhecido na comunidade religiosa como “Apóstolo Hugo”.

Quando soube que o veículo estava envolvido no crime, o empresário foi até a delegacia e explicou que havia emprestado o carro. Na ocasião, Gideão foi ouvido na delegacia e liberado.

A prisão de Gideão é a terceira do caso Sara Mariano. A segunda prisão referente ao caso ocorreu na noite de terça-feira (14), na Ilha de Itaparica. O homem foi identificado como Bispo Zadoque, que tem atuação em igrejas evangélicas na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Leia Mais