Tempo de leitura: < 1 minuto

O Governo do Estado da Bahia abriu, nesta segunda-feira (9), as inscrições para o concurso para o preenchimento de mil vagas nos quadros da Polícia Civil. São 150 vagas para o cargo de Delegado, 150 para Escrivão e 700 para Investigador. Os interessados têm até o dia 7 de junho para se inscrever.

A taxa de inscrição varia de acordo com o cargo pretendido pelo candidato. Ela é de R$ 140 para os cargos de Escrivão e Investigador, e R$ 160, para Delegado. Do total de vagas ofertadas, 5% serão reservadas a pessoas com deficiência e 30% para candidatos que se autodeclararem negros. A prova será aplicada em Salvador, no dia 24 de julho.

Com validade de um ano, prorrogável por igual período, o concurso será organizado pelo Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), em parceria com a Secretaria da Administração (Saeb) e Polícia Civil. Acesse aqui o edital com todas as informações sobre o concurso.

Para ingresso na carreira de Delegado, é exigido diploma de bacharel em Direito. Para os demais cargos é necessário possuir diploma de conclusão de curso superior em qualquer área de conhecimento, além da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), categoria B, no mínimo, para os investigadores. Em todos os casos, o diploma do candidato deve ter reconhecimento do Ministério da Educação (MEC) e a carga de trabalho semanal é de 40 horas.

Resultado preliminar do concurso da Civil será divulgado nesta quinta-feira
Tempo de leitura: 2 minutos

O Governo do Estado publica, nesta quinta-feira (21), no Diário Oficial, o edital de abertura de inscrições para concurso da Polícia Civil da Bahia. São 150 vagas para o cargo de Delegado, 150 para Escrivão e 700 para Investigador. As inscrições serão realizadas pelo endereço www.ibfc.org.br, entre as 10h do dia 9 de maio e as 23h do dia 7 de junho.

O valor da taxa varia de acordo com o cargo pretendido pelo candidato: R$ 140 para Escrivão e Investigador, e R$ 160, para Delegado. Do total de vagas ofertadas, 5% serão reservadas a pessoas com deficiência e 30% para candidatos que se autodeclararem negros, de acordo com a legislação vigente.

Com validade de um ano, prorrogável por igual período, o concurso será organizado pelo Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), em parceria com a Secretaria da Administração (Saeb) e Polícia Civil.

Para ingresso na carreira de Delegado, é exigido diploma de bacharel em Direito. Para os candidatos aos cargos de Escrivão e Investigador, é necessário possuir diploma de conclusão de curso superior em qualquer área de conhecimento, além da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), categoria B, no mínimo, para os investigadores. Em todos os casos, o diploma do candidato deve ter reconhecimento do Ministério da Educação (MEC) e a carga horária de trabalho semanal é de 40 horas.

A prova será aplicada em Salvador, no dia 24 de julho deste ano e, por causa da pandemia, para a prevenção e controle da disseminação da Covid-19, a aplicação das provas seguirá critérios de segurança sanitária. O não cumprimento destes pelo candidato implicará na sua retirada do local de provas e exclusão do concurso público.

O resultado final do concurso, bem como de todas as suas etapas e informações complementares, serão divulgados no site oficial do IBFC e no Portal do Servidor. Após a homologação, a Polícia Civil irá convocar os candidatos aprovados para realização de exames pré-admissionais e da investigação social e do curso de formação, como indicado em edital. Aqueles que estiverem aptos serão convocados para o curso de formação, promovido pela Polícia Civil.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O edital para o concurso da Polícia Federal deve ser publicado ainda neste mês de janeiro. A informação foi divulgada pelo presidente Jair Bolsonaro, em um post no Twitter, na manhã deste domingo (10). O último concurso da PF foi realizado em 2018 e ofereceu 500 vagas de nível superior.

Em dezembro, o Diário Oficial da União publicou autorização para a realização do concurso para o preenchimento de cargos na Polícia Federal. No total, o concurso prevê a disponibilização de 1,5 mil vagas de nível superior para os cargos de delegado, escrivão, papiloscopista e agente de polícia federal.

De acordo com a Portaria 14.358, que trata do assunto, o prazo para a publicação do edital de abertura de inscrições será de até seis meses. São 123 postos para delegado, 400 vagas para escrivão, 84 para papiloscopista e 893 para agentes. Da Agência Brasil.

Tempo de leitura: 2 minutos

Inscrição para concurso da civil começa nesta quinta-feira

A Secretaria Estadual da Administração abre, nesta quinta-feira (1º), as inscrições para o concurso da Polícia Civil da Bahia, que oferece 1.000 vagas, das quais 880 para investigador, 82 para delegado e 38 para escrivão. Para qualquer um dos cargos é exigido curso superior do candidato. Os aprovados devem ser convocados ainda neste ano.
As inscrições começam às 9 horas (horário local) e poderão ser feitas até o dia 2 de março, exclusivamente pela internet, no site https://www.vunesp.com.br/SAEB1704.  A taxa é de R$ 160 para delegado e R$ 140 para os cargos de investigador de polícia e escrivão. Os candidatos incluídos no Cadastro Único para Programas Sociais podem solicitar a isenção da taxa de inscrição.
O concurso é composto de sete etapas, sendo a primeira de provas objetivas de caráter eliminatório e classificatório prevista para ocorrer no dia 22 de abril, a partir das 8 horas, em Salvador. Haverá provas discursivas para os três cargos. Para o cargo de delegado, o candidato deve ter concluído o curso de Direito até o ato de posse.
INVESTIGADORES E ESCRIVÃES
Os investigadores podem ser graduados em qualquer área, mas precisam possuir carteira de Carteira Nacional de Habilitação (CNH),  na categoria “B”, no mínimo. Para o cargo de escrivão, é exigido somente curso superior em qualquer área do conhecimento.
A remuneração inicial, por regime de trabalho de 40 horas semanais, é de R$ 11.389,96 para delegado.  Para os cargos de investigador de polícia e escrivão, a remuneração será de R$ 3.915,85 para 40 horas de trabalho semanal.
Das 880 vagas para o cargo de investigador, 572 são de ampla concorrência, 264 para candidatos negros e 44 para pessoas com deficiência. Para delegado, são 53 vagas para ampla concorrência, 25 para negros e quatro para pessoas com deficiência. Já para escrivão, são 25 vagas para ampla concorrência, 11 para negros e duas para pessoas com deficiência.

Tempo de leitura: < 1 minuto

polícia-civilFuturos delegados, investigadores e escrivães da polícia civil baiana estão apreensivos. Já matriculados no curso de formação da Acadepol, eles esperam iniciar o treinamento no dia 10 de agosto, data publicada no site do governo.

O motivo da apreensão, no entanto, é a falta de confirmação do início do curso no Diário Oficial do Estado. Sem essa publicação oficial, futuros policiais que já são servidores têm dificuldade para requerer a licença dos atuais cargos.

Os problemas não terminam aí. Como a maioria dos aprovados no concurso de 2013 não reside em Salvador, será necessário saber a data para compra de passagens e aluguel de moradia para o período de quatro meses de duração do curso.

A dor de cabeça é que muitos já duvidam do início no dia 10, dado o silêncio do DOE.

Tempo de leitura: < 1 minuto

polícia-civilOs 827 aprovados no concurso público para delegados, investigadores e escrivães da Polícia Civil, realizado em janeiro de 2013, já têm data para ingressar no curso de formação promovido pela Academia da Polícia Civil (Acadepol). Com duração de quatro meses e aulas em período integral, o curso começa no dia 10 de agosto e será realizado na nova sede da Acadepol, em Salvador.

O curso visa facilitar a compreensão do exercício da atividade de Segurança Pública como prática da cidadania, da participação profissional, social e política. “O nosso objetivo também é estimular nos novos profissionais da segurança pública a adotar atitudes de justiça, cooperação, respeito à lei, promoção humana e repúdio a qualquer forma de intolerância”, explica a diretora da Acadepol, delegada Kátia Brasil.

GRADE CURRICULAR

O projeto pedagógico da Acadepol buscou atender às sugestões constantes na Matriz Curricular Nacional para Ações Formativas dos Profissionais da Área de Segurança Pública e inclui módulos como sistemas, instituições e gestão integrada em segurança pública, modalidades de gestão de conflitos e eventos críticos, comunicação, informação e tecnologias em segurança pública, valorização profissional e saúde do trabalho.

Além das disciplinas que integram a grade curricular, os 180 novos delegados, 108 escrivães e 539 investigadores vão participar de visitas técnicas e estágio supervisionado durante o curso de formação. As aulas serão ministradas, das 7h50min às 18h, com a possibilidade de ocorrerem também aos sábados, domingos e feriados.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O governo baiano publicou no Diário Oficial do Estado edital para realização de concurso público da Polícia Civil. Serão oferecidas 100 vagas para delegado, 100 para escrivão e 400 para investigador, já inclusos os 5% reservados a pessoas com deficiência.
CONFIRA EDITAL DO CONCURSO
As inscrições começam no próximo dia 29 e vão até 19 de fevereiro. A taxa custa R$ 120,00 para quem concorrer a vaga de escrivão ou investigador e R$ 150,00 para vaga de delegado.
As provas objetivas e discursivas do concurso serão aplicadas pelo Cespe, tendo como polos municípios de Itabuna, Salvador, Barreiras, Juazeiro e Vitória da Conquista. A remuneração máxima varia de R$ 2.665,91 (escrivão ou investigador) a R$ 9.155,28 (delegado), conforme edital.