Tempo de leitura: < 1 minuto

Antonio Patriota Agência BrasilAs edições de ontem e hoje (7 e 8) d´O Globo revelam que o Brasil foi um dos alvos da espionagem eletrônica dos Estados Unidos, pelo menos, até 2002. Ontem, o governo brasileiro pediu explicações aos Estados Unidos quanto à espionagem praticada pela Agência Nacional de Segurança daquele país (NSA).

O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, disse que as explicações foram cobradas por meio da Embaixada do Brasil em Washington e à Embaixada dos Estados Unidos no Brasil. Patriota disse que o governo brasileiro recebeu a notícia de espionagem com “grave preocupação”.

O escândalo sobre o monitoramento das comunicações privadas de cidadãos e empresas de dentro e de fora do país pelo governo dos EUA veio à tona após o ex-técnico em segurança digital da CIA (agência de inteligência norte-americana), Edward Snowden, revelar a prática.

Os dados eram vigiados por meio do Prism, programa de vigilância eletrônica altamente secreto mantido pela NSA. Uma reportagem do jornal O Globo deste domingo revelou que as comunicações do Brasil estavam entre os focos prioritários de monitoramento. Com Agência do Brasil.