Emasa inicia compra de novo sistema de decantação para a ETA
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Comissão Permanente de Licitações da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) iniciou o processo administrativo para a aquisição e instalação de um novo sistema de decantação em laminados de PVC flexíveis atóxicos, conhecido como lamelas, que serão implantados nos três decantadores da Estação de Tratamento de Água (ETA).

“O sistema de lamelas é uma nova tecnologia. São cortinas plásticas que substituem os módulos tubulares, com melhor desempenho e redução de perdas no processo de tratamento da água”, explica o gerente técnico da Emasa, João Bitencourt.

De acordo com Bitencourt, o sistema é responsável pela decantação das partículas em suspensão, garantindo um alívio sobre os filtros, assegurando a qualidade da água filtrada. “O sistema de decantação tem vida útil. Os módulos que estamos utilizando estão completando o ciclo de uso. Por isso, a Emasa está realizando o processo de aquisição de um novo sistema”, diz o gerente técnico da concessionária dos serviços de água e esgoto de Itabuna.

Para o presidente da Emasa, Raymundo Mendes Filho, o investimento em um novo sistema do processo de decantação, aponta a preocupação da empresa em oferecer uma água de qualidade para os moradores da cidade. “Existe a necessidade de substituição do atual sistema que já apresenta desgastes pelo tempo de uso, a vida média desses equipamentos são de 20 anos. Agora, estamos adquirindo o que há de mais moderno em termos tecnológicos”, destaca Mendes Filho.