Polícia prende 348 acusados de violência contra a mulher
Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma operação da Polícia Civil contra agressores de mulheres resultou na prisão de 348 pessoas na Bahia. Deflagrada há cerca de um mês, a Operação Maria da Penha foi concluída nesta segunda-feira (20). Os detidos em vários municípios baianos são acusados de feminicídio, lesão corporal, ameaça, estupro e descumprimento de medida protetiva de urgência.

De acordo com o assessor executivo da Assessoria Executiva de Operações de Polícia Judiciária (AEXPJ), delegado Jorge Figueiredo, um adolescente foi apreendido, 51 mandados de prisão e 28 de busca e apreensão foram cumpridos.

Segundo Figueiredo, a Policia Civil da Bahia, aliada ao projeto do Ministério da Justiça, em alusão ao aniversário da Lei Maria da Penha, realizou ações de combate à violência doméstica em todo o território baiano, visando à proteção das mulheres.

A ação é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP). Na Bahia, a ação conta com equipes dos Departamentos de Polícia Metropolitana (Depom), de Polícia do Interior (Depin), de Inteligência Policial (DIP), da Coordenação de Polícia Interestadual (Polinter) e da Assessoria Executiva de Operações de Polícia Judiciária.