Tempo de leitura: < 1 minuto

Cliente do sistema bancário no Brasil é um infeliz que sustenta o negócio mais lucrativo de todos na atualidade, às custas de juros indecentes e taxas imorais. Um exemplo a mais para confirmar a tese: 

Nesta sexta-feira, 23, um correntista do Bradesco em Itabuna consultou o banco sobre a possibilidade de alterar a data de vencimento da parcela de um contrato imobiliário. Resposta: pode sim, mas tem uma “taxinha” de R$ 320,00 pela mudança!

Em suma, há muitas formas de se gritar “mãos ao alto!”.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Moradores indignados, turistas assombrados. Esse é o quadro em Ilhéus neste feriado de Carnaval, em que alguns preços na Terra da Gabriela estão nada menos que extorsivos.
Exemplo: nos postos de combustíveis, o litro da gasolina é vendido em média por R$ 3,08, um dos valores mais altos do país.
Porém, ainda mais impressionante é atitude dos administradores do único hospital que mantém pediatras de plantão neste feriado na cidade. Em virtude do monopólio provisório, o preço da consulta saltou de R$ 150 para R$ 190, segundo uma mãe revelou ao blog.
Chega a ser imoral.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Um turista mineiro assustou-se neste domingo, 23, com os valores contidos no cardápio da cabana da praia de Itacarezinho, em Itacaré. A praia tem cenário deslumbrante, é uma das preferidas dos chiques que visitam a cidade, e é natural que cobre preços diferenciados, mas…

Uma porção de batatas fritas por R$ 18,00 e uma de filezinho com aipim frito por R$ 65,00 é meio exagerado.

O turista, que costuma viajar por outras regiões do Brasil e também outros países, jura que poucas vezes viu uma exploração tão grande.