Tempo de leitura: < 1 minuto
Carro do prefeito de Buerarema apreendido no posto da PRF em Itabuna.
Carro do prefeito de Buerarema apreendido no posto da PRF em Itabuna.

Um carro VW Golf branco foi apreendido pela Polícia Rodoviária Federal em Itabuna. O carro pertence ao prefeito de Buerarema, José Agnaldo Barreto, o Guima (PDT).

A apreensão ocorreu nesta semana. De acordo com informações, o carro estava sendo dirigido por um filho de Guima no momento da ação dos patrulheiros.

O veículo está apreendido no posto da Polícia Rodoviária Federal em Itabuna, na BR-101. O prefeito já vinha se notabilizando por perseguir ex-aliados e funcionários, além de atraso de salário.

 

Tempo de leitura: 2 minutos

Guima (à direita) é chamado de "mentiroso" por Dodó (Fotomontagem).
Guima é chamado de “mentiroso” por Dodó (Fotomontagem).

As sessões da Câmara de Vereadores de Buerarema são transmitidas por uma emissora de rádio local. Pelas ondas sonoras, a população pôde ouvir o vereador Domingos Pinto Filho, conhecido como Dodó (PPS), chamar o prefeito Guima Barreto (PDT) de “mentiroso” por duas vezes.
O vereador rebatia o prefeito. Semana passada, Guima se viu numa encruzilhada, quando a oposição revelou que a primeira-dama, Ione Cabral, recebe mais de R$ 2 mil por mês como professora leiga, mas não pisa os pés no local de trabalho.
O prefeito saiu em defesa da mulher e da própria gestão. Afirmou que o denunciante, Geraldo Aragão, o Geraldão (PSD), estava mentindo. Segundo ele, a esposa, apesar de ganhar como professora, bate o ponto trabalhando na área administrativa da Escola Rotary.
Dodó aproveitou a audiência e o plenário para desqualificar o prefeito. Reforçou a denúncia de Geraldão que apontou a primeira-dama como fantasma. E, mais uma vez, bradou: “[prefeito mentiroso]”. Segundo ele, a primeira-dama não trabalha. Apenas recebe o faz-me-rir. Por ato falho, a escola citada pelo prefeito fica próximo à sua residência.
Carro locado beneficia chefe de gabinete do município.
Contrato de locação tem família do chefe de gabinete entre beneficiários (Montagem Pimenta).

CHEFE DE GABINETE PRIVILEGIADO
A tensão em Buerarema é grande. Os vereadores têm descoberto pérolas nas contas municipais e generosidades do prefeito com alguns dos mais chegados.
O chefe de gabinete, Fábio Santos, tem esposa empregada na Viúva. A família ainda reforça o orçamento com a locação de um Fiat Uno, cor branca, para a Secretaria de Educação. O veículo está em nome da esposa e rende R$ 2.266,00 por mês à família, conforme contrato da empresa Transloc com o município.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Guima (à esq.) é alvo do oposicionista Geraldão.
Guima (à esq.) é alvo do oposicionista Geraldão.

Geraldo Aragão (Geraldão), presidente da Câmara de Vereadores de Buerarema, fez uma denúncia que causou alvoroço na pequena cidade sul-baiana.
Segundo ele, a esposa do prefeito Guima Barreto, Ione Cabral, recebe R$ 2.180,00 como professora leiga, mas não pisa os pés no trabalho faz tempo. Traduzindo para o bom português, seria funcionária fantasma.
A denúncia foi feita em plenário. Geraldão exibiu documentos e o nome de Ione na folha de pagamento. Questionou em que escola a primeira-dama leciona.
O secretário de Educação, Samuel Chaves, foi procurado pelo Jornal das Sete, da Morena FM, mas preferiu nada comentar. Passou a bola.
O prefeito, ouvido pelo jornalístico da Morena, contestou a denúncia do opositor. Segundo ele, a esposa bate o ponto na secretaria da Escola Rotary. Não explicou, porém como ela recebe como professora, mas cumpre função administrativa na escola.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Guima: contas aprovadas com ressalvas.
Guima: contas aprovadas com ressalvas.

O Tribunal de Contas dos Municípios aprovou as contas do exercício de 2013 do prefeito de Buerarema, Guima Barreto (PDT), em sessão realizada ontem à tarde. O relatório das contas ainda não foi publicado.
O prefeito disse que confiava na aprovação das contas, pois, segundo ele, adotou a transparência nas contas públicas. Ele também ressalta o fato de ser esta a primeira vez, nos últimos cinco anos, que o município tem as contas aprovadas.
Porém, o tribunal aprovou as contas com ressalvas. Guima foi multado em R$ 8 mil devido a irregularidades apontadas pelos conselheiros do TCM.
CÂMARA
As contas da Câmara de Vereadores também foram aprovadas, mas o presidente, Geraldo Aragão, Geraldão (PSD), foi multado em R$ 800,00 e terá de ressarcir os cofres públicos em R$ 5 mil.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Guima traiu aliado.
Guima traiu aliado.

O prefeito Guima Barreto (PDT) deu um cavalo de pau e traiu um aliado na disputa pela presidência da Câmara de Vereadores de Buerarema. Após informar que apoiaria o colega de partido e ex-líder do governo Elio Almeida (Elinho), o prefeito decidiu indicar, momentos antes da votação, outro nome para a disputa.
Elinho retirou a candidatura e comunicou ao prefeito que votaria nulo na eleição. Guima preferiu manter a candidatura de Ariosvaldo Vieira. Acabou derrotado por 6 a 4. José Raimundo de Souza, o Zezinho (PSC), nome da oposição, será o novo presidente da Câmara.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Guima é prefeito de Buerarema, eleito pelo PDT (Foto Gilvan Martins).
Guima é prefeito de Buerarema, eleito pelo PDT (Foto Gilvan Martins).

A surpresa do evento da chapa das oposições em Itabuna foi a presença do prefeito de Buerarema, Guima Barreto. O gestor do município sul-baiano é filiado ao PDT e teve seu nome anunciado como um dos novos apoiadores de Paulo Souto.
Guima se juntará ao principal adversário político em Buerarema, o ex-prefeito Orlando Filho, e o presidente da Câmara, Geraldão (PSD). A ida do prefeito ao evento soutista ocorre dois dias antes de o seu partido, o PDT, anunciar oficialmente apoio a Rui Costa, pré-candidato do PT ao governo baiano. O anúncio ocorrerá na próxima segunda (12), em Salvador, com a presença do ex-presidente Lula.

Tempo de leitura: 2 minutos
Reunião entre presidente da Ebal (à esquerda) com prefeito e vereadores de Buerarema (Foto Divulgação).
Reunião do presidente da Ebal (à esq.) com prefeito e vereadores de Buerarema (Foto Divulgação).

A direção da Empresa Baiana de Alimentos (Ebal-Cesta do Povo) revelou ontem (27) que os dois saques à central de distribuição em Buerarema causaram prejuízos de, aproximadamente, R$ 100 mil. O presidente da Ebal, Eduardo Sampaio, tratou a possibilidade de transferência da central para Itabuna como um “Plano B” durante encontro com o prefeito Guima Barreto e os vereadores Elio Almeida Júnior e Gildásio Gonzaga.

A revelação de Sampaio se deu quando ele negou até mesmo a intenção de transferência temporária da central. Os interlocutores, no entanto, lembraram que a Ebal já havia entrado em contato com donos de galpões em Itabuna e recorrido à Sudic. “Nós temos que ter um Plano B”, teria respondido Sampaio diante dos questionamentos.

Galpões da Sudic (Governo Baiano) teriam sido descartados devido à necessidade de reforma. Sampaio disse que a necessidade de um Plano B também estava relacionada à logística de distribuição de produtos às lojas da Cesta do Povo

A central da Ebal em Buerarema abastece 63 lojas de 61 municípios entre Valença, n Baixo-Sul, e Teixeira de Freitas, no Extremo-Sul. De acordo com informações obtidas pelo PIMENTA, a central movimenta cerca de R$ 3 milhões por mês, além de empregar 150 pessoas diretamente. Durante os saques dos dias 16 e 24, a central tinha cerca de R$ 1,5 milhão em mercadorias.

O prefeito Guima Barreto (PDT) obteve do presidente da Ebal a garantia de que não apenas a central continuará em Buerarema, como a Cesta do Povo será reaberta assim que o município voltar à normalidade.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Guima terá de cancelar contrato.
Guima terá de cancelar contrato.

O cheiro de maracutaia em contrato celebrado entre a Prefeitura de Buerarema e a Luxus Transportes levou o Ministério Público da Bahia a investigar o negócio de R$ 1,5 milhão.
A empresa “ganhou” licitação para a área de transporte em várias áreas, dentre elas Educação, e usa frota de 23 veículos encontrados em péssimas condições, segundo a promotora de Justiça Mayana Ribeiro.
As desconfianças começaram na licitação. Para adversários, o certame teve cláusulas para favorecer a Luxus. A empresa venceu o edital da prefeitura, mesmo violando todos os requisitos. Em resumo, era amiga do prefeito Guima Barreto (PDT).
Convencido de que não dava para levar a esculhambação adiante, Guima não encontrou outra opção que não fosse anular o contrato, o que deve ser formalizado nos próximos dias, segundo a promotora Mayana Ribeiro.

Tempo de leitura: < 1 minuto

dinheiroOs servidores da Saúde em Buerarema vão parar por 24 horas nesta segunda-feira, 11, em protesto para receber os salários atrasados de novembro e dezembro. Segundo João Evangelista, coordenador de organização do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde de Itabuna e Região (Sintesi), a parada foi decidida há uma semana.
Além da cobrança dos atrasados, os servidores reclamam que a nova gestão suspendeu as gratificações salariais. Segundo Evangelista, o prefeito José Agnaldo Barreto, Guima, ainda “não apresentou proposição para o reajuste dos pisos salariais de profissionais da saúde”.
A paralisação de 24 horas poderá se transformar em greve se o governo não abrir negociação com os servidores, de acordo com o dirigente sindical.
Líder do Governo na Câmara, o vereador Elio Almeida disse que o prefeito está impossibilitado de pagar os atrasados de novembro e dezembro por que o ex-prefeito Mardes Monteiro ainda não apresentou as informações contábeis, incluindo os restos a pagar.

Tempo de leitura: < 1 minuto

tetas gestão públicaMatéria desta semana d´A Região traz uma lista da farra de nomeações de parentes de prefeitura no Centro-Sul da Bahia, com destaque para municípios de Itacaré, Ilhéus, Uruçuca, Buerarema e Ubatã.
Diz a reportagem que “entre os que transformaram seus municípios em cabide de emprego familiar estão os prefeitos Jarbas Barbosa, de Itacaré; Gilka Badaró, de Itajuípe; Fernanda Silva, de Uruçuca; Marco Brito, de Itororó; José Agnaldo Barreto, o “Guima”, de Buerarema; e Siméia Rigaud, de Ubatã.
Os casos mais escandalosos são os das prefeituras de Itororó, Itacaré e Buerarema. Em Itacaré, a família de Jarbas Barbosa (PSB) embolsa aproximadamente R$ 50 mil por mês. A família comanda os principais cargos, dentre eles o de tesoureiro.
Marco Brito (PMDB), de Itororó, empregou a mãe, Doralice Brito, esposa e primos, como já havíamos revelado aqui. Guima (PDT) deu cargo à esposa, filho, irmã, cunhado e primos.
Confira a reportagem na íntegra