O advogado Alex Andrade, que representa Luca Lima, se reuniu hoje com vereadores da Comissão Processante || Foto Ascom/Câmara
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Comissão Processante responsável por analisar a denúncia de “rachadinha” contra o vereador Luca Lima (PSDB) tem prazo de 5 dias para exarar parecer pelo arquivamento ou prosseguimento do processo. O vereador também é acusado de utilizar servidores pagos com recursos públicos para exercer atividades empresariais. Luca Lima nega as acusações, feita por três ex-assessoras do seu gabinete, e afirma que é vítima de perseguição política.

Nesta segunda-feira (31), o advogado Alex da Silva Andrade, que representa Luca Lima, reuniu-se com o vereador Alzimário Belmonte, Gurita (PSD), relator do processo, e Ederjúnior dos Anjos (PSL), presidente do comissão. O vereador Augusto Cardoso, Augustão (PT), que também integra o grupo, não pôde participar do encontro.

PROCURADOR DESTACA DIREITO À AMPLA DEFESA

No encontro, o advogado teve a oportunidade de reforçar e esclarecer, de forma oral, os fundamentos da defesa do vereador, que já havia sido formalizada.

“A presença do advogado da autoridade denunciada foi de suma relevância para privilegiar os princípios do contraditório da ampla defesa”, enfatiza o procurador jurídico da Câmara, Adriano de Carvalho, acrescentando que esta condição está prevista no artigo 55 da Constituição Federal.

O presidente da Comissão, Éderjúnior dos Anjos, por sua vez, assegura que todas as medidas legais estão sendo adotadas pela Câmara para garantir total transparência aos atos da Comissão Processante.

Lançamento da nova frente está marcado para as 16 horas da próxima segunda-feira (31), com transmissão da TV Câmara
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Frente Parlamentar em Defesa do Meio Ambiente em Ilhéus será lançada em audiência pública, na próxima segunda-feira (31), às 16h, na Câmara de Vereadores, com transmissão da TV Câmara na internet.

O ato vai contar com a presença dos professores Rui Rocha (Instituto Floresta Viva), Erminda Couto (Resex Canavieiras) e Guilhardes Júnior, todos da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), além da fundadora e dirigente do Instituto Nossa Ilhéus, Maria do Socorro Mendonça, e do geólogo marinho Rian Pereira.

A iniciativa da criação da frente partiu do vereador Vinícius Alcântara, do Partido Verde (PV). O grupo também reúne os vereadores Edvaldo Gomes (DEM), Aldemir Almeida (PP), Gurita (PSD), Enilda Mendonça (PT), Tandick Resende Júnior (PTB) e Cláudio Magalhães (PCdoB).

Conforme a assessoria de Vinícius, com caráter suprapartidário, a frente tem o objetivo de apoiar políticas públicas e ações da iniciativa privada que promovam o desenvolvimento sustentável, em colaboração com a sociedade civil organizada.