Desembargador autoriza demissão em massa na fábrica de Camaçari
Tempo de leitura: < 1 minuto

Nesta quarta-feira (20), a Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor da Bahia (Procon-BA) notificou a Ford do Brasil para obtenção de esclarecimentos sobre questões de logística relacionadas ao fechamento da unidade da empresa em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador.

O Procon cobrou esclarecimentos sobre como funcionará o cumprimento da garantia dos consumidores que adquiriram veículos da marca Ford e ainda estão em prazo de garantia e quais estabelecimentos prestarão a assistência técnica na Bahia. Quer saber ainda como funcionará a política de oferta de componentes e peças de reposição para o veículos da marca produzidos no Brasil ou importados de outros países.

A Ford tem um prazo de 10 dias para apresentar esclarecimentos e documentos comprobatórios ao Procon-BA. No último dia 11 deste mês, a empresa anunciou o encerramento de sua produção de veículos no Brasil. Além de Camaçari, a medida atinge as unidades de Taubaté (SP) e Horizonte (CE).