Tempo de leitura: < 1 minuto

O promotor Inocêncio Carvalho esteve na Prefeitura de Itabuna na manhã desta quarta-feira, 19, com o objetivo de apreender documentos que podem comprovar fraude em empréstimos consignados. Há suspeita de que a administração abatia valores dos contracheques e não os repassava para as instituições de crédito, o que na esfera pública configura o crime de peculato.

Ao que tudo indica, vem aí mais um escândalo em uma gestão extremamente generosa em malfeitorias.