Rota abre 25 vagas de emprego para motorista de ônibus || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Rota Transportes, empresa do Grupo Brasileiro, fará seleção de motoristas de ônibus nesta terça-feira (25), em Itabuna. O teste prático para quem possui a carteira de motorista categoria D será às 8h, na sede da empresa, no prolongamento da Avenida Amélia Amado, no Bairro Santo Antônio.

O teste prático tem oferta de 25 vagas para motorista, segundo afirmou ao PIMENTA a coordenadora de RH e Qualidade do Grupo Brasileiro, Jaciara Santos. Os interessados devem ter experiência comprovada e curso de transporte de passageiros, além da CNH categoria D.

Há vaga, também, para pessoas com deficiência (PCD).

Rota e Cidade Sol anunciam oportunidades de emprego em 3 Ilhéus, Ipiaú e Belmonte || Foto Silvano Prado
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Rota e a Cidade Sol, empresas do Grupo Brasileiro, anunciaram 27 vagas de emprego nos municípios de Ilhéus, Ipiaú e Belmonte. As oportunidades são para motorista de ônibus (22), cobrador (4) e almoxarife (1).

A Rota abriu 10 vagas para motorista de ônibus em Ilhéus, município onde também oferta 4 vagas para cobrador e 1 para almoxarife. A empresa também abriu 1 vaga para motorista em Belmonte.

Já a Cidade Sol oferta total de 11 vagas para motorista de ônibus em Ipiaú.

A coordenadora de RH e Qualidade do Grupo Brasileiro, Jaciara Santos, informou ao PIMENTA que os interessados em vagas ofertadas pela Rota em Ilhéus e Belmonte devem enviar currículo para o email recrutamento@rotatransportes.com.br. O prazo para envio do currículo vai até dia 31 de janeiro. Outra opção é se dirigir à garagem da empresa, mas somente na quinta-feira (27).

As vagas em Ipiaú são oferecidas pela Cidade Sol. O currículo deve ser enviado para o email recrutamentojequie@cidadesol.com.br. O prazo final de envio também é o dia 31.

REQUISITOS

As vagas para motorista de ônibus exigem que o profissional tenha carteira de motorista categoria D, curso de transporte de passageiros e experiência comprovada.

Para cobrador, é exigido ensino médio completo, disponibilidade de horário para viagens e experiência comprovada em atendimento ao cliente.

Para almoxarife, o candidato deve ter ensino médio completo e experiência comprovada. O telefone para mais informações sobre as vagas disponíveis pelas empresas é o (73) 3214-6871.

Tempo de leitura: 2 minutos

Jaciara Santos | contato@jaciarasantos.com.br

 

Ouça na essência o que essas pessoas responderão. Pode não ser fácil ouvir o que  elas têm a dizer, mas ouça. Analise bem as falas e se mais de três pessoas tiverem a mesma opinião, é preciso estar atendo a este sinal e começar imediatamente a transformação.

 

No último artigo, um dos pontos que abordei foi sobre a coragem para mudar. Mas afinal, isso é possível?

Já conheci algumas pessoas com dificuldade de se relacionar com o outro, mas uma delas me chamou atenção, pois se tratava de um ser humano extremamente individualista e que sempre proferia a expressão Eu não consigo mudar e quem quiser que me aceite como eu sou. Assim, esse cidadão foi isolando-se de tudo e de todos por causa dessa dificuldade em lidar com o próximo, considerando ser essa a melhor solução para seu “problema”.

Todavia, o primeiro passo para o desenvolvimento gradativo consiste em reconhecer a necessidade deste processo. Sim, trata-se de um movimento, algo que é feito de forma contínua, persistente e consciente.

Certa ocasião, deparei-me com uma situação muito constrangedora numa loja da minha cidade. Um “subgerente” tirano ofendia e ameaçava a colaboradora por causa de uma informação errada, que nem ela mesma sabia que estava errada, por conta de uma precificação equivocada. O fato que me fez refletir durante alguns dias. Será que esse “gestor” consegue mudar?

Minha mãe sabiamente me ensinou que, quando queremos muito uma coisa, se nos dedicarmos… conseguiremos. Como retrata muito bem a expressão popular “querer é poder”.  Nesta situação concordo com a afirmação.

Então, proponho o seguinte desafio como segundo passo :

  • Faça uma autoavaliação dos pontos de melhoria;
  • Um questionamento para as pessoas que te rodeiam, como por exemplo, família e colegas de trabalho, nos seguintes tópicos:
  • Quais são minhas qualidades ?
  • O que considera como meus defeitos?
  • Quero ser uma pessoa melhor, para isso preciso que me aponte os aspectos que preciso desenvolver.

Ouça na essência o que essas pessoas responderão. Pode não ser fácil ouvir o que  elas têm a dizer, mas ouça. Analise bem as falas e se mais de três pessoas tiverem a mesma opinião, é preciso estar atendo a este sinal e começar imediatamente a transformação. Depois disso, liste esses pontos e trace um plano para começar a melhorar, item por item.

Será fácil? Não sei! Depende do seu ponto de vista. Contudo, tenho certeza que será aprazível, pois te permitirá viver momentos melhores e de mais conexão com você e com o outro.

Findo minha reflexão com a afirmação: Sempre é tempo de mudar!  E reforço com a frase de Clarice Lispector que descreve: “O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia. Só o que está morto não muda!”

Jaciara Santos é coach.

Tempo de leitura: 2 minutos

Jaciara Santos

 

 

É preciso coragem para sair da zona de conforto, coragem para mudar, para parar, para crescer, para estudar, se aperfeiçoar e para ter sucesso. Nesse sentido, o incitamento aqui é encontrar a estabilidade. O ponto entre o parar e esperar e o prosseguir e caminhar.

Em uma das minhas andanças pelo mundo da leitura, deparei-me com um livro de Mario Sérgio Cortella que me movimentou para refletir, pensar nas minhas ações, atitudes e como posso melhorar e evoluir.

A sorte segue a coragem. Eis um livro que descreve sobre o imediatismo que se manifesta em muitas pessoas, inclusive em mim, mas também ressalta a importância de ter atitude e aproveitar as oportunidades. Eis, então o grande desafio, que é saber encontrar o ponto de equilíbrio.

Uma frase popular que minha tia Tânia sempre profere é “Tubarão que dorme a maré leva!”. Concordo com a expressão, mas tenho aprendido ao longo dos anos que o “dormir” às vezes nos dar força para prosseguir.

Num dos capítulos, encontrei uma frase de (Cervantes, Dom Quixote), que diz: “Retirar-se não é fugir, nem esperar é cordura, quando o perigo é maior do que se esperava; e é de sábios guardar-se de hoje para amanhã e não arriscar tudo num só dia”. Parar, renovar as forças, reconhecer que precisamos desse tempo para que possamos continuar com mais vigor e energia, não é fraqueza, é sinal de sabedoria. O ócio é sim necessário, algo que venho aprendendo.

Descansar a mente, corpo e a alma para fazer bem para nós e para os que estão ao nosso redor. Em contrapartida reforço a ideia que a passividade, ver o tempo passar esperando que as coisas melhorem, ficar sentado esperando os sonhos se realizarem também não é o melhor trajeto.

Pessoas que ficam estáticas, se lamentando e dizendo “Nossa que sorte ele/ela teve” precisam perceber que não é sorte. Pode até ter uma parcela do acaso, mas o acaso sem atitude não funciona. Não fique apenas protestando que Deus se esqueceu de você!

É preciso coragem para sair da zona de conforto, coragem para mudar, para parar, para crescer, para estudar, se aperfeiçoar e para ter sucesso. Nesse sentido, o incitamento aqui é encontrar a estabilidade. O ponto entre o parar e esperar e o prosseguir e caminhar.

Que em nossas vidas saibamos que existe tempo para tudo. E precisamos mesmo é de coragem em meios às dificuldades, desilusões, sucessos e insucessos. Coragem para prosseguir, independente do tamanho do público. Coragem para parar quando necessário. Coragem para saber que os sonhos são nossos e os únicos que podem lutar por eles somos nós mesmos.

Jaciara Santos é coach.

Tempo de leitura: 2 minutos

Jaciara Santos

 

 

Estamos cada vez mais exigentes, e as novas gerações mudaram a forma de enxergar sua carreira profissional. A felicidade é algo cada vez mais almejado.

 

A palavra felicidade nos faz refletir quão intensa ela é na nossa existência. Viver impactando a vida das pessoas a nossa volta de forma positiva é de suma importância para nosso processo de busca pela satisfação.

Alguns sinônimos desta palavra são alegria, satisfação, contentamento, bem-estar, prazer, júbilo, ledice, gosto, aprazimento, deleite, regozijo, euforia, bem-aventurança.

Quando relato felicidade, aqui não trato apenas da visão romântica da palavra, mas levo-o  a racionalizar e identificar quais pontos e momentos da sua existência te proporcionam um sentimento de satisfação?

Identifique e reflita sobre os quesitos abaixo:

– O que te faz feliz?

– O que é felicidade para você?

– O que te faz levantar todos os dias para começar uma nova jornada?

Partindo dessas indagações, as organizações baseadas em diversos fatores começaram a se preocupar com o índice de felicidade no trabalho. Começou-se a preocupar-se com o indicador denominado FIB (Felicidade interna Bruta).

O FIB é um indicador explanado pela ONU que retrata da mensuração da Felicidade Interna Bruta,  e foi desenvolvido para medir o desenvolvimento de uma nação, baseado em alguns aspectos relacionados ao  bem-estar humano, utilização dos recursos da natureza de forma consciente, cuidados familiares e organização da utilização do tempo.

Tal indicador dentro das organizações baseia-se no levantamento de alguns fatores. São alguns deles senso de pertencimento, conhecimento e aceitação da cultura organizacional e clima, dentre outros que contribuem significativamente para que essa felicidade seja mensurada no meio institucional.

Questiono-me quando e por que esse indicador fora criado. Já que há um tempo não muito distante a produção era o fator primordial na avaliação dos indivíduos.

Porém, ao aprofundar minha pesquisa,  percebo que se trata de algo mais antigo. O FIB teve suas origens no Butão. Foi criado pelo rei butanês no ano de 1972 como uma forma de indicar o crescimento do país sem considerar apenas o aspecto econômico, mas levando em consideração conceitos culturais, psicológicos, espirituais e ambientais.

Nosso mercado mudou, as empresas mudaram, os clientes estão em busca de empresas que sejam referências em um trabalho significativo na sociedade. Estamos cada vez mais exigentes e as novas gerações mudaram a forma de enxergar sua carreira profissional. A felicidade é algo cada vez mais almejado.

Findo essa explanação com um texto de Carlos Drummond de Andrade, que diz: “Que a felicidade não dependa do tempo, nem da paisagem, nem da sorte, nem do dinheiro. Que ela possa vir com toda simplicidade, de dentro para fora, de cada um para todos. Que as pessoas saibam falar, calar, e acima de tudo ouvir. Que tenham amor ou então sintam falta de não tê-lo. Que tenham ideais e medo de perdê-lo. Que amem ao próximo e respeitem sua dor. Para que tenhamos certeza de que: “Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade”.

Sejamos felizes!

Jaciara Santos é coach.

Tempo de leitura: 2 minutos

Empresas do Grupo Brasileiro abrem 15 vagas em Itabuna

A Rota Transportes e a Cidade Sol, empresas do Grupo Brasileiro, abriram 15 vagas de emprego no sul da Bahia. A maioria das vagas é oferecida na sede da empresa, em Itabuna, mas há oportunidades para os municípios de Ilhéus e Itacaré.
A Rota oferece em Itabuna 1 vaga para agente de limpeza, 3 para cobrador, 1 para lanterneiro, todas elas com prioridade na contratação para pessoas com deficiência (PCD), além de 1 vaga para motorista rodoviário. A empresa ainda oferece 2 vagas para motorista em Ilhéus.
Já a Cidade Sol, abriu 5 vagas para cobrador em Itacaré, além de 1 vaga para cobrador e 1 para motorista rodoviário, ambas em Itabuna. “Daremos prioridade a pessoas com deficiência[nas vagas para cobrador , agente de limpeza e lanterneiro]”, observa a coordenadora de Recursos Humanos e Qualidade do Grupo Brasileiro, Jaciara Santos.
Os currículos devem ser enviados para os emails recrutamento@cidadesol.com.br e recrutamento@rotatransportes.com.br. Informações também podem ser obtidas pelo telefone 3214-6871. Confira no leia mais, a seguir.Leia Mais

Tempo de leitura: 2 minutos

Jaciara Santos | contato@jaciarasantos.com.br

 

O atendimento é a base para o sucesso de qualquer organização. Pode-se ter os melhores produtos e serviços, mas, se não tiver pessoas qualificadas, nenhum outro investimento tem o efeito de substituir um bom atendimento.

 

 

Com as festas de final de ano, o fluxo de pessoas em busca de produtos e serviços, aumenta significativamente. O atendimento tende a se tornar mais mecânico e frio. Entretanto, precisamos perceber que atender bem é um diferencial importante, que fideliza o cliente e faz com que o mesmo indique a empresa onde foi bem atendido para familiares e amigos.

Analiso cada atendimento, cada abordagem dos vendedores de nossa região. Percebo que o descaso com o consumidor se torna cada vez mais visível. Vendedores e atendentes muitas vezes exercendo um papel que foge totalmente de seu perfil.

Às empresas, é oportuno perceber que, antes de contratar um colaborador, faz-se necessário um processo seletivo eficaz, para que a frustração entre ambos os lados não venha à tona logo nos primeiros meses de trabalho.

Nesta semana visitei alguns estabelecimentos para comprar alguns mimos para minha família. Mas, confesso, foi árdua minha missão, por causa da falta de humanidade e profissionalismo em inúmeras empresas que visitei.

O atendimento é a base para o sucesso de qualquer organização. Pode-se ter os melhores produtos e serviços, mas, se não tiver pessoas qualificadas, nenhum outro investimento tem o efeito de substituir um bom atendimento.

Assim sendo, vou sugerir algumas dicas para você, empresário, gestor ou profissional autônomo, que trabalha diretamente com o público:

Dica 1: Atenda cada pessoa que entrar em seu estabelecimento como cliente VIP;

Dica 2: Ouça o seu cliente; e

Dica 3: Tente superar as expectativas do consumidor.

Seguindo essas dicas, tenho certeza que sua organização obterá mais sucesso, maiores resultados. Vale a pena também ressaltar a importância de identificar profissionais que não estão satisfeitos e que podem afetar o clima da empresa – e veja, urgentemente, o que pode fazer para solucionar a demanda.

Lembre-se: “A pessoa certa, no lugar certo, gera resultados extraordinários.”

Boas vendas!

Jaciara Santos é master coach.

Tempo de leitura: 2 minutos

Jaciara Santos | contato@jaciarasantos.com.br

 

O sucesso não se resume apenas ao seu valor salarial. Sucesso é um conjunto de momentos e sentimentos. Sucesso é fazer o que você ama. Ou amar o que você faz, mas com o objetivo de alguma forma sensibilizar a vida dos que estão à nossa volta.

 

Assustei-me quando percebi que já estamos no último mês do ano e comecei a fazer uma breve reflexão de como está se desenrolando o meu 2017.

Quantas pessoas eu impactei com o meu exemplo ? Quantas pessoas eu ajudei sem esperar nada em troca? Quão profunda foi a minha entrega em tudo que eu fiz ou realizei?

Precisamos entender que a vida é um ciclo, que precisa ser vivida com muita intensidade e com muita dedicação, e aprender a evoluir com tudo que acontece conosco. Foi quando me dei conta que este ano sucederam-se muitos fatos. Conheci pessoas maravilhosas, me conectei com o melhor de mim todos os dias, quebrei a “cara”, caí , me machuquei, mas o mais profundo de cada acontecimento foi quão mais forte eu saí de cada momento deste.

E mais uma vez chego à conclusão que devemos agradecer mais, e reclamar menos.

Esse ano fui surpreendida com a morte de Dona Maria, uma senhora simples , mas que tocou muito a minha vida, pela sua alegria e vontade de viver. Dona Maria há muitos anos não levantava da cama e sua vida se resumia a abrir os olhos, ter todos os cuidados em sua própria cama e fechar os olhos para dormir. Mas me emocionava seu exemplo, a alegria que ela tinha de viver, sempre cantando, sorrindo e dizendo quão grata era pela vida.

Quero deixar uma reflexão para os últimos dias do ano de 2017. Agradeça mais, sorria mais, perdoe mais, ame mais, se importe mais com o outro. O sucesso não se resume apenas ao seu valor salarial. Sucesso é um conjunto de momentos e sentimentos. Sucesso é fazer o que você ama. Ou amar o que você faz, mas com o objetivo de alguma forma sensibilizar a vida dos que estão à nossa volta.

Como relata de forma tão simples, mas tão profunda a letra da música: Viver, e não ter a vergonha de ser feliz…

Lembre-se 2017 ainda não se findou. Você pode fazer a diferença hoje, agora, já! Acordemos para a vida, acordemos para os nossos sonhos, acordemos para fazer a diferença todos os dias, pois sempre é tempo de recomeçar.

Feliz dia novo!

Jaciara Santos é master coach.

Tempo de leitura: 2 minutos

Jaciara Santos PrimoreJaciara Santos | contato@jaciarasantos.com.br

 

O êxito está em ter êxito, e não em ter condições de êxito. Condições de palácio tem qualquer terra larga, mas onde estará o palácio se não o fizerem ali?

 

Estamos no período de felicitar a todos pelo ano que chega, mas precisamos entender que, muito além de desejar um feliz ano novo, devemos desejar ter atitudes novas para que o ano que se inicia seja realmente cheio de realizações.

Ficar reclamando que nada acontece na vida, não irá levar ninguém rumo as metas e objetivos. Precisa-se ter uma mudança de comportamento e de postura, mediante as situações corriqueiras da vida.

Então, para te ajudar a ter um ano extraordinário, segue algumas dicas:

1ª dica: Identifique seu estado atual – Onde você está neste momento, mapear a situação atual é o primeiro passo rumo alcance dos objetivos;

2ª dica: Relate seu estado desejado. Aonde deseja chegar? Quais suas metas para 2017? Ouse sonhar!

3ª dica: Trace um plano de ação. Esse plano irá te ajudar a criar estratégias para o alcance dos objetivos. E consolido essa dica com a frase de Flávio Augusto: “Todas as diretrizes são resultado de um planejamento e todo planejamento é resultado de sonhos.”

4ª dica: Aja, lute, busque e mude de atitude. Acredite em você e em seus sonhos. Mude de posicionamento e busque seus ideais. Tenha postura positiva frente aos acontecimentos.

Findo com uma citação inspiradora de Fernando Pessoa: “Agir, eis a inteligência verdadeira. Serei o que quiser. Mas tenho que querer o que for. O êxito está em ter êxito, e não em ter condições de êxito. Condições de palácio tem qualquer terra larga, mas onde estará o palácio se não o fizerem ali?”.

Assim sendo, desejo um ano novo cheio de atitudes novas, cheio de realizações e que todos os seus sonhos tornem-se realidade.

Jaciara Santos é coach.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Jaciara Santos coordena evento na Unime.
Jaciara Santos coordena evento na Unime.
A master coach e professora da Unime Itabuna, Jaciara Santos, realiza o workshop Planejamento para 2017 no próximo sábado, 17 de dezembro, das 9h às 12h, no auditório da instituição. Baseado nas técnicas de coaching, o evento gratuito e com vagas limitadas ensinará aos participantes sobre a utilização de técnicas para um planejamento aprofundado no próximo ano. “Com as ferramentas de gestão que serão apresentadas, o público poderá esboçar o alcance das metas para o ano que se aproxima, pois a organização será fundamental em 2017”, afirma a especialista.

Dentre os assuntos que serão abordados no evento, estão planejamento para promoção na carreira, como alcançar as metas de forma planejada e como utilizar o coaching para planejar o sucesso.

De acordo com a especialista, o ano de 2016 foi de entendimento e readequação ao atual momento que vive o Brasil e que, a partir de agora, as empresas tendem a reaquecer o mercado, com novas oportunidades. “Temos percebido isso na nossa região e os profissionais precisam estar atentos e preparados para conseguir superar os desafios que estão por vir na vida pessoal e profissional”, completa.

Para participar do evento, basta comparecer na unidade, localizada na avenida José Soares Pinheiro, 1191, Lomanto. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (73) 2102-3023.

Tempo de leitura: < 1 minuto
Jaciara Santos profere palestra.
Jaciara Santos profere palestra.

Palestra sobre os benefícios do coaching no desenvolvimento de líderes marcará a aula inaugural do MBA em Liderança e Coaching da Unime Itabuna. Será ministrada pela master coach Jaciara Souza, coordenadora do curso.

O evento, que é aberto ao público, será na próxima sexta (22), às 19h, no auditório da faculdade, na Avenida J.S. Pinheiro, 1119, no Lomanto. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (73) 2102-3040.

Segundo a instituição, o MBA em Liderança e Coaching busca aprofundar o estudo teórico e prático sobre liderança e coaching, possibilitando o desenvolvimento de competências técnicas e comportamentais capazes de despertar e inspirar talentos e líderes. Informações sobre o processo seletivo podem ser obtidas no portal www.voceespecialista.com.br.

Tempo de leitura: < 1 minuto
Marcela Rangel, Djaine de Angelo, Pedro Guimarães, César Tucci, Rui Mesquita, Jaciara Santos, Luiz Simões e Joyce Assis. Ao fundo, em pé, Andréia Roma
Jaciara (3ª da direita para a esquerda) e coautores da obra (Foto Robson Regato/Leader).
Jaciara Santos é coautora de obra.
Jaciara Santos é coautora de obra.

A itabunense Jaciara Santos lançou, como coautora, o livro Coaching para a liderança – a filosofia do sucesso pessoal e profissional, na última quinta (23), na Livraria Cultura, em São Paulo.

Editada pela Leader, a obra aborda, em 25 capítulos, a importância do coaching para a formação de líderes, a resiliência como competência para liderar e a característica do líder de ser um eterno aprendiz, segundo os seus coordenadores.

Master coach, Jaciara define o livro como “ferramenta poderosíssima para líderes, gestores, treinadores, empresários, administradores e todos aqueles que se consideram ou desejam desempenhar a difícil, gratificante e enriquecedora missão de se tornar um verdadeiro líder”.

Coaching para a liderança… já pode ser adquirido, pela internet, nas livras Saraiva e Cultura. Jaciara fará lançamento em Itabuna e, também em breve, disponibilizará a obra em seu site.

Tempo de leitura: 2 minutos

Jaciara Santos PrimoreJaciara Santos | jaciarasantos@primoreconsultoria.com.br

 

Imediatamente as lágrimas vieram aos meus olhos e fiquei ali observando uma amiga dar força à outra e, instantaneamente, aquelas duas amigas se abraçaram e compartilharam tamanha cumplicidade que me fez indagar uma vez mais: “De onde vem tanta força?”.

 

Ao longo dos anos, a mulher conseguiu novos direitos. Refiro-me mais especificamente às conquistas pelos direitos trabalhistas e pelas leis de proteção à mulher, que ganha notoriedade a cada dia.

Porém, falo hoje do espaço que nós mulheres estamos ganhando no mercado de trabalho, nas faculdades, no caminho em busca de maior aprendizado para evoluirmos em nossas carreiras e vidas. A mulher busca qualificar-se melhor e aprender mais, mesmo com todos os desafios e dificuldades.

Enfrentamos a vida com muito amor e bom humor. Ao mesmo tempo em que lidamos com uma jornada de trabalho às vezes fatigante e desafiadora, chegamos a casa para cuidar de nossa família.

Muitas vezes observo o exemplo de algumas mulheres e penso… “De onde vem tanta força”?

Em uma de minhas caminhadas pela cidade, encontrei duas senhoras conversando e compartilhando suas experiências… Reparei quando uma disse a outra: “Não desista, se a vida te enche de desafios é porque, com certeza, com a força que você tem irá superá-los. O que é um câncer para te derrubar?”

Imediatamente as lágrimas vieram aos meus olhos e fiquei ali observando uma amiga dar força à outra e, instantaneamente, aquelas duas amigas se abraçaram e compartilharam tamanha cumplicidade que me fez indagar uma vez mais: “De onde vem tanta força?”.

Leia Mais

Tempo de leitura: 2 minutos

Jaciara Santos PrimoreJaciara Santos | contato@jaciarasantos.com.br

 

Se você deseja ser um líder e acredita que não nasceu com esse dom, precisa dar o primeiro passo, que é sair da zona de conforto e desenvolver essa habilidade.

 

Alguns acreditam na possibilidade de liderança apenas como um dom. Nasce-se com essa habilidade e pronto. Até afirmam: quem é líder, nasce líder.

Vamos então aos esclarecimentos: algumas pessoas possuem essas habilidades desde a infância, como é o caso de crianças que desde cedo assumem a postura de gerenciar seus colegas nas atividades. Outras pessoas, contudo, nunca lideraram na vida e quando se vêem numa real necessidade, assumem esse papel com maestria. Então, nesse caso, como explicar?

Inicialmente, referencio uma frase de Henry Ford: “Se você pensa que pode ou se pensa que não pode, de qualquer forma você está certo”.

Ford foi um grande empreendedor que começou sua carreira como aprendiz e não se contentou com a sua situação. Lutou para mudá-la e, depois de qualificar-se, introduziu o sistema de linha de montagem, permitindo a produção em larga escala de automóveis, viabilizando seu custo. Suas técnicas de produção em série foram adaptadas e utilizadas nos mais diversos setores da indústria e tornaram seu criador admirado em todo o mundo.

Leia Mais

Tempo de leitura: 2 minutos

Jaciara Santos PrimoreJaciara Santos | jaciara@primoreconsultoria.com.br

 

Um verdadeiro líder inspira, motiva, ensina, respeita os seus liderados e utiliza ferramentas para o desenvolvimento da equipe. Um verdadeiro líder é um líder coach.

 

Liderar é o ato de conduzir uma pessoa ou equipe a um determinado ponto, estimulando-as em busca de um resultado. Porém, percebe-se um mercado em que os colaboradores estão cada vez mais desestimulados a seguir, a concluir suas metas.

O que está acontecendo, afinal? Avaliando de forma geral, percebo que esses funcionários precisam de direcionamento, de treinamento, de capacitação, necessitam que a empresa tenha um olhar diferenciado para ele.

Nota-se ainda que existem muitos líderes autocráticos, aqueles que lideram com a cultura do medo e da opressão, que, pelo fato de pagar o salário dos colaboradores, pensam que podem agir de forma grosseira e desrespeitosa com os indivíduos. E a empresa torna-se ambiente no qual ainda reina a cultura do “manda quem pode, obedece quem tem juízo”. Isso desestimula, fazendo com que o colaborador não se sinta parte da instituição.

Estamos vivendo num momento em que o mercado está cada vez mais acirrado, a concorrência cresce e há cada vez menos espaço para esse tipo de profissional. O líder autocrático está fadado a ser extinto do mercado.

Mas, quando esse “chefe” é do dono da empresa, o que fazer? Realmente, essa cultura precisar mudar, conforme expõe Jack Welch quando diz que “no futuro, todos os líderes serão coaches. Quem não desenvolver essa habilidade, automaticamente será descartado pelo mercado”.

Então, se quer que sua empresa resista às mudanças, precisa desenvolver-se enquanto líder. Precisa buscar novos conhecimentos e desenvolver novo olhar para a sua liderança.

Um verdadeiro líder inspira, motiva, ensina, respeita os seus liderados e utiliza ferramentas para o desenvolvimento da equipe. Um verdadeiro líder é um líder coach.

E você, afinal, como anda sua liderança? Que tipo de líder é você?

Jaciara Santos é master coach.