Joanderson e Joalison foram mortos por bandidos em Olivença, em Ilhéus
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um grupo armado sequestrou três homens de uma mesma família, em Olivença, em Ilhéus, e os levou para uma área de mata fechada, onde foi promovido o julgamento pelo chamado tribunal do crime, segundo investigações da Polícia Civil. As vítimas dos bandidos foram identificadas como Joilson Moreira, de 40 anos, o filho Joanderson Santana Moreira, de 18 anos, e o sobrinho Joalisson Moreira Mendes, 22, moradores de Barro Preto, a 30 quilômetros de Itabuna.

De acordo com as investigações, os três homens estavam em Olivença para passar a virada de ano e foram sequestrados por, pelo menos, sete criminosos armados no último final de semana. Os bandidos efetuaram vários disparos contra os jovens, que não resistiram. Encontrados na manhã desta terça-feira (3), os corpos foram levados para o Departamento de Polícia Técnica de Ilhéus.

Joilson Moreira sobreviveu ao fingir-se de morto. Depois que os criminosos deixaram o local, ele saiu em busca de socorro e foi levado por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) para o Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus. Joilson Moreira narrou terem sido levados para um local de mata fechada em Olivença, de onde um dos criminosos conversava com alguém que determinou a punição.

Joilson Moreira teria relatado também que os bandidos acessaram as mensagens no celular do sobrinho e teriam encontrado informações relacionadas ao tráfico de drogas. A partir daí, eles começaram a sessão de espancamento e, depois, feitos os disparos. Disse ainda que ele e o filho nunca tiveram envolvimento com o crime.