Tempo de leitura: < 1 minuto
Macedo sofre de cardiomiopatia de grau 4
Macedo sofre de cardiomiopatia de grau 4

O ex-secretário de Assistência Social de Ilhéus, Augusto Macedo, que sofre de cardiomiopatia de grau 4 e necessita ser submetido a transplante do coração, conseguiu vaga ontem (17) na UTI do Hospital São José. Antes, ele ficou durante dois dias na enfermaria da unidade da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus, apesar de apresentar estado de saúde muito delicado.

O caso do ex-secretário foi relatado pelo PIMENTA na quarta-feira (16) – confira. A nota informa que, enquanto aguarda na fila do transplante, Macedo precisa implantar um ressincronizador cardíaco, cirurgia que na Bahia somente é realizada pelo SUS no Hospital Ana Nery, de Salvador.

Logo após a publicação da nota no blog, alguns políticos procuraram a família do ex-secretário. Entre os que se mostraram solidários, estão o deputado federal Bebeto Galvão (PSB) e a deputada estadual Ângela Sousa (PSD), com quem Macedo já trabalhou. Antes, apenas o vereador Fábio Magal lhe prestava auxílio.

Em nota, a deputada Ângela afirma que somente na última quarta-feira teve conhecimento de que seu ex-assessor estava internado. “A partir de então, entrei em contato com o secretário de Saúde, Fábio Vilas Boas, solicitando seu apoio na transferência para Salvador”, diz a nota. A deputada também colaborou, junto à Central de Regulação do SUS, para que Macedo conseguisse uma vaga em UTI.

Tempo de leitura: < 1 minuto
Augusto Macedo, quando era secretário de Assistência Social de Ilhéus em um período do governo Newton Lima
Augusto Macedo, quando era secretário de Assistência Social de Ilhéus em um período do governo Newton Lima

É muito grave o estado de saúde do ex-secretário de Assistência Social de Ilhéus, Augusto Macedo. Portador de cardiomiopatia dilatada, de grau 4, ele necessita ser submetido a um transplante de coração.

Macedo enfrenta dificuldades financeiras para arcar com os custos de seu tratamento. Sem encontrar vaga na UTI do Hospital Geral Luiz Viana Filho, ele acabou sendo internado na enfermaria do Hospital São José, setor que não tem estrutura adequada para um paciente com um quadro de saúde tão delicado.

Fragilizado pela doença, o ex-secretário depende de respirador mecânico e utiliza cadeira de rodas. Para aumentar sua chance de sobrevida enquanto aguarda na fila do transplante, Macedo precisa de um ressincronizador cardíaco (espécie de marcapasso). Pelo SUS, o hospital credenciado na Bahia para instalar o aparelho é o Ana Nery, de Salvador.

De acordo com Macedo, o Ana Nery realiza apenas seis cirurgias desse tipo por semana. O ex-secretário tenta uma vaga para receber o implante e segue sua luta pela vida, contando com poucos amigos que ainda o apoiam, a exemplo do vereador Fábio Magal. Outros políticos aos quais ele serviu o abandonaram no momento mais difícil de sua vida.