Tempo de leitura: < 1 minuto

Presidente do Sintratec foi agredido por segurança da Malwee durante manifestação.
Presidente do Sintratec foi agredido por segurança da Malwee durante manifestação.

Acabou em agressão o protesto que sindicalista fizeram, hoje à tarde, na porta da filial da indústria de confecções Malwee, em Camacan, a 80 quilômetros de Itabuna. Um segurança ainda não identificado desferiu um soco no rosto do presidente do Sindicato dos Trabalhadores Têxteis e Calçadistas do Sul da Bahia (Sintratec), Jeser Cardoso.
O caso será investigado pela Delegacia de Polícia Civil no município sul-baiano. O sindicalista participava da manifestação quando levou o soco no rosto. A atitude do segurança da empresda foi lamentada pela diretoria do Sintratec.
Em nota, os dirigentes do sindicato lamentaram que “a Malwee tenha entre seus prepostos pessoas despreparadas e reafirma seu compromisso com os trabalhadores têxteis e calçadistas do sul e extremo sul da Bahia, condenando qualquer tipo de ato violento e priorizando o diálogo como forma de se chegar aos acordos possíveis entre patrões e empregados”. O PIMENTA não conseguiu contactar a assessoria da empresa.