Tempo de leitura: < 1 minuto

O deputado federal Marcelo Nilo relatou, nesta segunda-feira (9), o encontro fortuito que teve com o senador Jaques Wagner (PT-BA) em um voo comercial. Segundo ele, foi a primeira vez em que esteve diante do ex-aliado desde que deixou a base do governo Rui Costa e aliou-se ao ex-prefeito de Salvador ACM Neto (UB).

Nilo deseja o lugar de vice na chapa de Neto ao Governo do Estado e, para viabilizar a nova aliança, filiou-se ao Republicanos. Hoje, disse que manterá o apoio a Neto mesmo se não for escolhido para a majoritária.

Apesar da mudança de lado no campo político, Marcelo Nilo afirma que, na esfera pessoal, mantém a amizade com Wagner. “Até sinto saudade dele, porque gosto muito de Jaques Wagner”, disse o deputado em entrevista à Rádio Metrópole, de Salvador, antes de narrar o reencontro recente – e mudo – com o petista.

– Com a política, nós nos separamos e nos encontramos, pela primeira vez, nesta semana, no avião. Eu fui no banheiro. Quando saí na porta, estava ele. Um olhou pro outro. Eu não sei se foi amor ou ódio, entendeu? Mas um olhou pro outro, e baixamos a cabeça. Eu digo: se ele falar, respondo. Ele não quis falar, tudo bem -.