Ana Aline e as filhas Shamary e Shafira, além do motorista Leandro, morreram no local do acidente
Tempo de leitura: 2 minutos

Nesta quinta-feira (30), as 12 vítimas do acidente envolvendo uma carreta bitrem, uma van e o ônibus da Rota Transportes foram identificadas.  A tragédia ocorreu na noite de quarta-feira (29), no quilômetro 703 da BR-101, no distrito de Mundo Novo, em Eunápolis, no extremo-sul da Bahia. Entre os mortos está o médico pediatra Carlos Alberto Matheus Alves, de 63 anos, de Itabuna.

O corpo do médico está no Departamento de Polícia Técnica de Eunápolis. Não há informação onde será o sepultamento do corpo do profissional de saúde, que era funcionário efetivo do município de Itabuna desde maio de 2008. A liberação do corpo dele depende da chegada de familiares do Rio de Janeiro.

Célia Barbosa, Luciene, Raimunda de Souza e Maria do Carmo Jatobá

No acidente foram mortas Ana Aline dos Santos, 25 anos, e as filhas Shamiry dos Santos do Nascimento, de um ano, e Shafira dos Santos Nascimento, 10. Elas moravam em Ibicaraí e estavam indo passar férias em Eunápolis.  Outras duas vítimas são Célia Barbosa Silva, 63 anos, e Maria da Dores da Silva, 66 anos.

O médico Carlos Alberto e Douglas Silva morrem em acidente em Eunápolis

Na lista de vítimas estão ainda Luciene Alves dos Santos, 39, que trabalhava como camareira em um hotel em Porto Seguro; Fátima Maria Gomes, 65 anos;  Douglas Santos Silva, 45 anos, motorista da van; Raimunda Souza Ceo, Maria do Carmo de Araújo Jatobá, de 65 anos, de Itapé, e Leandro Assunção Oliveira, 40 anos, motorista do ônibus. Ele morava em Camacan.

O ACIDENTE 

De acordo com testemunhas, um dos semirreboques da carreta tombou, desprendeu do veículo e rodou na pista. A carreta transportava toras de eucalipto e seguia em direção a Itabuna. A carga atingiu o ônibus e a van, que seguiam no sentido Eunápolis. Além dos 12 mortos, o acidente deixou vários feridos. Entre eles uma criança em estado grave, que está internada em Porto Seguro.

O menino de quatro anos teve traumatismo craniano e aguarda uma vaga em um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrico.  Outros quatro adultos estão internados no mesmo hospital. Em Eunápolis, estão hospitalizadas seis vítimas do acidente. O estado de saúde delas não foi divulgado.  O motorista da carreta que causou o acidente deve prestar depoimentos nesta sexta em Eunápolis.