Otto, Jerônimo, Marão e Rui em gravação de programa eleitoral || Reprodução
Tempo de leitura: 5 minutos

O prefeito Mário Alexandre, Marão (PSD), acredita que o candidato a governador pelo PT, Jerônimo Rodrigues, tem o reconhecimento dos eleitores sul-baianos à medida em que se torna mais conhecido como o candidato de Rui Costa, Jaques Wagner e Lula ao Governo da Bahia.

Segundo o prefeito de Ilhéus, os governos dos petistas no estado foram os que mais investiram em todas as áreas. Ele citou como exemplo a construção da BA-649. “Ninguém acreditava”, disse Marão à coluna Arriba Saia, do PIMENTA. “Tenho certeza que o povo da nossa região entende que o melhor nome é Jerônimo.

SOANE

Soane discursa em ato de sua candidatura a deputado estadual

A pedido da coluna, o prefeito também falou sobre as expectativas em torno da candidatura da primeira-dama e ex-secretária municipal Soane Galvão (PSB) a deputada estadual. “Soane é a representante da região”, iniciou Mário Alexandre. “O nome de Soane está sendo apresentado e a gente tem ficado muito feliz com a recepção, por ser mulher e por ser de Ilhéus, de Itabuna, de toda a região”.

SUCESSÃO

Jerbson, André e Bebeto: prefeituráveis do grupo de Marão

Reeleito com 37.290 votos em 2020, Mário Alexandre lidera coalizão ampla – e cheia de lideranças que desejam o apoio do prefeito para a disputa de sua sucessão em 2024. Como exemplo, na conversa com ele, citamos o vice-prefeito Bebeto Galvão (PSB) e o presidente da Câmara de Vereadores, Jerbson Moraes (PSD), e pedimos um terceiro nome a Marão.

– Tem muitos nomes. Jerbson tem vontade. O Bebeto não me falou ainda. Tem o secretário de Saúde [André Cezário] – respondeu.

SUCESSÃO 2

Marão ponderou que o debate sobre as eleições de 2024 vai depender dos rumos do pleito deste ano. “A gente tem que passar primeiro a eleição, que é a eleição de uma representatividade forte da região, com Soane, Paulo Magalhães, que é o nosso deputado federal, Jerônimo, Otto [Alencar] e o Lula”, disse. Para ele, se permanecer unido, o grupo terá maior chance de fazer seu sucessor.

SUCESSÃO 3

Não mencionado pelo prefeito, o secretário de Gestão de Ilhéus, Bento Lima, nutriria o desejo de ser escolhido representante do grupo no pleito de 2024, segundo uma fonte privilegiada da coluna. No entanto, o próprio secretário nunca falou publicamente sobre tal pretensão, se é que ela existe. Outra fonte ouvida pelo site afirma que Bento não deseja a indicação como candidato a prefeito. “Não procede”, resumiu.

AFAGO

Marão rasga elogios a Bebeto: “leal, honesto…”

Bebeto e Mário Alexandre foram adversários em 2016 e se uniram em 2020. Sobre o vice, Marão é só elogios:

– Bebeto é uma figura. Um homem leal, honesto, um cara muito ligado, sabe mexer com política, conhece a hierarquia, sabe se meter na hora certa, tem uma experiência grande, tem me ajudado na articulação em Brasília, em Salvador. Para a gente, está sendo um ganho.

ILHÉUS X ITABUNA 

Marão ainda respondeu a uma provocação da coluna quanto às disputas históricas entre ilheenses e itabunenses, que agora foi atualizada para “quem recebe mais investimentos” do governo estadual. “[O ciúme] Já foi maior, mas a minha luta é para fazer a união. Meu sonho é a nossa Ilhéus-Itabuna ter um nome só, porque fortalece e é bom para todos nós”, revelou.

SEM REGIÃO METROPOLITANA

Nesse instante, Marão emitiu uma opinião que é compartilhada por quem conhece os critérios para criação de uma região metropolitana. “A gente tem trabalhando em cima da aglomeração (conurbação), porque, acho, não há quantidade de pessoas (população e municípios) para [criação da] Região Metropolitana”, acrescentou.

______

O VOTO LULA-NETO…

ACM Neto durante ato de campanha em Conceição do Coité

ACM Neto (UB) divulgou vídeo onde aparece afirmando aos eleitores que é possível eleger o presidente da República de um partido e o governador de outro, pois o voto é “livre”. Só faltou fazer o L.

…CONTRA A TRANSFERÊNCIA DIRETA

Se tem uma mensagem massificada pela campanha de Neto, é a de que ele foi bem-sucedido à frente da Prefeitura de Salvador tendo adversários políticos nas demais esferas de governo e que, portanto, poderia repetir o feito no Palácio de Ondina. A ideia é tentar diminuir a transferência de votos de Lula para Jerônimo, tendência captada com mais força pelas últimas pesquisas eleitorais na Bahia.
______

AVISO REFORÇADO

Publicação de Geddel Vieira Lima no Instagram

Geddel Vieira Lima voltou a dizer que não aceitará nenhuma tentativa de cerceamento dos seus direitos para além da esfera jurídica.

– Não fui condenado ao silêncio ou a deixar a vida. […] Para os que me conhecem pouco, deixo claro que porradaria nunca me intimidou. Só peço que não se zanguem ou se ofendam ou se vitimizem com o retorno – escreveu o ex-ministro, dirigindo-se a detratores sem nomeá-los.

______

Capitão Azevedo aparece correndo em vídeos de campanha

CORRA, CAPITÃO, CORRA

O ex-prefeito de Itabuna Capitão Azevedo, candidato a deputado federal pelo PDT, tem aparecido correndo em seus vídeos de campanha. As peças lembram – ainda que de longe – as montagens nas quais Luva de Pedreiro, o influenciador digital baiano, corre em disparada, superando obstáculos como cercas e muros. Confira.

_______

NAS MÃOS ADVERSÁRIAS

A modernização da feira livre do São Caetano é das “Meninas dos Olhos” do prefeito Augusto Castro.

O gestor definiu o delegado e secretário de Segurança e Ordem Pública, Humberto Matos, para dialogar com feirantes e pilotar o projeto, que recebeu R$ 12 milhões do Governo do Estado.

Detalhe: a verba é oriunda do governo petista, mas quem comanda a ação é cabo eleitoral declarado de ACM Neto.

Atualizada às 20h04min.

Carlos Henrique Sobral e Bebeto Galvão no Palácio do Planalto, em Brasília
Tempo de leitura: < 1 minuto

O vice-prefeito Bebeto Galvão (PSB) viajou a Brasília na semana passada para apresentar demandas urgentes de comunidades de Ilhéus ao governo federal. Na última sexta-feira (9), ele se reuniu com o secretário-executivo da Casa Civil, Jônathas de Castro, e pediu celeridade na produção do relatório sobre o avanço do mar no litoral norte do município do sul da Bahia, que impacta moradores e comerciantes. O relatório é feito pelo Ministério do Desenvolvimento Regional e a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil.

A pedido do prefeito Mário Alexandre (PSD), Bebeto também conversou com o secretário-executivo da Secretaria de Governo, Carlos Henrique Sobral, no Palácio do Planalto, sobre 16 propostas de urbanização para altos e morros de Ilhéus. Segundo o vice-prefeito, os projetos devem beneficiar 70 mil habitantes da cidade, sobretudo em áreas acidentadas e de grande risco.

– O prefeito Mário Alexandre e eu temos o compromisso permanente em defender Ilhéus e os interesses do nosso povo. Em Brasília, pedimos nas audiências a celeridade dos trâmites, tendo em vista a situação que milhares de famílias enfrentam nos altos e morros e com o avanço da maré na zona norte, principalmente no São Miguel e São Domingos – explicou o vice-prefeito.

Prefeito e vice-prefeito de Ilhéus formalizaram entrega na última sexta; máquinas vão beneficiar cerca de 1.300 famílias que se dedicam à agricultura na região
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Mário Alexandre, Marão (PSD), o vice Bebeto Galvão (PSB) e o secretário de Agricultura da Bahia, Lucas Costa, entregaram, na última sexta-feira (14), dois tratores à Associação dos Pequenos Produtores de Ilhéus, Una e Buerarema (Aspaiub) e à Força Rural. Juntas, as associações representam cerca de 1.300 famílias da região Sul da Bahia.

“Uma alegria muito grande realizar essa destinação. Estou muito feliz em estar podendo ajudar as nossas associações da agricultura familiar, melhorando a qualidade de vida do povo da zona rural. Agradeço ao secretário Lucas Costa”, disse Mário Alexandre.

De acordo com a Prefeitura de Ilhéus, emendas feitas por Bebeto ao orçamento da União, ainda no mandato de deputado federal (2015-2018), garantiram os recursos para a compra das máquinas. “A cidade, na sua extensão rural, tem pequenas propriedades rurais e a agricultura familiar tem sido a nossa marca para melhorar a produção, o transporte e a comercialização. Esse é o nosso compromisso. Os dois tratores melhorarão a produtividade das famílias”, destacou o vice-prefeito.

O ato de entrega contou com a presença dos presidentes da Aspaiub e da Força Rural, Abiel Silva e Alex Lima, respectivamente.

O prefeito Mário Alexandre e a primeira-dama Soane Galvão: parceria política nos planos da família
Tempo de leitura: 2 minutos

O prefeito Mário Alexandre, Marão (PSD), cozinha a reforma administrativa do seu segundo mandato em banho-maria. Já aprovado pela Câmara de Vereadores de Ilhéus, o Projeto de Lei nº 039/2021 ainda não foi sancionado. Se pairam dúvidas sobre as mudanças por vir, a volta da primeira-dama Soane Galvão ao governo “é muito provável”, segundo o próprio prefeito, que conversou com o PIMENTA no início da tarde desta quinta-feira (6), no intervalo entre uma correria e outra da visita do governador Rui Costa (PT) ao município.

O nome da primeira-dama “é uma das grandes alternativas” para a composição do novo time de secretários, porque “ela já provou o que pode fazer na Secretaria de Desenvolvimento Social”, disse o prefeito, referindo-se ao período em que Soane dirigiu a pasta, em 2017. “Inclusive, amanhã vou receber um ônibus por reconhecimento do Ministério da Cidadania pelos avanços da assistência social, o que começou através de Soane”, informou Mário Alexandre.

Quando o prefeito já se afastava para acompanhar o governador, perguntamos se a primeira-dama ocupará a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação, que será transformada numa superpasta com a reforma administrativa. “É, quem sabe? É o investimento que nós temos. Ilhéus hoje está no boom do investimento e ela é capaz de articular com todas as empresas que têm interesse em investir na cidade”, sinalizou Marão.

A possibilidade de Soane Galvão assumir a pasta de Desenvolvimento Econômico foi levantada ao site por duas fontes que acompanham de perto as movimentações no governo.

Ao PIMENTA, a primeira-dama, que também acompanhou a comitiva do governador da Bahia em Ilhéus, disse que o martelo para sua volta ao governo municipal ainda não está batido. “Mas, se ele [o prefeito] ordenar, com certeza estarei aqui para contribuir para o desenvolvimento da nossa região”.

Perguntamos se ela já tem uma legenda em vista para se filiar, considerando que seu nome é cotado para disputar vaga na Assembleia Legislativa da Bahia em 2022. “Não, porque o projeto ainda não está firmado, mas certamente escolheremos um [partido] bem viável”, respondeu Soane Galvão.

O prefeito Mário Alexandre
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Mário Alexandre, Marão (PSD), sancionou a Lei 4.097/2020, que estabelece a Política de Incentivo e Apoio à Inovação, com foco no fomento ao desenvolvimento tecnológico e empreendedorismo inovador, por meio da concessão de incentivos fiscais ao contribuinte.

Segundo Mário Alexandre, o município trabalha de forma constante para reativar o ecossistema local de inovação, atraindo novos investimentos e gerando oportunidades de emprego. “É isso que a gente quer, promover o crescimento através da ciência e tecnologia. Vamos desburocratizar a instalação de empresas deste importante setor em Ilhéus para atrair um número cada vez maior de negócios. Isso é fundamental. Queremos fazer da nossa cidade referência em desenvolvimento humano e tecnológico. Eu não tenho dúvida de que quem ganha é o nosso povo”.

A lei criou o Sistema Municipal de Estratégia para Inovação (SMEI). Conforme a prefeitura, o mecanismo estimula a cooperação entre organismos públicos e privados e democratiza processos decisórios, além de garantir efetividade e transparência ao gasto público.

BENEFÍCIOS

Os participantes do SMEI poderão obter os benefícios fiscais, a exemplo da redução da alíquota de 5% para 2% do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), abatimento de 60% do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU), isenção do Imposto de Transmissão Inter Vivos (ITIV) e isenção da Taxa de Fiscalização do Funcionamento (TFF), por cinco anos.

A lei também instituiu o Conselho Municipal de Ciências, Tecnologia e Inovação (CMCTI), o Observatório Municipal de Ciência e Inovação (OMCI), o Fundo Ilheense de Apoio à Inovação (FIAI), a Semana Municipal de Inovação (SMI) e o Selo Ilheense de Inovação.

Divulgado hoje (28) pela Prefeitura, o link para cadastramento está aqui.

Mário Alexandre e Augusto Castro acompanham secretário em visita ao lixão de Itariri
Tempo de leitura: < 1 minuto

O secretário de Desenvolvimento do Estado da Bahia, Nelson Pellegrino, visitou Ilhéus nessa terça-feira (19) para ver de perto as condições do lixão de Itariri, no distrito de Aritaguá. O governo estadual tem o objetivo de articular municípios do Sul da Bahia na busca de uma solução consorciada para a gestão dos resíduos sólidos, construindo um aterro sanitário no local.

Os prefeitos de Ilhéus, Mário Alexandre, Marão (PSD), e de Itabuna, Augusto Castro (PSD), acompanharam o secretário. “Estou absolutamente convencido de que a solução definitiva para essa questão passa primeiro pelo consórcio de municípios”, explicou Pellegrino.

Atualmente, o lixão recebe resíduos de Ilhéus, Barro Preto e Uruçuca. Caso o plano do consórcio avance, além desses municípios, a construção do aterro poderá reunir recursos de Itabuna, Itacaré e outras cidades do Sul da Bahia.

Prefeitos de Itabuna e Ilhéus se reuniram para discutir estratégias de governança regional
Tempo de leitura: < 1 minuto

Os prefeitos de Itabuna e Ilhéus, Augusto Castro e Mário Alexandre (Marão), estão dispostos a estreitar os laços entre os dois municípios num projeto de desenvolvimento para o Sul da Bahia.

Ambos do PSD,  os mandatários se reuniram nessa segunda-feira (11), no centro administrativo da cidade litorânea, para discutir estratégias de governança regional. O vice-prefeito de Ilhéus, Bebeto Galvão (PSB), também participou do encontro. “Para nós é uma honra ter um colega de partido, amigo e com os mesmos interesses na reconstrução da nossa região. Buscaremos parcerias jamais vistas em vários governos que passaram”, disse Marão.

Augusto agradeceu a receptividade e teceu elogios ao correligionário. “Quero agradecer a recepção do prefeito Mário Alexandre e dizer da importância de Ilhéus e Itabuna se unirem num projeto de desenvolvimento regional. Estamos tratando desse alinhamento, porque Mário tem realizado muito pela saúde, educação, ação social e saúde, principalmente nesse momento de pandemia”.

Tempo de leitura: < 1 minuto

De acordo com levantamento feito pelo PIMENTA,  na manhã deste sábado (26), 919 políticos de Itabuna e Ilhéus estão aguardando o pedido de registro de candidatura pela Justiça Eleitoral.  São pessoas que informaram as mais diversas profissões. Entre os que pretendem concorrer às eleições deste ano estão médicos, professores, advogados, comerciantes, servidores públicos, trabalhadores rurais e vendedores ambulantes, dentre outros.

Do total  de pedidos encaminhados à Justiça Eleitoral,  18 são para o cargo de prefeito. Em Itabuna, os pedidos de registro são para Alfredo Melo (PV), Augusto Castro (PSD),  José Nilton Azevedo(PL),  Charliane Sousa (MDB), Isaac Nery (Avante), Antônio Mangabeira (PDT), Edmilton Carneiro (PSDB), Fernando Gomes (PTC), Geraldo Simões (PT),  Pedro Eliodório Filho (UP) e José Ademaques, o professor Max (PSOL). Gomes tenta à reeleição.

Em Ilhéus, o número de candidatos a prefeito é menor.  São Carlos Machado, o Cacá (PP), Cosme Araújo (PDT),  João Barros (PRTB), Mário Alexandre (PSD), Reinaldo Soares, o professor Reinaldo do IBEC (PTB),   Roberto Barbosa (Solidariedade),  Valderico Júnior  (DEM). Alexandre vai tentar à reeleição.

VEREADORES

Em Ilhéus,  até a manhã deste sábado, 452 pessoas tinham pedido o registro de candidatura para disputar uma vaga na Câmara de Vereadores. Em Itabuna, eram 449 solicitações para os pretendentes a uma vaga no Legislativo local.

De acordo com Tribunal Superior Eleitoral (TSE),  até a manhã de hoje, 1.218 políticos pediram registro para disputar o cargo de prefeito em 410 municípios baianos e 32.216 solicitaram o registro a candidato a vereador. A Bahia tem o total de 417 municípios. O prazo para concorrer aos cargos de prefeito e vereador nas eleições 2020 termina neste sábado.

Tempo de leitura: 4 minutos

O empresário Valderico Junior tem se destacado e se notabilizado como uma força crescente, principal opositor do prefeito e um nome a ser batido. Valderico já tem ao seu redor vários partidos da oposição ao governador Rui Costa.

Jerberson Josué

Semana passada fiz uma análise do cenário eleitoral e até hoje dá “pano pra manga”. Um amigo me contou que no PSD os pré-candidatos de menor força e popularidade foram tirar satisfações com os dirigentes, pois não sabiam que poderiam ser mulas de figurões da política, e ameaçaram promover abandono de pré-candidaturas, o que dificultaria a vida dos ditos tubarões. Vale lembrar que não existe mais tempo pra mudanças.

No PSB, a confusão é sobre o nome do ex-vereador Marcos Flávio. Ele se filiou inicialmente no dia 2 abril ao Podemos, algo normal. O problema é que no dia 4 de abril o ex-presidente da OAB se filiou ao PSB e também ao PCdoB. Qual é o destino do nobre advogado Marcos Flávio? É a pergunta geral. Tem gente achando que foi uma barbeiragem; outros acreditam que foi uma jogada do prefeito, pois o ex-vereador Marcos Flávio é aliado do prefeito e foi para o PSB com a missão de garantir o PSB na base e, de quebra, assegurar a vice e ter um fiel aliado como opção.

A filiação ao PC do B não bate com essa estratégia. Tem gente que diz que essa tática assegura caminhos a seguir e tranquilidade pra escolher a melhor opção mais a frente, no pós-pandemia. Saberemos a resposta quando Marcos Flavio falar ou agir, apontando ao TRE em que partido quer ficar. Outro movimento importante é feito pelo ex-prefeito de Ilhéus, o professor Jabes Ribeiro. Conhecido como um grande articulador, ele faz jus à fama, e nos bastidores atua fortemente pra garantir grandes apoios ao seu pré-candidato, o empresário Cacá Colchões.

O ex-prefeito Jabes conversa com capa pretas estadual de diversos partidos, de diversas correntes ideológicas. Com a saída de alguns nomes do partido na proporcional, o ex-prefeito também trouxe para fileiras progressistas lideranças dos principais e mais importantes bairros. A lista do progressista é guardada pelo ex-prefeito Jabes a sete chaves. Ele sabe muito bem do poder de convencimento da caneta de um prefeito e por isso não vai dar mole ao prefeito Mário. Alguns experientes articuladores na montagem de chapa, apontam que o progressista vem muito forte e devidamente espalhado em todos os cantos, inserido em todas as classes sociais e segmentos, ou seja, diferente do que muitos pensam, o partido do ex-prefeito vem forte sim, também, na corrida para o legislativo ilheense.

A SABER AO ABRIR AS URNAS. Na articulação para a majoritária, o sonho do ex-prefeito é ter nas fileiras de seu pré-candidato quase todos os partidos da base do governador RUI, à exceção do PSD, apesar de até no PSD ter amigos e filhos políticos. As conversas, principalmente com o PT, PSB, PCdoB e Cidadania, são contínuas e diárias. O PT segue firme com seu pré-candidato, o empresário Nilton Cruz.

Nilton Cruz anda a cidade de norte a sul, na construção de sua candidatura, além de articular nos gabinetes de Ilhéus e Salvador. Um forte aliado do empresário e pré-candidato é o deputado Rosemberg Pinto, o líder do governo na Assembleia Legislativa. Nilton Cruz, assim como Jabes, sonha em aglomerar em torno de sua campanha o máximo de partidos da base governista para atrair o governador Rui e o senador Jaques Wagner, que são de seu partido.

O prefeito Mário Alexandre PSD vive difíceis momentos, diante de desmandos e caos administrativos, confusões e fofocas de bastidores, um verdadeiro inferno astral, principalmente que os problemas da pandemia fazem estourar todo dia uma nova bomba no seu colo. Além de insatisfação de aliados, inclusive na Câmara, vereadores de sua base reclamam que não têm demandas atendidas pelo governo, e as pressões nas bases apertam mais ainda os vereadores que se sentem abandonados pelo prefeito Mário. Vale lembrar que Mário tem fama de não cumprir com o combinado e ser inadimplente da palavra.

Alguns dizem que o que ele diz sentado, não vale em pé. Diante de tanta problemática e com gigante rejeição, sua reeleição fica cada dia mais improvável. Dizem até que o grupo já pensa em um plano B, em lançar um nome novo e diferente, até de fora da política. Mário tem batido cabeça também no estado, por sua aproximação com ferozes opositores do governador, como a deputada Dayane Pimentel, do PSL, ex-partido de Bolsonaro.

O constrangimento é grande, principalmente porque bolsonaristas com cargos no governo Mario, batem no governador Rui Costa todo dia nas redes sociais. O CLIMA fica ruim quando esse assunto é discutido em Salvador, e nem os senadores Otto e Coronel, ambos do PSD e aliados do governador, conseguem defendê-lo. Principalmente, porque os senadores fazem contraponto ao governo Bolsonaro. Coronel é presidente da CPMI das FAKES NEWS. O engraçado é que essa mesma turma é vetor de retransmissão na cidade, da rede de compartilhamento investigada pela CPMI que o Coronel preside. Até onde vai esse imbróglio, só vamos saber mais à frente. Diante de tudo isso, esse é o pior momento do governo Mário.

O empresário Valderico Junior tem se destacado e se notabilizado como uma força crescente, principal opositor do prefeito e um nome a ser batido. Valderico já tem ao seu redor vários partidos da oposição ao governador Rui e avança nas articulações até com partidos da base do governador. É certo que a eleição de 2020 é laboratório para 2022. Por isso, Rui está atento ao que acontece em Ilhéus e, dificilmente, ficará de braços cruzados. Mas qual será a tendência do bem avaliado Rui Costa é a pergunta recorrente. Só não deve vacilar e mexer na peça errada do xadrez político ilheense. E assim, aguardamos os próximos capítulos.

Jerberson Josué se define como um estudante na escola da vida.

Tempo de leitura: 2 minutos

O fato mais comentado no meio político em Ilhéus, ontem, era a felicidade do prefeito em exercício, Mário Alexandre, o Marão (PSD), durante a Parada do 7 de Setembro. A descontração do vice destoava do momento vivido pelo prefeito de fato e direito, Newton Lima (PSB), internado desde terça (6) numa UTI e logo depois transferido para Salvador. Confira a sequência de fotos do Jornal Bahia Online: