Tempo de leitura: < 1 minuto

O primeiro drive-thru do McDonald´s no sul da Bahia será inaugurado no próximo dia 18, segundo anúncio feito, há pouco, pela rede de fast food. O restaurante funcionará na Avenida Princesa Isabel, Jardim Vitória, próximo à rótula do São Caetano.

O drive-thru vai operar como um “drive-tudo”, pois aceitará pedidos de clientes em carros, motos, bicicletas ou patins, por exemplo. Haverá também a opção de pedidos no sistema tradicional (balcão).

O atendimento em balcão será das 10h às 22h, diariamente. Já no sistema drive-thru, irá das 10h à 0h, de domingo a quinta-feira. Às sextas e aos sábados, das 10h às 2h.

OPORTUNIDADES

A nova unidade gerou cerca de 40 postos de trabalho, dos quais 24% são jovens em sua primeira oportunidade de emprego. Além disso, cerca de 29% dos funcionários que trabalhavam em outras unidades da rede na cidade, foram promovidos a novos cargos e passarão a trabalhar no novo restaurante.

Segundo a rede de fast food, a inauguração do Itabuna Drive faz parte do plano de expansão e modernização da Arcos Dorados, franquia que opera a marca McDonald’s em 20 países da América Latina e Caribe, com previsão de inauguração de mais de 120 restaurantes no Brasil até o final de 2024. “Este crescimento representa 60% do total de inaugurações da América Latina”, informa.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Espaço Tonucci recebe doações do MCDonald´s
O bairro Nova Califórnia, em Itabuna, foi um dos escolhidos para receber o apoio do Bom Vizinho, um projeto do McDonald’s voltado a beneficiar comunidades locais. A Associação Padre Paulo Tonucci, que anualmente atende cerca de 300 pessoas, de 6 a 18 anos, em situação de vulnerabilidade social, acaba de receber doações.

O McDonald’s foi responsável pela doação de dois portões, cinco violões para as aulas de música e a confecção de 80 uniformes para os alunos de 06 a 11 anos. “O sentimento é de gratidão, felicidade e emoção em sermos agraciados com um projeto tão importante como o Bom Vizinho, que atendeu muitas das nossas necessidades”, completa Maria Augusta Melo.

No espaço ocorrem atividades de reforço, oficinas de capoeira, jazz, balé e música (flauta doce e violão), além de roda de diálogo com os adolescentes. O objetivo é “desenvolvê-los enquanto sujeitos políticos”, conta Maria Augusta Melo, diretora da Associação.

Antônio Boa Sorte, gerente do McDonald’s, fala do compromisso da rede em fazer a diferença: “Temos a proposta de promover envolvimento entre o restaurante e a comunidade. Anualmente, todos os restaurantes participam da Gincana Bom Vizinho, seja arrecadando alimentos ou fazendo doação de sangue. Neste ano mudamos o foco e decidimos apoiar uma instituição”.

Tempo de leitura: < 1 minuto
Loja do McDonald´s em Porto Seguro é fechada durante paralisação || Foto NaMídia News
Loja do McDonald´s em Porto Seguro é fechada durante paralisação || Foto NaMídia News

Funcionários do McDonalds cruzaram os braços na manhã desta sexta-feira (4), em Porto Seguro, no extremo-sul da Bahia. Eles fizeram apitação na porta da loja para reivindicar equiparação salarial e melhores condições de trabalho.

De acordo com o NaMídia News, os grevistas também cobram a contratação de mais funcionários na alta temporada. A greve por tempo determinado deverá ser encerrada amanhã ou até o McDonald´s abrir negociação.

Os funcionários ainda se queixam de receber salário abaixo do piso da categoria. A manifestação é apoiada pelo Sinthotesb, o sindicato da categoria em Porto Seguro.

Tempo de leitura: 3 minutos

jurema cintraJurema Cintra Barreto | falecomjurema@gmail.com

Crianças dependentes de açúcar e gordura, adultos dependentes e obesos. Os EUA são o país dos obesos mórbidos e o Brasil também está engrossando essas estatísticas.

 

Tem tempo que uma amiga querida e professora me falou sobre um documentário interessante e protelei anos para ter a curiosidade de parar e assistir realmente.  Nossaaaaa!!! Inspirada em Maísa, “Meu mundo caiu”. Nunca gostei de Mac, Bobs, Hut, Burguer King, Taco Bell, enfim, essas comidas pavorosas. Só o cheiro de fritura e óleo rançoso já me afasta de logo.

Ao saber que pessoas nos Estados Unidos estavam processando a McDonald´s por consumirem seus produtos e ficarem obesas, um diretor e sua equipe decidem fazer o  documentário Super Size Me. Em português, Tamanho Super-Jumbo ou  A Dieta do Palhaço.

Durante 30 dias, Morgan Spurlock teria de cumprir as seguintes regras:

Regra 1 – Comer suas três refeições (café, almoço e janta) exclusivamente no McDonald´s. Até água mineral, só poderia ser comprada lá;

Regra 2 – Deveria provar todo cardápio, variando entre as opções disponíveis;

Regra 3 – Sempre que o caixa, voluntariamente, oferecesse o tamanho Super Size (Tamanho Gigante) ele deveria aceitar; e

Regra 4– Não fazer exercício e ter uma vida sedentária, caminhando no máximo 3.000 passos como a maioria dos obesos norte-americanos.

supersize me
Documentário relata efeito das refeições rápidas, que estão cada vez maiores (Reprodução).

Antes do desafio, Morgan se consulta com médicos especialistas como cardiologista, gastroenterologista, clínico geral, nutricionista e realiza uma bateria imensa de exames. Enfim, sua saúde era perfeita.

Passados os primeiros 10 dias, os resultados são surpreendentes, pois fígado, função cardíaca, colesterol alto, triglicerídeos alto, hiperglicose, tudo, tudo estava comprometido. Os médicos se impressionaram com a agressividade da combinação de gordura (sanduíches e frituras) e açúcar (refrigerantes) neste pequeno espaço de tempo. É alarmante pensar que muitos norte-americanos, e até brasileiros, comem cerca de 2 ou 3 vezes na semana em fast foods!

Neste período de 30 dias, são realizadas várias entrevistas com advogados, nutricionistas, médicos, lobistas da indústria alimentícia norte-americana, gestores escolares e merendeiras. E as falas são surpreendentes. A única empresa que se recusou a falar no filme foi a própria McDonald´s.

Um dos experimentos mais interessantes foi quando Morgan apresentou 3 fotos para crianças entre 7 e 8 anos. A 1ª foto de George Washington, ex-presidente dos EUA que está na nota do dólar, uma única criança o reconheceu. A 2ª foto de JESUS CRISTO, nenhuma reconheceu, mas a imagem do palhaço Ronald McDonald´s era reconhecida imediatamente, subitamente, sem titubear, por todas as crianças e com sorrisos lindos.

Foi tema na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014 a publicidade infantil. Estima-se que uma criança nos EUA assista a cerca de 5.000 a 10.000 anúncios de alimentos por ano. É muita mensagem subliminar e mensagens diretas pesadas para os pequenos. Crianças dependentes de açúcar e gordura, adultos dependentes e obesos. Os EUA são o país dos obesos mórbidos e o Brasil também está engrossando essas estatísticas.

O filme Super Size Me está disponível no Youtube em versão dublada ou legendada. Depois de chegar ao final, nossa visão sobre alimentação em fast foods, a famigerada comida rápida de shopping center com alimentos processados, muda radicalmente. Sinto uma dor na alma quando vejo no horário do almoço crianças comendo no McDonald´s incentivadas por seus pais, servidas de porções cada dia maiores. Assistir a este filme é uma catarse que muitos e muitas precisam fazer.

Temos em nosso país uma riqueza de alimentos, verduras, legumes, frutas endêmicas e únicas como a jabuticaba, mangaba, pitomba. Temos uma agricultura familiar fortalecida a cada dia. E, assim, inovar na alimentação, experimentar os sabores e saberes culinários do Brasil e de outra culturas, valorizar alimentos frescos, orgânicos, agroecológicos não é “coisa de vegetariano chato”, é coisa de quem quer ficar vivo e ter saúde para experimentar ainda mais as maravilhas do mundo. Fast foods para que, mesmo?

Jurema Cintra é advogada e milita nas áreas previdenciária e de Direitos Humanos.

Tempo de leitura: 2 minutos
Restos de barata encontrados na bebida servida pelo McDonald´s.
Restos de barata encontrados na bebida servida pelo McDonald´s.
Lorena venceu McDonald´s na Justiça.
Lorena venceu McDonald´s na Justiça.

A justiça baiana condenou o McDonald´s a pagar R$ 5 mil de indenização por danos morais a uma cliente que consumiu refrigerante com restos de barata. O episódio ocorreu na loja do McDonald´s de Itabuna, no Shopping Jequitibá, em 30 de março de 2013.

Lorena Silva Marques pediu um sanduíche e um refrigerante no fast food. Após a refeição, ela retirou a tampa do copo para consumir pedras de gelo. Estavam lá vestígios de barata.

A administradora de empresas acionou o McDonald´s no Juizado Especial. Lorena ganhou a ação na primeira instância, mas a empresa recorreu.

O recurso do McDonald´s (Arcos Dourados) foi analisado pela quinta turma recursal dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais da Bahia. A turma julgou procedente o pedido da consumidora. A empresa ainda pode recorrer.

Após a decisão judicial, Lorena conversou com o PIMENTA. A cliente lembra ter recebido um “tratamento horrível” da empresa. “Ao invés de resolver a situação e fazer um pedido de desculpa ao consumidor, a empresa apenas ofereceu outro lanche”, disse ela ao blog.

Lorena lembra que o produto com “corpo estranho” colocou em risco tanto a saúde dela como a da filha, de apenas sete anos à época. “Espero que a empresa tome mais cuidado em relação à higiene, para que tal fato não volte a ocorrer com mais ninguém”.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Restos de barata encontrados na bebida servida pelo McDonald´s.
Restos de barata encontrados na bebida servida pelo McDonald´s.

Lanche indigesto teve a administradora de empresas Lorena Marques. Ontem à noite, ela pediu hambúrguer e refrigerante no McDonald’s, no Shopping Jequitibá, em Itabuna. Comeu, bebeu… E a surpresa veio ao final, segundo conta.
– Ao terminar o lanche, fui abrir o copo para pegar pedras de gelo. Encontrei uma barata esmagada.
Se o inseto causou nojo, o atendimento do gerente da lanchonete provocou indignação. Segundo Lorena, o gerente apenas perguntou se ela queria outra bebida. Não houve nem pedido de desculpas. Lorena promete recorrer à justiça e à Vigilância Sanitária.
O PIMENTA tentou contato com a rede de lanchonetes em Itabuna, mas ninguém atendeu à ligação.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Rede de fast food é obrigada....
Rede de fast food é obrigada a regularizar jornada de empregados.

A Justiça do Trabalho determinou que a Arcos Dourados, que representa a marca McDonald´s no Brasil, regularize a jornada de trabalho de seus funcionários em todo o país e determina indenização de R$ 50 milhões por dano moral coletivo.
A decisão da juíza Virgínia Lúcia de Sá Bahia, da 11ª Vara do Trabalho do Recife, anunciada nesta terça-feira (19), atendeu pedido do Ministério Público do Trabalho (MPT) em Pernambuco na ação civil pública contra a empresa.
Em um processo que teve início em agosto, a juíza concedeu liminar proibindo a jornada móvel variável em Pernambuco mas, a pedido do MPT, a decisão foi estendida para todo o país. O valor inicial pedido por dano moral coletivo era de R$ 30 milhões, segundo a assessoria de imprensa do Ministério Público.
A decisão da juíza também obriga que a empresa não deve proibir que os funcionários levem sua própria alimentação para consumir no refeitório, sob pena de multa mensal de R$ 3 mil por trabalhador prejudicado. Leia mais no IG.