Entrevistas

PARA LÚCIO, GEDDEL FEZ DESABAFO, MAS NÃO DECLAROU GUERRA A ACM NETO

Geral

“LUVA DE PEDREIRO” TROCA A BAHIA PELO LITORAL DE PERNAMBUCO E COMEÇA UMA NOVA HISTÓRIA

Cultura

ITAPEDRO: SOLANGE ALMEIDA E TARCÍSIO DO ACORDEON SE APRESENTAM HOJE (1º)

Política

PRESIDENCIÁVEIS VÃO AO 2 DE JULHO

Economia & Negócios

CONCURSO DE CACAU SUSTENTÁVEL OFERECE R$ 38 MIL EM PRÊMIOS A PRODUTORES

Polícia

POLÍCIA APREENDE 1.100 PEDRAS DE ESMERALDA NO INTERIOR DA BAHIA

Política

PROTESTO POR FALTA DE ÔNIBUS INTERDITA A ILHÉUS-ITABUNA

AutoInfo

MOTOCICLETA: UMA LUZ NO FIM DO TÚNEL

Geral

VIGILÂNCIA SANITÁRIA FISCALIZA PREPARO E VENDA DE ALIMENTOS DURANTE O ITA PEDRO

Geraldo, Jerônimo, Lula, Janja e Rui no 2 de Julho || Foto Ricardo Stuckert
Tempo de leitura: < 1 minuto

O pré-candidato do PT ao Governo da Bahia, Jerônimo Rodrigues, participa do ato de 2 de Julho, em Salvador, neste sábado, acompanhado do presidenciável Luiz Inácio Lula da Silva.

“É uma alegria para a Bahia voltar a fazer o que fez há quase 200 anos: construir a independência para que o Brasil sonhe com a esperança, com emprego, com trabalho. A nossa caminhada é para garantir a dignidade restabelecida, com Lula presidente”, declarou Jerônimo, ao chegar no Largo da Lapinha.

O governador Rui Costa e o senador Jaques Wagner, ambos do PT, também participam da celebração dos 199 anos da Independência do Brasil na Bahia, a exemplo do pré-candidato a vice-governador Geraldo Júnior (MDB) e do senador Otto Alencar (PSD), pré-candidato à reeleição.

Após as festividades, o grupo governista segue com Lula para ato político no estacionamento da Arena Fonte Nova.

Lúcio vê crescimento de Jerônimo e afirma que cálculo eleitoral de Neto foi superado
Tempo de leitura: 6 minutos

Presidente de honra do MDB baiano e ex-deputado federal, Lúcio Vieira Lima afirma que o discurso acalorado do seu irmão, Geddel Vieira Lima, durante ato nesta sexta (1º), não pode ser interpretado como declaração de guerra ao pré-candidato do União Brasil ao Governo da Bahia, ACM Neto.

Com a mão esquerda apoiada numa muleta e a direita ao microfone, Geddel disse aos militantes e pré-candidatos do MDB que não terá sua atuação política cerceada para além das limitações que já o impedem de exercê-la plenamente. Na sequência, o ex-ministro subiu o tom e referiu-se a Neto e ao prefeito de Salvador, Bruno Reis (UB).

– Vamos deixar claro. Vamos, por exemplo, falar do adversário nosso tido como mais forte, o ex-prefeito e seu menino, o prefeito. Para ficar bem claro, não reconheço na Bahia e não reconheço no Brasil ninguém com autoridade política ou moral para apontar o dedo para o calvário que tenho enfrentado, e com coragem!

Nesta entrevista ao PIMENTA, além de classificar o discurso do irmão como desabafo, Lúcio Vieira Lima analisa a disputa pelo Governo do Estado e aposta no crescimento da chapa do pré-candidato do PT, Jerônimo Rodrigues, que tem o emedebista Geraldo Júnior na vice.

Também revela o cálculo de ACM Neto sobre a pré-campanha e, com uma tirada, explica o posicionamento do MDB baiano na eleição presidencial. “Como vou eleger deputado e fazer campanha contra Lula na Bahia?”. Leia.

PIMENTA- O cenário atual é de renascimento do MDB?

Lúcio Vieira Lima – Não. [Em 2020], o MDB mostrou que não estava morto. Saiu das urnas como o quinto partido em número absoluto de votos, reelegendo os prefeitos das duas maiores cidades do interior [Feira de Santana e Vitória da Conquista]. Elegeu dois vereadores e fez o presidente da Câmara de Salvador. Neste ano, foi desejado por todos os candidatos a governador. Indicamos o [pré-candidato a] vice-governador da chapa do PT na Bahia, que é o quarto colégio eleitoral do Brasil. Portanto, o MDB não morreu. Só renasce quem morre. A história da política mostrou isso.

Não falo apenas do MDB da Bahia, mas de toda a estrutura política. Há poucos anos, o mundo sofreu uma revolução de internet, onde se mudava presidente porque o povo ia às ruas. Teve partido na França que foi criado pra uma eleição e ganhou. O próprio PSL, à época [2018], se aliou a Bolsonaro, saiu com a segunda maior bancada da Câmara Federal e o presidente da República. Além disso, o MDB é a costela de Adão [do sistema partidário brasileiro]. Não foi o MDB que diminuiu, outros partidos surgiram e cresceram.

O senhor descreve uma onda de fora para dentro da política, dos chamados outsiders? Essa onda refluiu? 

Como toda onda, ela vem e vai. Se ela vem mais forte, o surfista pega, marca ponto e é campeão. Ele depende da onda. Essa onda ocorre desde o tempo de Fernando Collor. Ele foi um outsider que se aproveitou daquele momento de descontentamento do povo, em cima [da imagem] do caçador de marajás, e chegou à vitória. Bolsonaro foi outro caso. [São] como eclipses, ocorrem te tantos e tantos anos.

 

________________

Com a decepção com esse governo que você chama de outsider, a política tradicional, partidária, começa a ocupar novamente os espaços.

________________

 

E o que temos neste ano?

Com a decepção com esse governo que você chama de outsider, a política tradicional, partidária, começa a ocupar novamente os espaços. Na verdade, como a política está com a fama tão ruim, os partidos perdem quadros, [enquanto] quadros que poderiam entrar na política por competência terminam sem estímulo. É um terreno fértil – e mais ainda com a internet – para que candidaturas de oportunidade, esporádicas e populistas vendam um discurso fácil à população. Não há renovação do sistema político. Você vê a dificuldade de se encontrar uma terceira via [na eleição presidencial].

Quais são as expectativas para as eleições proporcionais no estado?

Vamos fazer de dois a três [deputados] federais. Os favoritos seriam, não pela ordem, Ricardo Maia, ex-prefeito de Ribeira do Pombal; Uldurico Pinto, atual deputado, da família dos Pinto, do extremo-sul; e Fábio Vilas-Boas, ex-secretário de Saúde do Estado. [Na Alba], queremos fazer três, mas chegaremos a quatro, com certeza. Temos Rogério Andrade; Lúcia Rocha; Matheus; Geraldinho; Ana Clara, mulher do ex-prefeito de Paulo Afonso; Joelson Martins, de Santa Luz, filho do ex-prefeito e ex-deputado Joelson Martins; e Lú de Ronny, de Feira de Santana. São nomes que terão de 30 a 40 mil votos.

 

________________

[ACM Neto] está em campanha ao governo há dez anos. Inclusive, chegou a fazer uma pré-campanha toda na eleição passada.

________________

 

 

E o cenário da eleição majoritária?

Só vai ter posição concreta quando começar a campanha de televisão e rádio. O pré-candidato do União Brasil está em campanha ao governo há dez anos. Inclusive, chegou a fazer uma pré-campanha toda na eleição passada e, na prorrogação, desistiu, mas está sempre candidato, candidato, candidato.

É lógico que, nesse momento, [Neto] pode aparecer na dianteira das pesquisas, porque Jerônimo é totalmente desconhecido. Foi secretário e, dentro das esquerdas, por exemplo, é um nome levíssimo pelo trabalho que fez junto aos movimentos sociais, cooperativas, a turma do interior, da agricultura familiar. Terminou sendo um nome melhor que o de Wagner e o de Otto. A força de Otto ou Wagner é ser candidato de Lula. Isso Jerônimo é. Wagner tem desgaste, não poderia ir para a campanha pra dizer vou fazer isso. Nego ia pergunta por que não fez. Jerônimo pode dizer o que vai fazer, nunca foi governador, mas isso implica na parte ruim do desconhecimento [do eleitorado].

 

_______________

[Jerônimo] vai crescer. A eleição de Jerônimo é a mesma que foi de Wagner, de Rui e Dilma: é Lula.

_______________

 

Dá tempo de superar essa dificuldade?

Quando se tornar mais conhecido, com a campanha, ele [Jerônimo] vai crescer. A eleição de Jerônimo é a mesma que foi de Wagner, de Rui e Dilma: é Lula. O grande desafio de Neto é colocar na cabeça da militância que a eleição não será nacionalizada, dizer que Lula não transfere votos como transferia antigamente e dizer que o pessoal de Lula vai votar nele, e que inclusive ele vota em Lula. É o tripé que ele montou pra segurar a pré-candidatura dele na frente das pesquisas o maior tempo possível, pra tentar tornar um fenômeno irreversível. Só que você tem João Roma, que Neto apostava que não cresceria e que não tiraria voto dele, porque o eleitorado de João Roma é carlista e continuaria votando em Neto.

É uma avaliação correta?

Não é isso o que está se observando. O que se observa é ACM Neto perdendo muito voto para João Roma, não vice e versa, porque é em função de Bolsonaro. Neto diz que quer o palanque aberto e apoia Bivar, Ciro, apoia todo mundo que aparecer como candidato. O bolsonarista, quando Neto diz que vai votar em Lula, isso implica em insatisfação da parte de Bolsonaro e do eleitor dele. Nego começa a querer votar em Roma.

Neto sempre me disse – não só a mim, mas a muitos interlocutores, que, para ele ganhar a eleição [no primeiro turno], Lula não poderia chegar a 60% [da preferência do eleitorado baiano] e João Roma não poderia chegar a 10%. As duas coisas já ocorreram. Pela própria análise dele, ele já não ganha em primeiro turno.

 

_______________

Se tenho que eleger deputado e estão me cobrando, como vou ficar contra Lula na Bahia?

_______________

 

O MDB lançou a pré-candidatura de Simone Tebet. Como observa esse movimento?

A Simone veio pro 2 de Julho, mas trazida pelo Cidadania. Sempre coloquei que o MDB respeitaria as peculiaridade locais. Por exemplo, o prefeito de Itapetinga, Rodrigo [Hage]. Como o PT é o adversário dele lá, ele não tinha condições de apoiar o PT. Tenho que respeitar, até porque a estrutura partidária brasileira e a legislação eleitoral não permitem esse grau de fidelidade, não tem nenhum tipo de punição que possa se tomar.

É a mesma coisa nos estados. Seria um contrassenso. Você tem as direções nacionais dos partidos e, no caso, do MDB, pressionando pra se fazer deputado federal, porque é deputado federal que dá o tempo de televisão e o fundo eleitoral. Ora, se eu tenho que eleger deputado e estão me cobrando, como vou ficar contra Lula na Bahia? Aí não consigo atender. Ou atendo a direção nacional, ficando com Simone, ou atendo a direção nacional, ficando com Lula e elegendo deputado.

Do ponto de vista pragmático, o caminho é Lula?

O caminho é Lula, mas os delegados [do MDB] da Bahia, quando chegarem na convenção [nacional do partido], vão apoiar a candidatura de Simone. Vão votar pela candidatura de Simone.

Geddel fez um discurso forte. Foi uma declaração de guerra ao grupo de ACM Neto?

De forma nenhuma, não tem nada a ver. Foi uma fala de improviso, fez o desabafo dele. Não foi direcionado para A, B ou C, apenas exemplificou. O que ele disse – e você deve ter ouvido também – é que ele não tem que ser patrulhado por ninguém, quer exercer a cidadania dele, que não tem ninguém que tenha condição de patrulhar e, principalmente, porque todos ficaram atrás dele [em busca de aliança]. Também disse que o adversário mais importante é o pré-candidato do União Brasil, que foi citado como exemplo. [Geddel] falou que não aceitaria [provocação] de anônimo, de internet, forças ocultas, adversários.

Luva de Pedreiro muda para casa nova em Pernambuco|| Foto: Reprodução/Fantástico/TV Globo
Tempo de leitura: < 1 minuto

O baiano Iran Ferreira, conhecido internacionalmente como “Luva de Pedreiro”, um dos maiores influenciadores brasileiros nas redes sociais, com 15 milhões de seguidores no Instagram e mais de 17 milhões de inscritos no TikTok, ganhou novo endereço. Ele se mudou com a família para o litoral Sul de Pernambuco. Natural de Quijingue, no interior da Bahia, o jovem recebeu as chaves da casa, nesta sexta-feira (1º), das mãos dos seus novos empresários, que alugaram o imóvel.

Mesmo fazendo muito sucesso nas redes sociais e assinando contratos milionários, “Luva de Pedreiro” morava, com os pais, até a semana passada, em uma casa simples em um distrito de Quijingue. Ele acusa o ex-empresário Allan de Jesus de várias ilegalidades. O baiano, inclusive, era sócio minoritário da empresa criada para administrar a sua carreira.

A vida do baiano ganhou um novo capítulo com a troca de empresários. Agora, entre o responsáveis por gerenciar a carreira de “Luva de Pedreiro” está o ex-jogador de futsal Falcão, que prometeu autonomia ao jovem fenômeno das redes sociais. Neste final de semana, a vida dele e a relação com o ex-empresário serão temas de reportagens nas principais emissoras de televisão do país.

Empresa de Ilhéus é responsável pelas urnas eletrônicas|| Foto Divulgação
Tempo de leitura: 2 minutos

Especialistas da Universidade de São Paulo (USP) conheceram a fábrica onde estão sendo montadas as novas urnas eletrônicas Modelo UE 2020, em Ilhéus, no sul da Bahia. Os técnicos integram o Laboratório de Arquitetura e Redes de Computadores (Larc) do Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais da Escola Politécnica da USP.

Os técnicos observaram todo o processo de montagem do início ao fim. A montagem final da urna é feita em Ilhéus. Do município baiano, as urnas são distribuídas por transporte terrestre para os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs).

Os componentes das novas urnas encomendadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), entre eles a placa-mãe e o terminal do mesário, começaram a ser produzidos em novembro de 2021, em Manaus, pela empresa Positivo Tecnologia, vencedora da licitação para fabricar o Modelo 2020. O trabalho é concluído no sul da Bahia.

SISTEMA COMPLEXO

Segundo o coordenador de Tecnologia Eleitoral do TSE, Rafael Azevedo, a visita permitiu que os especialistas da USP entendessem como o sistema eleitoral é complexo e diferente dos equipamentos eletrônicos normais. “É importante que eles façam uma avaliação do que existe hoje para poder sugerir melhorias para o futuro de modo consistente”, explicou.

Leia Mais

Solange e Tarcísio comandam segunda noite do Itapedro
Tempo de leitura: 2 minutos

A segunda noite de shows do Itapedro, melhor São Pedro de todos os tempos, nesta sexta-feira (1º), vai ser comandada pelos cantores e compositores Tarcísio do Acordeon e Solange Almeida. Hoje, também se apresentam Eber Lima e Miguel, Cristal Som, Kaio Oliveira, Neto LX e Batista Lima.

Mais de 40 mil pessoas foram à primeira noite do Itapedro, segundo Prefeitura

O Itapedro segue até domingo (3), na estrutura montada na Avenida Princesa Isabel, próximo da sede da Prefeitura de Itabuna, responsável pela realização da festa com apoio Governo do Estado. Confira a programação completa aqui.

Zé Vaqueiro canta para multidão no Itapedro

De acordo com a Prefeitura, mais de 40 mil pessoas foram à primeira noite de shows, ontem, e curtiram o som da banda Harmonia do Samba, do cantor Zé Vaqueiro, da banda Cacau com Leite e de outras atrações.

Espaço em frente ao palco foi reservado a pessoas com mobilidade restrita

Além da multidão, a abertura do Itapedro foi marcada pela presença de pessoas com deficiência física, que tiveram espaço exclusivo em frente ao palco. Sem esse tipo de atenção especial, elas dificilmente teriam a oportunidade de curtir os shows de modo confortável.

Tempo de leitura: 3 minutos

 

Vivemos tempos de falso moralismo e obscurantismo. Falso, porque nenhuma lei tem o direito de legislar sobre o corpo das mulheres, e muito menos do de meninas. E nenhuma lei jamais impediu a existência de abortos, ainda que clandestinos.

 

Marcos Bandeira Júnior

Nos últimos dias, o Brasil ficou estarrecido com duas notícias chocantes: uma juíza catarinense impediu que uma menina de 11 anos fizesse um aborto, um direito concedido a toda grávida vítima de estupro. Felizmente, depois da repercussão do caso, a criança conseguiu fazer o aborto. No domingo, a atriz Klara Castanho, de 21 anos, teve que vir a público expor suas dores, depois de ser enxovalhada por dois abutres – uma apresentadora e um “jornalista” – que ganham a vida espalhando fofocas de celebridades.

Klara foi estuprada, só percebeu que estava grávida dias antes do parto (já que não engordou e continuou a menstruar) e entregou o bebê para a adoção, prática legal e a qual pode recorrer qualquer mulher, de qualquer idade, vítima ou não de estupro, que não queira ficar com o filho.

Estupro, gravidez na adolescência e aborto são temas delicados, mas que precisam ser discutidos por essa sociedade machista, que teima em não exercitar o humanismo e a empatia pelas mulheres vítimas de violência. Segundo dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), em 2021, uma mulher foi estuprada, a cada 10 minutos em média, no Brasil. Dos 56,1 mil casos, mais de 35,7 mil eram crianças e adolescentes de até 13 anos. A esmagadora maioria, meninas: 85,5% das vítimas. 40% dos crimes foram cometidos por pais ou padrastos; 37% por primos, irmãos ou tios e quase 9% por avós.

Como resultado desse cenário de horror, mais de 21.600 meninas ficaram grávidas antes dos 14 anos de idade. E, a cada 30 minutos, uma menina de 10 a 14 anos torna-se mãe! Quantas delas, por falta de informação e apoio familiar e jurídico, foram obrigadas a se tornar mães, numa fase da vida em que tinham de estar estudando, brincando, pensando em planejar um futuro melhor? Segundo especialistas, a desinformação sobre sexualidade e sobre direitos sexuais e reprodutivos é o principal motivo para que a adolescente fique grávida: 7, de cada 10 adolescentes grávidas, dizem que engravidaram “sem querer”.

Os riscos à saúde da mãe e do bebê vão de transtornos psiquiátricos à disputa entre mãe e feto por nutrientes disponíveis no corpo da gestante e, em muitos casos, necessidade de UTI neonatal para o recém-nascido. Há também o aspecto social: a adolescente tem, por exemplo, sua vida escolar interrompida e, no caso de famílias de baixa renda (que abrigam a maioria das adolescentes grávidas), a tendência é que a pobreza aumente. É uma espécie de círculo vicioso da miséria, pois nem sempre a adolescente tem condições financeiras para cuidar da criança.

É preciso que a sociedade tenha um olhar mais amoroso e acolhedor para as nossas meninas. Nossas adolescentes têm o direito de experimentar cada fase da vida de maneira natural, sem a obrigação de ser mãe por obra do acaso, o que lhes rouba o direito de amadurecer em toda a sua plenitude. Também precisamos, como sociedade, deixar claro que criminoso é o estuprador que a engravidou e não ela. As vítimas precisam saber que têm direito a abortar e não devem se envergonhar por terem sido estupradas. Elas não podem sofrer constrangimento de ninguém: sejam médicos, enfermeiras, juízes ou promotoras.

O poder público precisa se posicionar, em vez de se encastelar atrás de convicções que mudam de acordo com a ideologia do ocupante eventual do Palácio do Planalto. Vivemos tempos de falso moralismo e obscurantismo. Falso, porque nenhuma lei tem o direito de legislar sobre o corpo das mulheres, e muito menos do de meninas. E nenhuma lei jamais impediu a existência de abortos, ainda que clandestinos. A proibição prejudica apenas as mulheres pobres, que morrem em locais insalubres, quando deveriam contar com a segurança e os cuidados de um serviço público de saúde.

Também causou polêmica nesta semana, o novo Manual do Aborto, criado pelo Ministério da Saúde. Artistas, influenciadores e organizações sociais criticam a nova versão do documento. Eles avaliam que seu conteúdo pode criar margem para condicionar vítimas de estupro a uma investigação policial, antes de realizar o aborto. Ou seja: o ciclo da violência parece infindável, pois obrigar a vítima a narrar o horror que passou numa delegacia é mais uma forma de violência.

Por que, ao invés de apoiar ações de efetividade duvidosa, o Ministério da Saúde não investe em campanhas de conscientização sobre uso efetivo de contraceptivos e de esclarecimento sobre os riscos da gravidez na adolescência?

Em função dessa polêmica, foi lançada uma campanha nacional pela revogação do manual. Sua hashtag #CuidemDeNossasMeninas viralizou na internet e já reuniu mais de 400 mil apoiadores. Eu sou um deles. E você?

Marcos Bandeira Júnior é advogado.

Sofia e Simone participam de celebração da Independência da Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

As pré-candidatas à Presidência da República do PCB e do MDB, Sofia Manzano e Simone Tebet, respectivamente, confirmaram presença na celebração da Independência da Bahia, neste sábado (2), em Salvador.

As  duas pré-candidatas ocupam posições distintas no campo político. Enquanto Tebet se apresenta como representante do centro democrático, espaço dominado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Sival (PT), Sofia faz pré-campanha à esquerda do lulismo, com pautas caras aos comunistas, como a redução da jornada de trabalho a 30h semanais para todos os trabalhadores. Economista e professora da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), Sofia Manzano concedeu, recentemente, entrevista de fôlego ao PIMENTA (leia aqui).

LULA, CIRO E BOLSONARO TAMBÉM VÃO

Lula, Bolsonaro e Ciro já haviam anunciado presença no ato

Os presidenciáveis Lula e Ciro Gomes (PDT) já haviam anunciado participação no ato, a exemplo do presidente Jair Bolsonaro (PL).

O petista, além de se juntar ao cortejo, participará de encontro político no estacionamento da Arena Fonte Nova, a partir das 11h, acompanhado do pré-candidato a governador da Bahia pelo PT, Jerônimo Rodrigues, do senador Otto Alencar (PSD), pré-candidato à reeleição, e de Geraldo Junior (MDB), presidente da Câmara de Salvador e pré-candidato a vice-governador.

Inscrições para seleção de amêndoas especiais vão até 5 de agosto
Tempo de leitura: < 1 minuto

O 4º Concurso Nacional de Qualidade e Sustentabilidade do Cacau Especial do Brasil está com inscrições abertas para a seleção das melhores amêndoas produzidas no país. Nesta edição, os prêmios somam R$ 38 mil, que serão divididos entre primeiro, segundo e terceiro colocados em duas categorias: varietal (uma única variedade genética de cacau) e blend (mistura de variedades).

A novidade deste ano é que as oito amostras com as maiores notas na avaliação sensorial serão automaticamente classificadas para o concurso internacional, em Paris, o Cocoa of Excellence (CoEx). Esse processo de seleção é coordenado por comitê liderado pela Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac).

Para se inscrever no concurso, é preciso acessar e se cadastrar no site omelhorcacaudobrasil.com.br, até 5 de agosto. Os vencedores serão anunciados durante a cerimônia de premiação, no dia 25 de novembro, em Belém do Pará.

Pedras preciosas estavam com garimpeiro || Foto Polícia Civil
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Civil apreendeu 1.100 pedras de esmeralda com um garimpeiro, nesta quarta-feira (29), no município de Antônio Gonçalves, na região do Piemonte da Diamantina, interior da Bahia. O homem se apropriou das pedras preciosas de forma indevida, segundo a Polícia, e vai responder à acusação em liberdade.

Na mesma operação, cumprindo outros mandados de busca e apreensão no município vizinho de Campo Formoso, policiais da 19ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Senhor do Bonfim) apreenderam duas pistolas, um rifle, munições e uma porção de cocaína com um atirador esportivo.

Na mesma operação, policiais apreenderam duas pistolas e um rifle

De acordo com a Polícia Civil, apesar de ter autorização para a posse de armas, o suspeito usou o armamento para ameaçar pessoas. Após ser detido e assinar Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), o homem foi liberado, mas as armas permaneceram apreendidas, informa o delegado Atílio Tércio, coordenador da 19ª Coorpin.

Também participaram da operação policiais da 17ª Coorpin de Juazeiro e da Coordenação de Apoio Técnico à Investigação (Cati/Norte).

Protesto congestiona trânsito na BR-415
Tempo de leitura: < 1 minuto

Moradores do Banco da Vitória interditaram, nesta sexta-feira (1º), a Ilhéus-Itabuna (BR-415). Eles reivindicaram a normalização das linhas de ônibus do serviço público de transporte. O protesto começou por volta das 7h e se estendeu até as 9h20min, causando grande congestionamento no trânsito.

Ao PIMENTA, o superintendente de Trânsito de Ilhéus, Valci Serpa, informou que outras duas manifestações ocorreram nesta manhã, uma no Iguape, na zona norte da cidade, e outra em frente ao Opaba Praia Hotel, na zona sul. “[Foi uma ação] orquestrada”, declarou. Após o fim das interdições, os manifestantes se reuniram na Praça Cairu, no Centro.

Perguntamos se as empresas de ônibus Viametro e São Miguel não obedeceram a determinação de retomada de 100% das linhas, feita pelo prefeito Mário Alexandre, Marão (PSD), em março passado. Serpa respondeu que o acordo judicial das concessionárias com o município as autoriza a manter 85% das linhas de ônibus em atividade, mas, segundo ele, 87% estão em operação.

Produção e venda de motos registra grande alta em 2022 || Foto Honda/Divulgação
Tempo de leitura: 2 minutos

Em um período pandêmico, inflação subindo, combustível e cesta básica mais caros, o orçamento estreitando, e com a intenção de evitar aglomeração, o brasileiro buscou uma alternativa de locomoção mais barata, independente e inteligente.

O resultado para essa busca se materializou em compra de motocicletas. E a demanda ficou tão alta que fez a venda de motos e scooters decolar, mesmo com salto nos preços – alguns modelos passaram dos 50%- e a gerar uma fila de espera que pode chegar a 6 meses.

Até maio deste ano foram registradas mais de 515 mil unidades comercializadas, segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Essa quantidade representa um crescimento de 25,61% se comparado ao mesmo período de 2021.

Cito inteligente, pois numa conta grosseira, para os proprietários de carros, somente pelo aumento do custo do combustível, o seu gasto mensal com o mesmo, pode estar superando o valor de uma parcela de uma motocicleta. E para quem faz percursos curtos e rápidos, e principalmente sozinho ou com um (a) companheiro (a), a diferença será nítida no bolso.

Assim você diminuirá o desgaste dos componentes do seu carro, e passará a usá-lo somente em caso de necessidade (chovendo, ir ao mercado, fazer um passeio, viagem e etc…), e será proprietário de mais um bem. Mas essa conta varia de pessoa para pessoa!

Então, convido você a pensar e calcular: o seu custo com combustível mensal, a quilometragem que percorre, os perigos, os custos com documentação anual (IPVA), seguro e viabilidade. Esse conjunto, aliado ao cálculo estimado sobre os custos com a motocicleta, pode “devolver” um pouco do seu próprio dinheiro que está escorrendo pelo “ralo”.

Voltando aos números da Fenabrave…

Líder absoluta no segmento, a Honda ultrapassou as 103.000 unidades emplacadas, e representa 77,68% no ranking de vendas. A sua principal “arma” é a CG Titan 160, que foi comercializada 39.601 vezes até o quinto mês.

RANKING DE MAIS VENDIDAS EM 2022 (ATÉ MAIO)

1º – Honda CG 160: 39.601 unidades

2º – Honda Biz: 19.474 unidades

3º – Honda NXR 160: 13.428 unidades

4º – Honda Pop 110I: 12.637 unidades

5º – Honda CB 250F Twister: 4.349 unidades

6º – Yamaha YBR 150: 3.790 unidades

7º – Honda PCX 150: 3.739 unidades

8º – Honda XRE 300: 3.562 unidades

9º – Yamaha Crosser 150: 2.834 unidades

10º – Honda Elite 125: 2.278 unidades

________

Ícaro Mota é consultor automotivo e diretor da I´CAR. A coluna é publicada às sextas-feiras.

Clique e confira mais no Instagram.

Vigilância Sanitária promete atuação forte durante o Ita Pedro || Foto Reprodução
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Vigilância Sanitária de Itabuna promete trabalho intenso de fiscalização nos quatro dias de festa do Ita Pedro, na Avenida Princesa Isabel. O trabalho busca assegurar que os alimentos estejam acondicionados de forma segura ao serem vendidos durante o evento.

As equipes da VISA, Vigilância Ambiental, Cerpat e o Centro Regional de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) vão fiscalizar os riscos sanitários dos alimentos e bebidas e orientarão os vendedores ambulantes sobre boas condições de higiene e de manipulação dos produtos durante a produção e comercialização.

Além disso, serão observados cuidados adequados acerca da utilização de água para lavagem das mãos e preparo de alimentos e bebidas, assim como validade, qualidade e armazenamento. Os fiscais ainda farão orientações sobre o Equipamento de Proteção Individual (EPI), com o intuito de informar sobre a segurança e proteção para que não ocasione riscos à saúde tanto de quem trabalha como dos consumidores.

Haverá orientações também sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) pelo Centro de Referência, Prevenção, Assistência e Tratamento (Cerpat), com a distribuição de panfletos informativos e preservativos.

TESTAGEM COVID-19

A diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Maristella Antunes, faz um alerta à população que esteja com sintomas gripais. “É importante que fiquem em casa e procurem um centro de testagens para Covid-19”, disse.

Desde quarta-feira (29), as testagens ocorrem na lateral da Unidade Básica de Saúde José Maria de Magalhães Neto (antigo Sesp), Centro, de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 15h. A medida se dá em decorrência do aumento de casos de Covid-19 na cidade.

Caminhoneiros terão auxílio até o final do ano|| Foto Rodolfo Buhrer/Reuters
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Senado aprovou, nesta quinta-feira (30), a proposta de emenda à Constituição (PEC) que institui estado de emergência até o final do ano para ampliar o pagamento de benefícios sociais (PEC 1/2022). Agora a proposta será encaminhada para análise da Câmara dos Deputados. O “pacote de bondades” vem a menos de três meses para a eleições, em outubro.

A PEC prevê R$ 41,25 bilhões até o fim do ano para a expansão do Auxílio Brasil e do vale-gás de cozinha; para a criação de auxílios aos caminhoneiros e taxistas; para financiar a gratuidade de transporte coletivo para idosos; para compensar os estados que concederem créditos tributários para o etanol; e para reforçar o programa Alimenta Brasil.

Esse valor não precisará observar o teto de gastos, a regra de ouro ou os dispositivos da Lei de Responsabilidade Fiscal que exigem compensação por aumento de despesa e renúncia de receita. A proposta prevê que o Auxílio Brasil passará de R$ 400 para R$ 600. O vale-gás de R$ 53 para R$ 120. Os caminhoneiros devem receber auxílio de R$ 1 mil. Os taxistas também serão beneficiados com o “pacote de bondades”.

O reconhecimento de estado de emergência serve para que os pagamentos não violem a legislação eleitoral. A criação de benefícios destinados a pessoas físicas é proibida em ano de eleições. A única exceção é a vigência de estado de emergência (Lei 9.504, de 1997). Todas as medidas têm duração prevista até o final do ano de 2022.

Nota Premiada sorteia R$ 1 milhão em prêmios
Tempo de leitura: < 1 minuto

Moradores de Itabuna, Itajuípe e Ipiaú estão entre os 91 sortudos da edição de junho da Campanha Nota Premida Bahia e cada um receberá o prêmio de R$ 10 mil. A relação com os nomes dos sortudos foi divulgada nesta quinta-feira (30) pela Secretaria Estadual da Fazenda. O prêmio maior, no valor de R$ 100 mil, foi para uma moradora da capital baiana

Salvador registrou, ainda, 54 ganhadores do prêmio de R$ 10 mil. Já no interior da Bahia, 36 moradores de 23 municípios foram contemplados com R$ 10 mil cada. Entre os municípios do interior do estado, as localidades com maior quantidade de sortudos foram Feira de Santana e Camaçari, com quatro ganhadores cada, e Simões Filho, com três.

Além de Itabuna, os municípios de Vitória da Conquista, Jequié, Lauro de Freitas e Nazaré tiveram dois ganhadores. A lista é completada por outros 15 municípios com um sorteado cada: Bom Jesus da Lapa, Brumado, Conceição do Almeida, Encruzilhada, Entre Rios, Eunápolis, Ipiaú, Irecê, Itajuípe, Juazeiro, Mutuípe, Santo Antônio de Jesus, São Felipe, São Francisco do Conde e Valença.

SORTEIO DE R$ 1 MILHÃO

Além dos 91 prêmios mensais, a Campanha Nota Premiada Bahia também realiza periodicamente sorteios especiais de R$ 1 milhão, que contemplam um único participante. O próximo sorteio especial terá o resultado divulgado no dia 4 de julho. Participarão do sorteio milionário todos os bilhetes relativos às compras realizadas entre 1° de junho de 2021 e 31 de maio de 2022. Veja a relação de ganhadores aqui.

Baianas são presas e correm o risco de condenação na Tailândia|| Foto reprodução TV Subaé
Tempo de leitura: < 1 minuto

Acusadas de tráfico internacional de drogas, duas irmãs do interior da Bahia correm o risco de ser punidas com prisão perpétua e até pena de morte. Samara Taxma Chalegre Muritiba e Daiana Chalegre Muritiba foram detidas em flagrante, no último dia 13 deste mês, quando desembarcaram no aeroporto de Bangkok, capital da Tailândia.

Moradoras de Feira de Santana, as irmãs estavam acompanhadas por um homem identificado como Laécio José Paim das Virgens Filho, que também foi detido. De acordo com as autoridades da Tailândia, o trio estava transportando 15,7 quilos de cocaína. A droga foi encontrada em cinco malas que seriam dos três brasileiros.

A lei para o tráfico de drogas na Tailândia é dura. Varia de 15 anos de reclusão até pena de morte, a depender da quantidade de droga apreendida e das provas obtidas durante as investigações. Em alguns casos, a legislação prevê ainda prisão perpétua. Os familiares acreditam que as duas jovens foram enganadas pelo homem. O governo brasileiro acompanha o caso.

Por meio de nota, o Itamaraty informou que acompanha a situação e presta toda a assistência cabível aos nacionais, em conformidade com os tratados internacionais vigentes e com a legislação local.

O Itamaraty disse ainda que, em observância ao direito à privacidade e ao disposto na Lei de Acesso à Informação e no decreto 7.724/2012, informações detalhadas poderão ser repassadas somente mediante autorização dos envolvidos. Assim, não poderá fornecer dados específicos sobre casos individuais de assistência a cidadãos brasileiros. Com informações da TV Subaé.