Votação em todo o país seguirá horário de Brasília e será encerrada às 17h || Foto Roberto Jaime/TSE
Tempo de leitura: 2 minutos

Começou há pouco e vai até as 17h (horário de Brasília) a votação para escolha dos deputados estaduais e federais, senador, governador e presidente da República em todo o país. Na Bahia, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) orienta o cidadão a não deixar para votar na última hora, pois o prazo não será estendido. A consulta aos locais de votação pode ser feita na página da Justiça Eleitoral ou por meio do aplicativo e-Título.

O eleitor pode até não apresentar o título na hora de votar, mas deverá estar com um documento oficial com foto, que pode ser carteira de identidade, identidade social, carteira de reservista ou de motorista. O importante é que seja oficial e tenha foto.

Ao chegar a seção e apresentar o documento, o eleitor se dirige à cabine de votação e não deve estar com celular em mãos. A recomendação é que deixa com mesários junto com documento de identificação. Entrar com celular na cabine de votação é proibido, conforme o Artigo 91-A da Lei 9.504/1997.

O analista judiciário do TRE-BA Jaime Barreiros explica que a medida busca “proibir a influência e a quebra do sigilo do voto”. Continua Jaime: “para evitar essa situação, o TSE, interpretando a lei (que já existia), proíbe o acesso do eleitor à cabine com o celular ligado”.

Colinha mostra a sequência da votação deste domingo

SEQUÊNCIA DA VOTAÇÃO

O eleitor primeiro vai votar para deputado federal, com quatro dígitos. Na sequência, ele escolhe o deputado estadual, com cinco dígitos. Logo após, confirma o número para senador, que tem 3 números. Após confirmação, ele vai digitar os números para governador. Para encerrar, os dois dígitos para presidente da República.

CRIMES ELEITORAIS

De acordo com o Artigo 236, do Código Eleitoral, cidadãos podem ser presos no dia das Eleições em caso de flagrante delito e sentença criminal condenatória por crime inafiançável. Entre as práticas ilegais que podem levar a detenção está o crime de boca de urna, que “se caracteriza pela tentativa ostensiva de convencimento que o eleitor venha a fazer em relação a outros eleitores no dia da eleição”, pontua o servidor.

BOCA DE URNA

Pode ser considerado boca de urna no dia da eleição: distribuir material de campanha, fazer carreata ou passeata, usar jingle ou som alto, fazer manifestações coletivas com outros eleitores no dia da votação ou qualquer outra ação que busque influenciar o voto de outra pessoa. Além destas práticas, sinaliza Barreiros, “existem vários outros crimes comuns ou eleitorais que podem ocorrer”.

“Crimes que, se ocorrerem, podem levar à detenção do cidadão, além da boca de urna, são: o transporte irregular de eleitores, a perturbação do local de votação, tentativa de quebra de urna e outros”, disse Barreiros.

Neto, Jerônimo e Roma são os mais bem colocados na disputa || Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Rede Bahia divulgou, na noite deste sábado (1º), os números da mais recente pesquisa contratada ao Ipec (ex-Ibope) e traz cenário indefinido quanto à possibilidade de segundo turno. Neto caiu de 54% para 51% dos votos válidos. Como a margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, ele pode ter entre 49% e 53% das intenções de votos. Para ser eleito em primeiro turno, o candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um.

Jerônimo Rodrigues (PT) conseguiu alcançar 40% hoje, ante 37% no levantamento da semana passada. Pela margem de erro, pode ter entre 38% e 42%. O terceiro colocado é o bolsonarista João Roma (PL), com 7% dos votos válidos, igual percentual obtido na semana passada. Kleber Rosa (PSOL) obteve 1% agora. Marcelo Millet (PCO) tem 1%. Gustavo Damico (PCB) não pontuou agora.

O Ipec informou ter ouvido 2.000 eleitores em 92 municípios baianos no período que vai de quinta (29) até este sábado (1º). A pesquisa tem margem de erro de 2 pontos percentuais e 95% de nível de confiança. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BA – 01710/2022 (TRE) e BR – 05440/2022 (TSE).

Bolsonaro, Lula, Ciro, Tebet, Thronicke
Tempo de leitura: 2 minutos

Levantamentos divulgados, neste sábado (1º),  pelos dois principais institutos de pesquisa do país indicam a chance da eleição para presidente da República ser decidida logo no primeiro turno, neste domingo (2). De acordo com o Ipec (ex-Ibope), o ex-presidente Lula (PT) tem 51% dos votos válidos. Caso essa votação se confirme nas urnas, o petista voltará a governar o país depois de 12 anos.

Neste levantamento, o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), aparece com 37% dos votos válidos. Conforme a pesquisa, ele precisa crescer ou torcer para que candidatos como Ciro Gomes (PDT), Simone Tebet (MDB),Soraya Thronicke (União Brasil) e Luiz Felipe D’Avila (Novo) apresentem evolução. Os quatro candidatos somam 12 pontos: Ciro e Simone têm 5% cada um. Já Felipe e Soraya aparecem com 1% cada um.

Vera Lucia (PSTU), Constituinte Eymael (DC), Leonardo Péricles (UP), Sofia Manzano (PCB) e Padre Kelmon (PTB) não pontuaram.  O Ipec ouviu 3.008 pessoas. O nível de confiança é de 95%, e a margem  de erro é dois pontos percentuais para mais ou para menos. Realizado na sexta-feira e hoje (30 e 1º), o levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00999/2022.

DATAFOLHA

Neste sábado também foi divulgada a pesquisa do Instituto Datafolha, com os questionários sendo aplicados ontem (30) e hoje (1º). O ex-presidente Lula aparece com 50% dos votos válidos. Para vencer no primeiro turno, o candidato precisa conquistar, nas urnas, 50% dos votos válidos (metade) mais um voto. Jair Bolsonaro tem 36% dos votos válidos e, segundo o levantamento, precisa crescer para evitar a derrota neste domingo.

De acordo com o levantamento, o presidente precisa ainda que outros concorrentes cresçam nesta reta final. A pesquisa Datafolha traz Simone Tebet com 6% e Ciro é citado por 5% dos entrevistados. Na sequência, com 1%, aparecem Soraya Thronicke e Felipe D’Ávila.

Vera Lucia (PSTU), Constituinte Eymael (DC), Leonardo Péricles (UP), Sofia Manzano (PCB) e Padre Kelmon (PTB) não pontuaram.

O  Instituto Datafolha ouviu 12,8 mil pessoas em 310 municípios do país. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-00245/2022 e tem nível de confiança de confiança de 95%. A margem de erro é de dois pontos percentuais. A pesquisa foi contratada pela Folha e TV Globo. Já o levantamento Ipec foi encomendado pela TV Globo.

Aplicativo pode ser baixado até antes da meia noite|| Foto Divulgação
Tempo de leitura: 2 minutos

Quem estiver fora de seu domicílio eleitoral, neste domingo (2), poderá justificar a ausência usando o aplicativo e-Título, que pode ser baixado para iOS ou Android. A emissão da versão virtual do título eleitoral poderá ser feita até às 23hh59min deste sábado (1°). Por meio do app, a justificativa poderá ser feita no domingo, das 8h às 17h, horário da votação.

Se desejar, o eleitor poderá preencher previamente o formulário de Requerimento de Justificativa Eleitoral e apresentar em uma mesa receptora de votos, de qualquer seção eleitoral do estado. O formulário também pode ser obtido nas unidades de votação. É preciso apresentar o número do título eleitoral e um documento oficial de identificação com fotografia. Não é necessário anexar nenhum tipo de atestado.

O formulário RJE deve ser preenchido com o número de título eleitoral (não aceita CPF). Se tiver dados incorretos, que não permitam a identificação do eleitor ou da eleitora, não será possível o processamento da justificativa de ausência na eleição. Caso não saiba o número do seu título, consulte através do Autoatendimento do Eleitor.

FORA DE DOMICÍLIO

A justificativa é válida somente para o turno ao qual a eleitora ou o eleitor não tenha comparecido por estar fora de seu domicílio eleitoral. Assim, caso tenha deixado de votar no primeiro e no segundo turno da eleição, terá de justificar a ausência a cada um, separadamente, obedecendo aos requisitos e prazos de cada turno.

A ausência a três eleições consecutivas (cada turno de votação é considerado uma eleição) sem o pagamento das respectivas multas ou a apresentação de justificativas resultará no cancelamento da inscrição.

Os eleitores que estiverem no exterior também poderão justificar a ausência por meio do aplicativo e-Título ou nas mesas receptoras de votos. A Zona Eleitoral do Exterior (ZZ), que atende ao eleitorado brasileiro com domicílio eleitoral fora do Brasil, também pode ser contatada para orientações.

Cacá, Cícero, Marcelo, Otto, Raissa e Tâmara disputam vaga ao Senado
Tempo de leitura: < 1 minuto

A pesquisa Datafolha/Metrópole, divulgada há pouco, mostra o senador e candidato à reeleição Otto Alencar (PSD) com 53% das intenções de votos válidos. O segundo colocado é Cacá Leão (PP) com 28%.

A candidata ao Senado pelo PL, Raissa Soares, aparece com 11% das intenções de votos válidos. No quarto pelotão, Tâmara Azevedo (Psol) e Cícero Araújo (PCO) têm 3% cada um, enquanto Marcelo Barreto Luz para Todos (PMN) foi o escolhido de 2% dos entrevistados.

Iniciada ontem (30) e concluída hoje (1º), a pesquisa entrevistou 2,5 mil eleitores baianos e tem margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, com nível de confiança de 95%. A contagem das intenções de votos válidos exclui os votos nulos, brancos e indecisos. No Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o registro do levantamento é BA-00751/2022 e BR-02575/2022.

Enderson Moreira é demitido do comando do Bahia || Foto Felipe Oliveira/ECBahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

Enderson Moreira não é mais técnico do time de futebol do Bahia. A demissão do treinador ocorre menos de 24 horas após o Esquadrão perder para a Chapecoense, por 3 a 1, na Arena Condá, em Chapecó, na noite de ontem, e acumular sequência de sete jogos sem vencer fora de casa. A demissão foi oficializada na tarde deste sábado (1º).

O retrospecto da nova passagem de Enderson Moreira não foi bom. O time venceu seis vezes, empatou outras seis e sofreu seis derrotas em 18 jogos. A última delas, contra a Chapecoense, acendeu de vez o sinal de alerta, pois o time tem, no momento, apenas seis pontos de vantagem para o primeiro time fora do G-4, o Londrina.

Nova sequência de empates e derrotas pode deixar o Esquadrão fora da Série A do Brasileirão em 2023. O próximo compromisso do Bahia será contra o Novohorizontino, na terça (4).

Jerônimo cresce 18 pontos e Neto tem perdas na reta final
Tempo de leitura: < 1 minuto

Divulgada há pouco, a nova pesquisa Datafolha revela ACM Neto (UB) com 51% dos votos válidos, enquanto Jerônimo Rodrigues (PT) tem 38%. João Roma (PL) surge com 8%.

Ainda segundo o Datafolha, Kleber Rosa (PSOL), Marcelo Millet (PCO) e Giovani Damico (PCB) têm, cada um 1% dos votos válidos.

SEGUNDO TURNO INDEFINIDO

Segundo o Datafolha, o cenário eleitoral na Bahia está indefinido. “Cenário ainda não dá para afirmar se haverá segundo turno. ACM Neto está no limite da margem de erro”, disse Luciana Chong, diretora do Datafolha ao apontar o crescimento do Jerônimo da primeira pesquisa, em agosto, para esta de hoje, quando saltou de 20% para 38%. “Ele está numa curva crescente, enquanto ACM neto está numa curva decrescente”, aponta Luciana Chong, diretora do Datafolha.

A pesquisa foi contratada pela Rádio Metrópole e ouviu 2,5 mil eleitores ontem (30) e neste sábado (1º). A margem de erro é de 2 pontos percentuais, com nível de confiança de 95%. A pesquisa registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BA-00751/2022 e BR-02575/2022.

Davidson e Augusto e filhos de Everaldo Cardoso na reinauguração da Vila || Fotos Pedro Augusto
Tempo de leitura: 2 minutos

O Governo da Bahia e a Prefeitura de Itabuna entregaram, neste sábado (1º), a requalificação da Vila Olímpica Professor Everaldo Cardoso, no São Caetano, e o novo campo de futebol do bairro Jardim Primavera. O ato contou com a presença do secretário estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães, e do prefeito Augusto Castro (PSD), além do secretário de Esportes e Lazer do município, Alcântara Pellegrini.

Augusto Castro agradeceu ao Governo do Estado, em nome de Davidson Magalhães, pela parceria com a Prefeitura. “Tudo isso é fruto do entendimento comum que partilhamos com o governador Rui Costa sobre a importância do esporte para promoção e inclusão social de crianças, jovens e adultos”, declarou o prefeito.

Novo campo de futebol do Jardim Primavera

Já Davidson chamou atenção para o volume de recursos empregados pelo Estado nos equipamentos esportivos da cidade. Segundo o secretário, foram R$ 10 milhões nos últimos dois anos. Também lembrou da requalificação do Estádio Luiz Viana Filho (Itabunão), que tem processo licitatório em andamento.

Piscina da Vila Olímpica foi um dos equipamentos requalificados

“Nós entendemos que, além da educação como princípio para o desenvolvimento da sociedade, o esporte deve ser também priorizado como instrumento de socialização e integração”, concluiu o titular da Setre.

Diego Brito: apostava na construção coletiva de um outro mundo
Tempo de leitura: 2 minutos

O professor Diego Henrique Santos Brito, de 31 anos, faleceu após acidente automobilístico próximo a Ibirapitanga, no baixo-sul da Bahia, na noite desta sexta-feira (30). Segundo informações, ele perdeu o controle do carro, que saiu da pista e bateu numa árvore.

Lara Araújo, companheira de Diego, estava no veículo e sobreviveu. Ela quebrou um dos braços e a clavícula e foi levada para o Hospital Calixto Midlej Filho, em Itabuna, onde passou por cirurgia e segue internada.

Engenheiro de Produção e mestre em Ciências Ambientais, Diego Brito era professor da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), no Campus de Xique-Xique. Ontem (30), Lara e Diego deixaram a cidade do oeste baiano com destino a Itabuna, onde mantiveram domicílio eleitoral.

“UM OUTRO MUNDO POSSÍVEL”

Militante do Psol desde 2014, Diego Brito era representante da tendência Insurgência na Executiva Estadual do partido e foi candidato a vereador de Itabuna em 2016, conta ao PIMENTA a professora de Filosofia Delliana Ricelli, amiga e correligionária dele. Ela enviou ao site a nota divulgada pela Insurgência.

– Diego era um lutador que sonhava e apostava seu tempo e sua energia de vida na construção coletiva de um outro mundo possível. Com seu modo sereno, centrado e tremendamente responsável, era vocalizador de tantas pautas e lutas – diz trecho da nota.

Na academia e na arena política, o itabunense foi pesquisador-militante da luta contra o racismo ambiental e os impactos da exploração de jazidas de ferro em Caetité. Também fez parte do movimento estudantil e do sindicalismo docente, por meio do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN).

Além da companheira, Diego deixou uma filha de 5 anos, o irmão Davidson Brito – a quem daria seu voto para deputado estadual neste domingo (2) – e o pai Henrique Brito. Em círculos sociais de Itabuna e da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), onde o engenheiro estudou, o clima é de profunda consternação. A Associação dos Docentes da Uesc (Adusc) manifestou pesar.

A família aguarda a liberação do corpo, pelo Departamento de Polícia Técnica de Ilhéus, para iniciar o velório, previsto para o início da tarde deste sábado (1º), no SAF de Itabuna. O sepultamento será às 17h, no Cemitério Campo Santo.

Mais de 34 mil vão atuar na operação eleições 2022|| Foto Divulgação
Tempo de leitura: 2 minutos

A Secretaria da Segurança Pública da Bahia está utilizando, durante a Operação Eleições 2022, mais de 34 mil profissionais, entre policiais militares, civis, peritos e bombeiros militares. As ações têm o objetivo de garantir a segurança dos mais de 11 milhões de baianos aptos a votar no próximo domingo (2). Os profissionais têm como aliadas as ferramentas tecnológicas.

A Secretaria de Segurança apoiará a Justiça Eleitoral durante o primeiro turno, com reforço do policiamento ostensivo para a garantia do direito de voto, escolta de urnas eletrônicas, prevenção e repressão a crimes eleitorais, além do resgate e atendimento de eleitores ou candidatos.

No Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), em operação desde a última segunda-feira (26), acontece a interlocução com 23 Centros Integrados de Comunicação (Cicoms) espalhados na Bahia e o monitoramento da operação.

Instalado no Centro de Operações e Inteligência, no Cab, no CICC atuam profissionais das Superintendências de Inteligência (SI), de Gestão Tecnológica e Organizacional (Sgto), de Gestão Integrada da Ação Policial (Siap), Corregedoria Geral (Coger), e integrantes das Polícias Militar, Civil, Técnica e Corpo de Bombeiros Militar, além de profissionais convidados de forças municipais e federais.

POLÍCIA CIVIL

A Polícia Militar emprega 29 mil policiais militares dos Comandos de Policiamentos Regionais (CPRs) da Capital e RMS e do Interior (CPRs Chapada, Oeste, Leste, Norte, Sul e Sudoeste), além de profissionais do Comando de Policiamento Especializado (CPE), com o Grupamento Aéreo (Graer), Batalhão e Companhias Independentes de Policiamento Rodoviário (BPRv e CIPRv), Companhias Independentes de Policiamento Especializado (Cipes), de Policiamento Ambiental (Coppa e Cippas), de Policiamento Montado, além de unidades de ensino e administrativas.

Leia Mais

Mega-Sorteia prêmio recorde neste sábado
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Mega-Sena sorteia, neste sábado (1º), R$ 300 milhões, o maior prêmio da história em concursos regulares das loterias da Caixa Econômica Federal. O sorteio do concurso 2.525 será realizado a partir das 20h, no Espaço da Sorte, em São Paulo (SP). As apostas podem ser feitas nas casas lotéricas de todo o país.

Por se tratar de um concurso com final cinco, o prêmio deste sábado recebe um adicional das arrecadações dos cinco concursos anteriores, conforme regra da modalidade. No último sorteio, na quarta-feira (28), 13 ganhadores de Itabuna e Ilhéus acertaram a quina da Mega-Sena.

De acordo com a Caixa, os R$ 300 milhões aplicados na poupança garantem ao ganhador R$ 2 milhões de rendimento no primeiro mês. Se preferir investir no ramo náutico, o valor será suficiente para comprar 29 iates ao custo de R$ 10,3 milhões cada. O valor de uma aposta simples da Mega-Sena custa R$ 4,50.

Lula participa de evento com Jerônimo (à esquerda) e Otto Alencar em Salvador || Fotos Ricardo Stuckert
Tempo de leitura: 2 minutos

Líder na corrida à presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fez um “carnaval” em Salvador, no início da tarde desta sexta-feira (30), em caminhada de apoio aos candidatos ao governo da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT), e ao Senado Federal, Otto Alencar (PSD).

Com execução de jingles das candidaturas majoritárias, o evento levou multidão do Largo de Roma à Colina Sagrada, na Igreja do Senhor do Bonfim. O ato contou com a participação do governador Rui Costa (PT), do senador Jaques Wagner (PT) e de candidatos a deputado federal e estadual, além de prefeitos e vereadores ligados à base governista.

A vinda de Lula faz parte da estratégia petista de buscar ampliar as intenções de voto do candidato a presidente e, também, de Jerônimo e de Otto Alencar. Amanhã (1º) serão divulgadas duas pesquisas sobre a sucessão estadual e a disputa pela vaga única ao Senado. Uma delas é a Datafolha, contratada pela Rádio Metrópole. A outra é feita pelo Ipec (ex-Ibope), encomendada pela Rede Bahia. A última Ipec, divulgada no dia 23, mostrou Jerônimo com 32% das intenções de voto, a 15 pontos do líder ACM Neto (UB).

Evento reuniu multidão na caminhada do Largo de Roma até a Colina || Foto Ricardo Stuckert

Devido à legislação eleitoral, o evento na capital baiana não teve discurso. De Salvador, o presidenciável petista seguiu para Fortaleza, onde participou de evento com os candidatos ao governo do Ceará, Elmano de Freitas, e ao Senado, ex-governador Camilo Santana, ambos do PT. Atualizada às 19h07min.

Leonardo Boff faz palestra em evento da Bamin em Salvador || Divulgação
Tempo de leitura: 2 minutos

A Bahia Mineração (Bamin) apresentou sua plataforma de governança ambiental, social e coorporativa, nesta quinta-feira (29), em Salvador. Além da apresentação da Plataforma ESG Bamin, a empresa anunciou adesão ao Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU). O evento contou com palestra do filósofo e escritor Leonardo Boff.

O Pacto Global engaja e oficializa o compromisso de organizações na adoção dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e anticorrupção. Coube ao CEO da Bamin, Eduardo Ledsham, assinar a Carta de Princípios em nome da companhia.

Rosane Santos, diretora de Sustentabilidade da Bamin

A diretora de Sustentabilidade da Bamin, Rosane Santos, afirmou que os projetos da empresa nascem integrados a estratégias de viabilidade e continuidade. “Nos preocupamos, prioritariamente, em adotar as melhores formas de minimizar os possíveis impactos às comunidades e ao meio ambiente”, acrescentou.

LEONARDO BOFF: SUSTENTABILIDADE É A CONTINUAÇÃO DA VIDA

Na segunda parte da solenidade, Leonardo Boff dedicou sua palestra à relação indissociável entre conservação ambiental e vida.

– Entendo sustentabilidade como aqueles processos e atos destinados a garantir a continuidade da vida, sua reprodução, para as presentes e futuras gerações. Não só para os seres humanos, mas para toda a comunidade de vida. De tal forma que, faltando sustentabilidade, nós corremos o risco de destruirmos as bases que sustentam a nossa vida. Olhando um pouco a situação do mundo, a gente se dá conta de que assim como as coisas estão, não podem continuar. Têm que mudar – disse o palestrante.

Eduardo Ledsham enfatizou que a Bamin se preocupa de modo genuíno com o meio ambiente e o bem-estar da sociedade. “Nesse processo, é importante ter transparência com as comunidades e todos os envolvidos, em qualquer nível, com os nossos projetos”, explicou o executivo.

De acordo com a Bamin, na região do Porto Sul, em Ilhéus, são desenvolvidos 34 programas (sendo 11 de caráter social e 23 ambientais) e no entorno da Mina Pedra de Ferro, em Caetité, são outras 35 iniciativas socioambientais (sendo 15 de caráter social e 20 ambientais).

Decisão incluiu transplante de fígado no rol de procedimentos obrigatórios da ANS || Foto Agência Brasil
Tempo de leitura: 2 minutos

O transplante de fígado para o tratamento de pacientes com doença hepática, contemplados com a disponibilização do órgão por meio de fila única do Sistema Único de Saúde (SUS), passará a ter cobertura obrigatória pelos planos de saúde.

A decisão foi anunciada hoje (30) pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e passará a integrar o rol da agência a partir de sua publicação no Diário Oficial da União (DOU), prevista para segunda-feira (3).

A Diretoria Colegiada da ANS aprovou também nesta sexta-feira a inclusão do medicamento Regorafenibe, para o tratamento de pacientes com câncer colorretal avançado ou metastático, no rol de procedimentos e eventos em saúde.

De acordo com a ANS, as tecnologias cumpriram os requisitos previstos em norma e passaram por todo o processo de avaliação e incorporação após serem apresentadas por meio do FormRol, o processo continuado de avaliação da agência, cuja análise é baseada em avaliação de tecnologias em saúde. Trata-se de um sistema de excelência que prima pela saúde baseada em evidências.

As tecnologias também discutidas em reuniões técnicas da Comissão de Atualização do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde Suplementar (Cosaúde), realizadas entre junho e setembro deste ano, com ampla participação social.

AJUSTES

Para assegurar cobertura aos procedimentos vinculados ao transplante hepático, foram realizados ajustes ao Anexo I do Rol, que traz a listagem dos procedimentos cobertos, incluídos procedimentos para o acompanhamento clínico ambulatorial e para o período de internação do paciente, bem como os testes para detecção quantitativa por PCR (proteína C reativa) do citomegalovírus e vírus Epstein Barr.

As reuniões técnicas da Cosaúde contaram com representantes do Ministério da Saúde e da Central Nacional de Transplantes, visando assegurar que o transplante seguirá sua cobertura conforme a situação do paciente na fila única nacional gerida pelo SUS e de acordo com os processos definidos pelo Sistema Nacional de Transplantes.

Leia Mais

Augusto fala do projeto Mais Água para a Cidade, da Emasa
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Augusto Castro (PSD) afirmou que o projeto Mais Água para a Cidade, da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa), vai acabar com a intermitência do fornecimento de água que prejudica consumidores de Itabuna. “As pessoas terão água em suas torneiras todos os dias”, assegurou o mandatário.

De acordo com o presidente da Emasa, Raymundo Mendes Filho, as obras seguem o ritmo do cronograma inicial, que prevê a conclusão do trabalho em janeiro de 2024. De agosto até agora, foram implantados 700 metros de rede adutora e 500 metros de rede de distribuição, abrangendo os bairros Jaçanã e Novo Jaçanã.

Homens trabalham na ampliação da rede da Emasa, em Itabuna

“A execução do trabalho está dentro do cronograma pré-estabelecido, é uma obra com previsão de ser finalizada em 18 meses, temos dentro do canteiro 90 por cento de todo o material que será utilizado no projeto e conforme o planejado vamos concluir no prazo previsto”, acrescentou Raymundo.