Desenvolvimento sustentável será tema de palestra em Ilhéus nesta quarta (22) || Foto Reprodução
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Cooperbom Turismo promoverá, nesta quarta (22), a palestra Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – Inspiração para o Empreendedorismo Juvenil, a partir das 14h30min, no auditório do Sebrae, no Edifício Premier, Avenida Osvaldo Cruz, na Cidade Nova, em Ilhéus. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no local.

A atividade, voltada para microempreendedores, jovens e comunidade conta com as parcerias da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Sebrae e Associação de Turismo de Ilhéus (Atil). Entre os palestrantes estão o professor Guilhardes Júnior e a coordenadora regional do Sebrae, Claudiana Figueiredo.

A coordenadora local e gerente de projetos da Cooperbom Turismo, Maria Morais, também falará a respeito das ações realizadas pela entidade ilheense no âmbito da educação não formal, nos últimos 10 anos. A iniciativa faz parte do projeto Sustainable Development Goals – Inspiration for Youth Entrepreneurship (SDGIYE), que visa ao empreendedorismo juvenil na área de microempresas, aplicando os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

METODOLOGIAS INOVADORAS

A ação é cofinanciada pelo Programa Erasmus+ da União Europeia e formada por um consórcio que une Brasil, Argentina, Itália, Polônia e Uruguai. “O objetivo é transferir metodologias inovadoras para melhorar as competências empresariais e a sensibilização para a necessidade de desenvolvimento sustentável nos negócios e na vida pessoal”, explica a coordenadora local, Maria Morais. Mais informações da atividade de hoje pelo email coorperbomturismo@gmail.com.

A maternidade de Ilhéus está com 100% das obras concluídas
Tempo de leitura: < 1 minuto

O governador Rui Costa confirmou, na noite desta terça-feira (21), durante a transmissão do Papo Correria, que o Hospital Materno-Infantil de Ilhéus, será inaugurado entre este final de mês e início de outubro. ” O hospital está pronto e equipado. Estamos finalizando a contratação de pessoal para colocá-lo em funcionamento”, afirmou Rui.

O hospital materno-Infantil foi construído no espaço onde antes funcionava o Hospital Geral Luís Viana Filho. A maternidade terá uma unidade pediátrica, com leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e uma unidade obstétrica, com leitos para parto normal e cesárea. Haverá ainda leitos de terapia intensiva e semi-intensiva neonatal.

Com investimento de cerca de R$ 40 milhões entre obras e equipamentos, o hospital terá 105 leitos de internação, integrados à Rede Cegonha e atenção às urgências e emergências, com funcionamento 24 horas, acesso por demanda espontânea e referenciada, integrada aos pontos de atenção primária.

De acordo com a conforme a Secretaria Estadual de Saúde, a maternidade será estruturada para a assistência ao parto de alto risco, bem como o cuidado intensivo e intermediário neonatal. A unidade terá acolhimento com classificação de risco, boas práticas e segurança na atenção ao parto, atenção especializada em pediatria, além de certificação como “Hospital Amigo da Criança”.

O hospital servirá ainda como campo para o desenvolvimento do ensino (formação acadêmica e capacitação multiprofissional) e da pesquisa (produção de conhecimento científico e tecnológico em saúde).

 

MPF pede a manutenção de prisão de Daniel Silveira|| Foto Pablo Valadares
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Ministério Público Federal (MPF) opinou pela manutenção da decisão do ministro Alexandre de Moraes que, em 24 de junho, determinou a prisão preventiva do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ).

De acordo com o vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, que assina o documento, a defesa do parlamentar perdeu o prazo legal para apresentação do recurso contra ato do relator.

Silveira teve, inicialmente, a prisão decretada em fevereiro por divulgar, em redes sociais, vídeo com ofensas e ameaças a ministros do STF e com defesa de medidas antidemocráticas. Posteriormente, a medida foi substituída pela prisão domiciliar, com uso de tornozeleira eletrônica.

Em junho, no entanto, a prisão domiciliar foi revogada por falta de pagamento da fiança estipulada e depois de terem sido registradas mais de 30 violações ao equipamento de monitoramento eletrônico, relacionadas à carga do dispositivo, à área de inclusão e ao rompimento do lacre do aparelho.

No parecer, Jacques de Medeiros lembra que o pedido de Daniel Silveira de reconsideração da decisão de Moraes foi indeferido em 31 de agosto. O recurso do parlamentar, classificado como extemporâneo pelo vice procurador, foi apresentado somente no último 6 de setembro. “Já havia se esgotado, desde há muito, o interstício de cinco dias, contados a partir da data da própria apresentação do requerimento no qual o ora agravante pleiteou a reconsideração da decisão de 24 de junho de 2021”, frisa.

Vaval foi morto no início da tarde desta terça-feira
Tempo de leitura: < 1 minuto

O motociclista baleado, no início da tarde desta terça-feira (21), na Avenida Bionor Rebouças, no bairro São Roque, em Itabuna, não resistiu aos ferimentos. Magnobaldo Rodrigues dos Santos, o “Vaval”, trafegava numa motocicleta quando foi perseguido por dois homens em outra moto. O carona fez vários disparos contra a vítima, segundo relatos de testemunhas.

Atingido, Magnobaldo Rodrigues ainda tentou buscar refúgio no interior de um bar, onde caiu. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-192) e levado para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, onde faleceu minutos depois. A polícia ainda tenta prender os acusados pelo crime.

José Luiz da Fonseca atuou em vários municípios do sul da Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

José Luiz da Fonseca, que atuou como promotor de Justiça em municípios do sul e extremo-sul da Bahia, foi empossado no cargo de procurador de Justiça do Ministério Público Estadual. Ele tem 44 anos de carreira e tomou posse em solenidade presidida pela procuradora-geral de Justiça Norma Angélica Cavalcanti.

Natural de Belmonte, José Luiz da Fonseca ingressou no MP-BA em julho de 1977 e atuou como promotor de Justiça nas comarcas de Itabuna, Camacan, Maraú, Belmonte e Canavieiras. Em 1995, foi promovido para Salvador, onde foi titular, à época, da curadoria de incapazes e ausentes e das Promotorias da família e da cidadania, que se tornaram, posteriormente, de direitos humanos.

Ele também ocupou os cargos de promotor de Justiça corregedor e de coordenador do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça Cíveis, Fundações e Eleitorais (Caocife).

Felipe Madureira, Mário Alexandre e José Lavigne || Foto Prefeitura de Ilhéus
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Prefeitura de Ilhéus e a Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A (Embasa) firmaram aditivo contratual para expandir a rede de saneamento básico do município. O ato aconteceu nesta terça-feira (21), no Centro Administrativo da Conquista, com a presença do prefeito Mário Alexandre, Marão (PSD), Felipe Madureira, gerente regional da Embasa, e José Lavigne, analista de saneamento da empresa.

O novo acordo garante investimentos de R$ 119 milhões e vai beneficiar as zonas urbana e rural. No total, as obras do sistema de saneamento do município custarão R$ 229 milhões, informa a Prefeitura.

A primeira etapa das intervenções foi entregue em agosto de 2020 pelo governador Rui Costa (relembre). A previsão é de que município tenha 80% das residências com acesso à rede de esgoto e à água tratada até 2022.

Contrato investigado é da gestão do ex-ministro Ricardo Barros
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (21) a Operação Pés de Barro, que investiga uma compra de R$ 20 milhões do Ministério da Saúde, que foi obrigado pela Justiça a distribuir medicamentos raros e essenciais à sobrevivência de pacientes do SUS.

Os fatos investigados ocorreram de maio de 2016 a abril de 2018, no governo de Michel Temer, quando o deputado federal Ricardo Barros (PP-PR), hoje líder do governo Bolsonaro na Câmara, era ministro da Saúde. A compra foi feita com a empresa Global Saúde, que nunca entregou os remédios ao Governo Federal.

O caso envolve a aquisição dos medicamentos Aldurazyme, Fabrazyme, Myozyme, Elaprase e Soliris/Eculizumabe. O Coletivo Aliança Rara, que representa familiares de portadores de doenças raras, afirma que o golpe dado no Ministério da Saúde foi responsável pela morte de 14 pessoas.

CPI

O caso ganhou repercussão na CPI da Pandemia, porque a Global Saúde é do mesmo grupo da Precisa Medicamentos, do empresário Francisco Maximiano, que intermediou a compra da vacina Covaxin pelo Ministério da Saúde. Após as suspeitas de corrupção e de sobrepreço, o Ministério cancelou a compra de R$ 1,6 bilhão

Conforme depoimento do deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) à CPI, quando o presidente Jair Bolsonaro foi alertado sobre investidas anormais para agilizar pagamentos do contrato, com direito a ligações insistentes para servidores do Ministério da Saúde, Bolsonaro teria atribuído a origem das pressões a Ricardo Barros. O presidente da República nunca desmentiu Miranda.

Secretária Lívia Mendes recebe flores de colegas em reunião da CIR
Tempo de leitura: < 1 minuto

A secretária de Saúde de Itabuna, Lívia Mendes Aguiar, foi homenageada pela Comissão Intergestores Regional (CIR), durante a reunião desta terça-feira (21). A CIR reúne representantes do estado e dos 22 municípios pactuados com Itabuna no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS)

A secretária de Saúde de Arataca, Neuza Fonseca, e a coordenadora do Núcleo Regional de Saúde Sul, Domilene Borges, destacaram o trabalho da secretária à frente da pasta em Itabuna, polo integrador dos serviços da microrregião de saúde.

Conforme as gestoras, além de trabalhar para fortalecer o SUS, Lívia Mendes mantém interlocução frequente com os representantes de cada município pactuado, o que facilita o encaminhamento das demandas das secretarias municipais de Saúde e das populações assistidas.

Prefeitura anunciou decisão nesta segunda-feira
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Prefeitura de Itabuna anunciou nesta segunda-feira (20) a antecipação do Feriado dos Comerciários para o dia 18 de outubro. Normalmente, o feriado é comemorado no dia 30 de outubro. Estabelecida pelo Decreto nº 14.654/2021, a medida vale somente para este ano.

Segundo a Prefeitura, a mudança foi resultado de acordo entre a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), a Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI), o Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista (Sindicom) e o Sindicato dos Empregados no Comércio de Itabuna (Seci).

Crime aconteceu no início da tarde desta terça-feira (21)
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um motociclista foi vítima de tentativa de homicídio no início da tarde desta terça-feira (21), na Avenida Bionor Rebouças, no bairro São Roque, em Itabuna.

Segundo as primeiras informações, o apelido do motociclista é Vaval. Dois homens, que também estavam em uma motocicleta, teriam feito os disparos de arma de fogo contra a vítima, que foi atingida, pelo menos, uma vez.

Mesmo ferido, Vaval conduziu a própria moto até a porta de um bar, onde caiu. Foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu-192) e levado para o Hospital de Base. Ainda não há informações sobre o seu estado de saúde e a motivação do crime.

A ialorixá Mãe Laura || Foto Flávio Rebouças
Tempo de leitura: 2 minutos

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, Marão (PSD), sancionou nesta segunda-feira (20) a Lei nº 4.123/2021, que dá o nome de Mãe Laura Sandoyá à praça da Nova Brasília, comunidade do bairro Pontal.

A ialorixá Mãe Laura, fundadora do Terreiro Ilê Guainia de Oiá , foi uma das mães de santo mais importantes para o candomblé do sul da Bahia. Durante quatro décadas, liderou a organização da Festa de Iemanjá da zona sul de Ilhéus, na mesma praça que hoje leva seu nome. Faleceu no dia 27 de março de 2021, aos 72 anos, vítima da covid-19.

O projeto que deu origem à lei foi proposto pelos vereadores Enilda Mendonça (PT) e Kaíque Souza (Podemos), atual secretário de Juventude, Esporte e Lazer de Ilhéus.

O ÚLTIMO PEDIDO DE MÃE LAURA E A JUSTIÇA

O prefeito Mário Alexandre e Mãe Laura na Festa de Iemanjá de 2019 || Foto Prefeitura de Ilhéus

Dois meses antes de falecer, Mãe Laura engajou-se no movimento contra a construção de uma estação elevatória de esgoto da Embasa no local da Festa de Iemanjá. Ela disse ao PIMENTA que, se necessário, iria ao prefeito e ao governador Rui Costa (PT) para impedir a obra.

No dia 14 de julho de 2021, a Justiça ordenou a paralisação do obra, atendendo pedido liminar de ação civil pública movida por organizações sociais (relembre).

No fim do processo, caso todas as demandas da ação sejam atendidas pelo Judiciário, a Embasa será obrigada a demolir o que já construiu no terreno cedido pela Prefeitura.

LIXO ACUMULADO PERTO DA PRAÇA

Lixo acumulado perto da Praça Mãe Laura Sandoyá

A Praça Mãe Laura Sandoyá fica num dos locais mais bonitos de Ilhéus, diante da Baía do Pontal e à sombra da nova ponte. Numa esquina perto da praça, o lixo se acumula há dias devido à crise do serviço de coleta.

Ilheense morre em acidente de carro em Portugal
Tempo de leitura: < 1 minuto

A família do ilheense Moisés Vieira Dias, de 27 anos, que morreu em um acidente de moto na cidade de Coimbra, em Portugal, está fazendo uma ‘vaquinha virtual’ para arrecadar dinheiro e tentar trazer o corpo do jovem para o Brasil.

Moisés sofreu o acidente no último domingo (19), enquanto estava com um amigo, também brasileiro. O veículo derrapou e os dois ficaram gravemente feridos. O amigo de Moisés, identificado apenas como Ricardo, de 36 anos, não resistiu e morreu ainda no local. Não há detalhes sobre de qual estado ele era.

Já Moisés chegou a ser socorrido para o Hospital Universitário de Coimbra, onde teve uma parada cardiorrespiratória. O jovem chegou a ser reanimado, passou por duas cirurgias, mas não sobreviveu devido à gravidade do acidente.

ESPOSA E FILHO

A família dele é de Ilhéus, no sul da Bahia, e tenta trazer o corpo de Moisés para ser enterrado na cidade. O jovem era casado e deixa uma filha de sete anos. Com a vaquinha virtual, os familiares também querem arrecadar dinheiro para trazer a esposa e a criança ao Brasil.

Ao todo, o valor a ser arrecadado é de R$ 60 mil e o link para doação está disponível na internet. Recentemente, Moisés esteve em Ilhéus e retornou para Coimbra há cerca de oito dias, antes do acidente acontecer.

Nesta segunda-feira (21), o corpo dele está no hospital, aguardando uma necropsia para ser liberado. A previsão é de que esse procedimento seja concluído em oito dias e, por isso, a família luta contra o tempo para arrecadar o dinheiro. O corpo só será liberado depois disso. Durante esse período a família arrecada dinheiro para fazer o traslado. Moisés deverá ser velado e sepultado pela família na cidade onde nasceu. Do G1.

Homem trabalha em obra na Avenida Soares Lopes, em Ilhéus || Reprodução/Facebook
Tempo de leitura: < 1 minuto

Nesta segunda-feira (21), o economista Carlos Mascarenhas, criador da página Memória Visual de Ilhéus, publicou no Facebook foto de obra em estabelecimento comercial da Avenida Soares Lopes (imagem acima). “Acho que já está na hora do Ministério Público, ou quem de direito, dar um basta nisso”, opinou.

Encravada num dos espaços mais valiosos de Ilhéus, a obra merece a alcunha de “puxadinho classe A”, segundo a definição de Mascarenhas.

INTERVENÇÕES NA MIRA DA SPU

A Secretaria do Patrimônio da União (SPU) elabora relatório sobre a ocupação da área de marinha na zona urbana de Ilhéus. A Avenida Soares Lopes é um dos locais na mira do órgão do Ministério da Economia, como informado anteriormente pelo PIMENTA (relembre).

O advogado e escritor Rafael Freire Ferreira
Tempo de leitura: < 1 minuto

O advogado e escritor itabunense Rafael Freire Ferreira será um dos palestrantes do Congresso Internacional de Proteção de Dados 2021, que ocorrerá de 29 a 30 de setembro.

Mestre e doutorando em Direito pela Universidade Autônoma de Lisboa, Rafael é autor do livro Autodeterminação informativa e a privacidade na sociedade da informação. Editada pela Lumen Juris, a obra é resultado da dissertação de mestrado do autor e já está na 4ª edição.

O congresso será online. Interessados podem obter mais informações e se inscrever no site do evento.

Município está na 2ª semana sem coleta regular de lixo
Tempo de leitura: < 1 minuto

No meio dessa sujeira toda, a Prefeitura de Ilhéus bem que poderia aproveitar a oportunidade de investir num programa robusto de coleta de material reciclável, acompanhado por campanha educativa de incentivo à separação dos resíduos domésticos.

Thiago Dias

Um velho chavão diz que uma crise também pode ser transformada em oportunidade. O clichê vale para o colapso da coleta de lixo de Ilhéus, provocado pela dificuldade da Prefeitura de gerir o serviço público com eficiência.

Os montes de lixo se formam e crescem nas ruas, enquanto o governo municipal patina na substituição da empresa terceirizada. Esse cenário medonho e fedorento é registrado em fotografias e vídeos para a posteridade e as eleições vindouras.

No meio dessa sujeira toda, a Prefeitura de Ilhéus bem que poderia aproveitar a oportunidade de investir num programa robusto de coleta de material reciclável, acompanhado por campanha educativa de incentivo à separação dos resíduos domésticos.

Negócio limpo, rentável e sustentável, um programa de coleta amplo e eficiente ainda daria visibilidade positiva a Ilhéus.

A empreitada, naturalmente, deve incluir a Coolimpa (Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Ilhéus).

Tudo isso no bojo da elaboração do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, superando o modelo atual de descarte de resíduos, que só alimenta contratos públicos caros e condena o território de Itariri ao desastre ambiental do lixão.

Thiago Dias é repórter e comentarista do PIMENTA.