Jerônimo terminou o primeiro turno à frente de ACM Neto || Arte CNN
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahia terá eleição em dois turnos para definir quem será o substituto de Rui Costa (PT) no comando do governo estadual. A disputa será entre Jerônimo Rodrigues (PT), que ficou a menos de 0,67 ponto percentual de ganhar no primeiro turno, e o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (UB).

Com 99,14% das urnas apuradas, Jerônimo tem 3.977.074 votos (49,33% dos válidos) contra 3.296.288 votos de ACM Neto, que sempre liderou as pesquisas que aferiram intenções de voto sobre a disputa ao Governo da Bahia.

João Roma (PL) ficou com 9,11% dos votos válidos (734.361), seguido à distância por Kleber Rosa (PSOL), com 48.203 votos (0,6%). A disputa em primeiro turno teve ainda Giovani Damico (PCB), com 5.927 votos (0,07%) e Marcelo Millet (PCB), com 825 (0,01%).

Jerônimo termina 1º turno na frente de ACM Neto, que liderava pesquisas
Tempo de leitura: < 1 minuto

Os eleitores baianos devem voltar às urnas no dia 30 de outubro não apenas para a escolha do futuro presidente da República. Com 97,52% dos votos totalizados, Jerônimo Rodrigues (PT) tem 49,17% ante 40,97% de ACM Neto (UB). A diferença entre eles é de pouco mais de 640 mil votos (3.877.897 votos a 3.238.257).

João Roma (PL) aparece em terceiro, com 9,16% dos votos. Kleber Rosa (PSOL) tem 0,6%. Giovani Damico (PCB) tem 0,07%. Marcelo Millet (PCO) tem 0,01%.

Lula chega ao 2º turno em vantagem contra Bolsonaro
Tempo de leitura: < 1 minuto

Com 98,88% das urnas apuradas, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) recebeu 56.358.493 votos (48,17%) no primeiro turno da eleição presidencial e disputará a segunda rodada contra o presidente Jair Bolsonaro (PL), que obteve 50.799.138 votos (43,42%) até o momento.

A senadora Simone Tebet (MDB) é a terceira colocada, com 4,18% dos votos, seguida pelo ex-ministro Ciro Gomes (PDT), que recebeu 3,05% dos votos válidos. Nenhum dos demais candidatos a presidente da República recebeu 1% dos votos.

Otto Alencar está virtualmente reeleito com mais de 57% dos votos
Tempo de leitura: < 1 minuto

O senador Otto Alencar (PSD) está reeleito. Com 82,96% das urnas apuradas, ele impõe frente de quase 2 milhões de votos para o segundo colocado, Cacá Leão (PP).

Otto possui 57,44% dos votos válidos e Cacá 25,27%.

Raíssa Soares (PL) abocanha 15,3% dos votos até aqui. Tâmara Azevedo (PSOL) tem 1,80%. Marcelo Barreto (PMN) obtém 0,17% e Cícero Araújo (PCO) 0,02%.

Neto e Jerônimo têm disputa voto a voto com pouco mais de 25% das urnas apuradas
Tempo de leitura: < 1 minuto

Com 28,94% das urnas apuradas, Jerônimo Rodrigues (PT) aparece na liderança da disputa ao governo da Bahia, com 46,57% dos votos válidos, seguido de perto por ACM Neto (UB), com 43,07%.

João Roma (PL) surge com 9,37% dos votos, enquanto Kleber Rosa tem 0,88%. Giovani Damico (PCB) tem 0,1% e Marcelo Millet 0,01%.

Bolsonaro segue à frente de Lula no início da contagem de votos || Imagens TV Globo
Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, chegou a 47,74% dos votos quando 25,83% das urnas tinham sido apuradas, às 19h, seguido pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com 43,49%.

A senadora Simone Tebet (MDB) tem 4,54% dos votos e Ciro Gomes, 3,04%. Até o momento, nenhum dos demais candidatos a presidente obteve 1% dos votos.

Confira a atualização disponibilizada às 19h01min pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Contagem de votos da eleição presidencial || Fonte TSE

Apuração dos votos da eleição à Presidência da República || Fonte TSE
Tempo de leitura: < 1 minuto

Quando a apuração da eleição presidencial chegou a 1,03%, às 17h38min deste domingo (2), o presidente Jair Bolsonaro (PL) liderava a corrida com 583.507 votos (48,37%), 85.052 a mais do que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que chegou a 498.455 votos (41.32%).

O terceiro lugar é da senadora Simone Tebet (MDB), com 5,23% dos votos, seguida pelo ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 3,66%. Nessa altura da contagem, nenhum dos demais candidatos à presidência da República chegou a 1% dos votos.

O Distrito Federal é o ente federativo onde a totalização dos votos está mais avançada, com 27,71% das seções totalizadas.

Presidente do TSE, Alexandre de Moraes fala em maturidade democrática do país
Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, fez uma avaliação inicial das eleições de 2022 e elogiou o que chamou de “maturidade democrática” do brasileiro. O balanço foi feito quando ainda não havia concluído a votação no país.

– A sociedade brasileira está demonstrando maturidade democrática, o que já era esperado pela Justiça Eleitoral. Cada eleitor vai à sua seção, vota em quem quiser, nos seus escolhidos, sem confusão e sem violência. Estamos profundamente satisfeitos com o andar das Eleições 2022 – disse Moraes.

Moraes comunicou que a votação acontece em todo o país em clima de normalidade e que as ocorrências que vêm sendo divulgadas estão dentro do esperado, principalmente se considerarmos o tamanho do eleitorado do Brasil. “Está tudo de acordo com o que ocorre em todas as eleições, nada diferente”, disse.

Rui vota após aguardar por uma hora e meia || Foto Manu Dias/GovBA
Tempo de leitura: < 1 minuto

Após aguardar por cerca de uma hora e meia para votar, o governador Rui Costa ressaltou a determinação do povo para exercer a cidadania. O gestor baiano votou no Colégio Estadual Duque de Caxias, na Liberdade.

– Estou aqui no Colégio Duque de Caxias votando, seções lotadas, e eu quero parabenizar a população pela sua determinação de exercer a sua cidadania, aqui no calor, como a gente está na fila há mais de uma hora, mas o povo não abre mão de exercer o direito ao voto e seu direito de escolher um País e um Estado em que ele quer viver melhor.

O eleitor deve estar atento ao horário de votação, que será encerrado às 17h em todo o país (horário de Brasília). Na Bahia, são mais de 11,2 milhões de eleitores aptos a votar em 2022, quando são escolhidos deputados estadual, deputados federal, senador, governador e presidente da República.

Eleitores aguardam na fila de votação do CPM, em Ilhéus || Foto Pimenta
Tempo de leitura: 2 minutos

O domingo (2) de eleições gerais transcorre em clima de tranquilidade em Ilhéus, apesar das longas filas. Nas portas dos colégios eleitorais, muito movimento de eleitores e milhares de santinhos espalhados no chão.

Movimento de eleitores na porta do CPM, em Ilhéus || Foto Pimenta

O PIMENTA visitou um dos principais locais de votação de Ilhéus, o Colégio da Polícia Militar Rômulo Galvão, no Pontal, no final manhã. A escola integra a 26º zona eleitoral e reúne 17 seções, da 150 a 167. Por volta das 12h, a maioria das seções estava cheia e com filas extensas.

Porta do Ceamev tomada por santinhos || Foto Maurício Maron

A movimentação de eleitores também é intensa no Centro Estadual de Educação Profissional Álvaro Melo Vieira (Ceep Ceamev)e no Instituto Municipal de Ensino Eusínio Lavigne (IME), ambos na Avenida Canavieiras. Os dois colégios são os locais de votação de grande parte dos moradores da região central do município.

Eleitora observa materiais de candidatos || Foto Maurício Maron

Com horário unificado em todo o país, a votação começou às 8h (horário de Brasília) e seguirá até as 17h. Para votar, basta apresentar documento oficial com foto. É possível consultar o local de votação no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Votação em todo o país seguirá horário de Brasília e será encerrada às 17h || Foto Roberto Jaime/TSE
Tempo de leitura: 2 minutos

Começou há pouco e vai até as 17h (horário de Brasília) a votação para escolha dos deputados estaduais e federais, senador, governador e presidente da República em todo o país. Na Bahia, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) orienta o cidadão a não deixar para votar na última hora, pois o prazo não será estendido. A consulta aos locais de votação pode ser feita na página da Justiça Eleitoral ou por meio do aplicativo e-Título.

O eleitor pode até não apresentar o título na hora de votar, mas deverá estar com um documento oficial com foto, que pode ser carteira de identidade, identidade social, carteira de reservista ou de motorista. O importante é que seja oficial e tenha foto.

Ao chegar a seção e apresentar o documento, o eleitor se dirige à cabine de votação e não deve estar com celular em mãos. A recomendação é que deixa com mesários junto com documento de identificação. Entrar com celular na cabine de votação é proibido, conforme o Artigo 91-A da Lei 9.504/1997.

O analista judiciário do TRE-BA Jaime Barreiros explica que a medida busca “proibir a influência e a quebra do sigilo do voto”. Continua Jaime: “para evitar essa situação, o TSE, interpretando a lei (que já existia), proíbe o acesso do eleitor à cabine com o celular ligado”.

Colinha mostra a sequência da votação deste domingo

SEQUÊNCIA DA VOTAÇÃO

O eleitor primeiro vai votar para deputado federal, com quatro dígitos. Na sequência, ele escolhe o deputado estadual, com cinco dígitos. Logo após, confirma o número para senador, que tem 3 números. Após confirmação, ele vai digitar os números para governador. Para encerrar, os dois dígitos para presidente da República.

CRIMES ELEITORAIS

De acordo com o Artigo 236, do Código Eleitoral, cidadãos podem ser presos no dia das Eleições em caso de flagrante delito e sentença criminal condenatória por crime inafiançável. Entre as práticas ilegais que podem levar a detenção está o crime de boca de urna, que “se caracteriza pela tentativa ostensiva de convencimento que o eleitor venha a fazer em relação a outros eleitores no dia da eleição”, pontua o servidor.

BOCA DE URNA

Pode ser considerado boca de urna no dia da eleição: distribuir material de campanha, fazer carreata ou passeata, usar jingle ou som alto, fazer manifestações coletivas com outros eleitores no dia da votação ou qualquer outra ação que busque influenciar o voto de outra pessoa. Além destas práticas, sinaliza Barreiros, “existem vários outros crimes comuns ou eleitorais que podem ocorrer”.

“Crimes que, se ocorrerem, podem levar à detenção do cidadão, além da boca de urna, são: o transporte irregular de eleitores, a perturbação do local de votação, tentativa de quebra de urna e outros”, disse Barreiros.

Neto, Jerônimo e Roma são os mais bem colocados na disputa || Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Rede Bahia divulgou, na noite deste sábado (1º), os números da mais recente pesquisa contratada ao Ipec (ex-Ibope) e traz cenário indefinido quanto à possibilidade de segundo turno. Neto caiu de 54% para 51% dos votos válidos. Como a margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, ele pode ter entre 49% e 53% das intenções de votos. Para ser eleito em primeiro turno, o candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um.

Jerônimo Rodrigues (PT) conseguiu alcançar 40% hoje, ante 37% no levantamento da semana passada. Pela margem de erro, pode ter entre 38% e 42%. O terceiro colocado é o bolsonarista João Roma (PL), com 7% dos votos válidos, igual percentual obtido na semana passada. Kleber Rosa (PSOL) obteve 1% agora. Marcelo Millet (PCO) tem 1%. Gustavo Damico (PCB) não pontuou agora.

O Ipec informou ter ouvido 2.000 eleitores em 92 municípios baianos no período que vai de quinta (29) até este sábado (1º). A pesquisa tem margem de erro de 2 pontos percentuais e 95% de nível de confiança. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BA – 01710/2022 (TRE) e BR – 05440/2022 (TSE).

Cacá, Cícero, Marcelo, Otto, Raissa e Tâmara disputam vaga ao Senado
Tempo de leitura: < 1 minuto

A pesquisa Datafolha/Metrópole, divulgada há pouco, mostra o senador e candidato à reeleição Otto Alencar (PSD) com 53% das intenções de votos válidos. O segundo colocado é Cacá Leão (PP) com 28%.

A candidata ao Senado pelo PL, Raissa Soares, aparece com 11% das intenções de votos válidos. No quarto pelotão, Tâmara Azevedo (Psol) e Cícero Araújo (PCO) têm 3% cada um, enquanto Marcelo Barreto Luz para Todos (PMN) foi o escolhido de 2% dos entrevistados.

Iniciada ontem (30) e concluída hoje (1º), a pesquisa entrevistou 2,5 mil eleitores baianos e tem margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, com nível de confiança de 95%. A contagem das intenções de votos válidos exclui os votos nulos, brancos e indecisos. No Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o registro do levantamento é BA-00751/2022 e BR-02575/2022.

Jerônimo cresce 18 pontos e Neto tem perdas na reta final
Tempo de leitura: < 1 minuto

Divulgada há pouco, a nova pesquisa Datafolha revela ACM Neto (UB) com 51% dos votos válidos, enquanto Jerônimo Rodrigues (PT) tem 38%. João Roma (PL) surge com 8%.

Ainda segundo o Datafolha, Kleber Rosa (PSOL), Marcelo Millet (PCO) e Giovani Damico (PCB) têm, cada um 1% dos votos válidos.

SEGUNDO TURNO INDEFINIDO

Segundo o Datafolha, o cenário eleitoral na Bahia está indefinido. “Cenário ainda não dá para afirmar se haverá segundo turno. ACM Neto está no limite da margem de erro”, disse Luciana Chong, diretora do Datafolha ao apontar o crescimento do Jerônimo da primeira pesquisa, em agosto, para esta de hoje, quando saltou de 20% para 38%. “Ele está numa curva crescente, enquanto ACM neto está numa curva decrescente”, aponta Luciana Chong, diretora do Datafolha.

A pesquisa foi contratada pela Rádio Metrópole e ouviu 2,5 mil eleitores ontem (30) e neste sábado (1º). A margem de erro é de 2 pontos percentuais, com nível de confiança de 95%. A pesquisa registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BA-00751/2022 e BR-02575/2022.

Lula participa de evento com Jerônimo (à esquerda) e Otto Alencar em Salvador || Fotos Ricardo Stuckert
Tempo de leitura: 2 minutos

Líder na corrida à presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fez um “carnaval” em Salvador, no início da tarde desta sexta-feira (30), em caminhada de apoio aos candidatos ao governo da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT), e ao Senado Federal, Otto Alencar (PSD).

Com execução de jingles das candidaturas majoritárias, o evento levou multidão do Largo de Roma à Colina Sagrada, na Igreja do Senhor do Bonfim. O ato contou com a participação do governador Rui Costa (PT), do senador Jaques Wagner (PT) e de candidatos a deputado federal e estadual, além de prefeitos e vereadores ligados à base governista.

A vinda de Lula faz parte da estratégia petista de buscar ampliar as intenções de voto do candidato a presidente e, também, de Jerônimo e de Otto Alencar. Amanhã (1º) serão divulgadas duas pesquisas sobre a sucessão estadual e a disputa pela vaga única ao Senado. Uma delas é a Datafolha, contratada pela Rádio Metrópole. A outra é feita pelo Ipec (ex-Ibope), encomendada pela Rede Bahia. A última Ipec, divulgada no dia 23, mostrou Jerônimo com 32% das intenções de voto, a 15 pontos do líder ACM Neto (UB).

Evento reuniu multidão na caminhada do Largo de Roma até a Colina || Foto Ricardo Stuckert

Devido à legislação eleitoral, o evento na capital baiana não teve discurso. De Salvador, o presidenciável petista seguiu para Fortaleza, onde participou de evento com os candidatos ao governo do Ceará, Elmano de Freitas, e ao Senado, ex-governador Camilo Santana, ambos do PT. Atualizada às 19h07min.