Lula respondeu declaração do empresário Guilherme Leal, para quem o ex-presidente é "indesejável"
Tempo de leitura: 2 minutos

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) concedeu entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (8), em Brasília. A jornalista Tereza Cruvinel, do Brasil 247, perguntou se o petista teria uma nova Carta ao Povo Brasileiro para acenar às elites econômicas do país, como fez em 2002, às vésperas da primeira eleição presidencial que ganhou.

A jornalista citou a carta por causa de uma declaração recente do empresário Guilherme Leal. Segundo o cofundador da Natura, avaliando a corrida presidencial do próximo ano, se o presidente Jair Bolsonaro é “inaceitável”, Lula é “indesejável”.

“A questão do indesejável. Sinceramente, eu acho que as pessoas de boa-fé e as pessoas minimamente inteligentes deste país sabem que a melhor carta que eu posso assinar ao povo brasileiro é eles lerem o que aconteceu na economia brasileira quando eu fui presidente da República. O cidadão – que eu não conheço – ele disse que eu sou indesejável porque eu quero um estado forte. E quero! É importante que cada jornalista, que cada eleitor e cada adversário saiba que eu quero um estado forte, porque somente um estado forte é capaz de acabar com a miséria deste país”, declarou Lula.

Antes de sugerir que Guilherme Leal verifique o crescimento da Natura durante seus dois governos, Lula defendeu os resultados da política econômica brasileira nos anos de 2003 a 2010. “Eu fui o único governante que, durante 8 anos participando do G8 e de G20, o Brasil foi o único país que cumpriu metas de superávit primário todos os anos, porque, pra mim, responsabilidade não precisa ter lei. Responsabilidade é uma coisa que você traz dentro de você. Então, Tereza, não precisa carta ao povo brasileiro. Eu tenho um legado! O legado que eu deixei pra esse país vale umas 500 cartas ao povo brasileiro!”, disse o ex-presidente da República. Confira a entrevista.

Evento será no próximo dia 15, no Boca du Mar || Foto Cid Edson Póvoas/Flickr
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Prefeitura de Ilhéus e empresários vão fazer uma festa para testar protocolos de segurança contra a covid-19. Anunciado hoje (8), o evento será na próxima sexta-feira (15), na área aberta do Boca du Mar, com público de 500 pessoas completamente imunizadas contra o novo coronavírus. Os ingressos são exclusivos para convidados.

Além de comprovar a vacinação com o cartão de vacinas ou o certificado eletrônico do aplicativo Conect SUS, todos os convidados farão exame para verificar se estão ou não contaminados pelo vírus. A coleta do material para exame ocorrerá nos dois dias que antecedem a festa, 13 e 14 de outubro. Novos testes serão feitos sete dias após o evento, informa a Prefeitura.

A contratação das bandas e demais serviços será feita por empresários, enquanto o governo municipal cuidará da testagem e dos outros protocolos sanitários.

CENÁRIO EPIDEMIOLÓGICO

Ilhéus aplicou duas doses ou a dose única de vacina contra a covid-19 em 77.950 pessoas, o que corresponde a 50% da população apta a receber o imunizante. Nos últimos 7 dias, nenhum morador do município sulbaiano morreu de covid-19. Nesta quinta-feira (7), a cidade não tinha nenhum paciente internado em leito de terapia intensiva.

Segundo a Prefeitura, o avanço da cobertura vacinal e o consequente arrefecimento da pandemia criaram as condições para iniciar a retomada do segmento de eventos, um dos mais afetados pela crise sanitária.

Acompanhado de secretários, Augusto (de óculos) assinou ordem de serviço para reforma da rótulo do São Caetano
Tempo de leitura: < 1 minuto

A reurbanização da rótula de acesso à região do São Caetano, em Itabuna, vai custar cerca de R$ 240 mil, segundo divulgado pela Prefeitura de Itabuna. A assinatura da ordem de serviço ocorreu ontem (7), quando o prefeito Augusto Castro disse que o projeto é transformá-la também em área de convivência e humanizá-la, embora seja uma rotatória.

O local receberá pisos intertravado e pedras portuguesas, iluminação em LED, paisagismo e bancos, segundo o secretário de Infraestrutura e Urbanismo de Itabuna, Almir Melo Jr.

Ainda segundo o titular da Pasta, a rotatória ficará menor e ganhará nova via contínua de acesso à região do Shopping Jequitibá (Beira-Rio). “Com isso, os engarrafamentos serão reduzidos”, acredita.

As obras serão executadas pela construtora Metro Engenharia, de Salvador, vencedora da licitação para reforma de praças. A ideia é de que a reurbanização seja concluída até o início de dezembro. A rótula será um dos pontos de iluminação cênica especial do “Natal Luz” de Itabuna.

"Bagaceira", no detalhe, foi morto a tiros dentro de um bar || Foto Correio da Cidade
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um vereador do município de Ipecaetá, região de Feira de Santana, foi morto a tiros, na noite desta quinta-feira (7). Sivaldo Alves Barreto, “Bagaceira” (PSD), estava dentro de um bar, no município de Santo Estêvão, vizinho a Ipecaetá, quando ocorreu o crime.

A polícia civil em Santo Estêvão ainda investiga as circunstâncias e a motivação do assassinato do vereador eleito em 2020 com 603 votos.

Maria Ressa e Dmitry Muratov recebem o Nobel da Paz de 2021 || Foto Getty Images
Tempo de leitura: < 1 minuto

A jornalista filipina Maria Ressa e o jornalista russo Dmitry Muratov venceram o Nobel da Paz 2021. O anúncio foi feito hoje (8) pela Academia Sueca, em Estocolmo. O prêmio foi concedido “pelos esforços de salvaguarda da liberdade de expressão, pré-condição para a democracia e paz duradouras”.

“A senhora Ressa e o senhor Muratov recebem o Prêmio Nobel da Paz pela corajosa batalha pela liberdade de expressão nas Filipinas e na Rússia”, disse Berit Reiss-Andersen, do Comitê Nobel norueguês.

Ressa, cofundadora do site de notícias Rappler, foi elogiada por usar a liberdade de expressão para “expor o abuso de poder, o uso da violência e o crescente autoritarismo em seu país natal, as Filipinas”.

O comitê responsável pela premiação disse que Muratov, que cofundou o jornal independente Novaja Gazeta e foi seu editor-chefe por 24 anos, defendeu por décadas a liberdade de expressão na Rússia em condições cada vez mais desafiadoras.

“Ao mesmo tempo, eles representam os jornalistas que lutam por esse ideal num mundo onde a democracia e a liberdade da imprensa enfrentam condições cada vez mais adversas”, acrescentou.

Neste ano, disputaram o Nobel da Paz 329 candidatos, 234 pessoas e 95 organizações. O número é ligeiramente superior ao do ano passado – 317.

Nem a relação dos candidatos nem de quem os propôs são divulgados até que se passem 50 anos. Eles só são conhecidos se forem divulgados diretamente por quem os propôs.

Os laureados com o Nobel da Paz vão receber o prêmio de 10 milhões de coroas suecas (quase 1 milhão de euros), além de um diploma e uma medalha, em 10 de dezembro, em Oslo, na Noruega, dia da morte do criador do prêmio, Alfred Nobel. Com informações da RTP e BBC Brasil.

Governador Rui Costa || Foto Jonne Roriz
Tempo de leitura: < 1 minuto

Nesta sexta-feira (8), às 9h, o governador Rui Costa estará no município de Floresta Azul, no sul da Bahia, para entregar a ampliação do Sistema Integrado de Abastecimento de Água. A obra, que foi coordenada pela Embasa, empresa vinculada à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs), também vai atender aos moradores das cidades de Santa Cruz da Vitória e Firmino Alves.

Rui ainda vai inaugurar a reforma do Mercado Municipal, realizada por meio de uma parceria da Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado (SDR) com a Prefeitura de Floresta Azul.

Outra obra a ser entregue é a pavimentação em paralelepípedo com drenagem profunda das ruas José Veríssimo de Souza, Salvador Alves Batista e João dos Santos; travessas Lourival Maciel e Salvador A. Batista. O serviço foi executado pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur).

O vice-prefeito Enderson Guinho e o senador Jaques Wagner
Tempo de leitura: 2 minutos

O vice-prefeito e secretário de Esportes de Itabuna, Enderson Guinho (DEM), avalia que as lideranças de partidos aliados do PT levantam dúvidas sobre a viabilidade da candidatura do senador Jaques Wagner ao governo estadual. Ele falou sobre o assunto nesta quarta-feira (6), em entrevista ao Café com Pimenta, programa dos blogs IPolítica, do Thame e PIMENTA.

“Você vê que o posicionamento dos aliados, muitas vezes, coloca em dúvida a candidatura [de Wagner], a exemplo do vice-governador do PP [João Leão] e de aliados do próprio senador Otto Alencar, o senador Ângelo Coronel, que defende a candidatura de Otto ao Governo do Estado”, declarou Guinho, que é pré-candidato a deputado federal e apoia a pré-candidatura de ACM Neto (DEM) ao Palácio de Ondina.

O vice-prefeito também falou sobre a dificuldade de interlocução da Secretaria de Esportes de Itabuna com a homóloga estadual, a Setre, comandada pelo secretário e suplente de senador Davidson Magalhães, do PCdoB (confira abaixo).

BINHO SHALOM AFASTA UNIÃO BRASIL DO EXTREMISMO BOLSONARISTA

O radialista Binho Shalom, presidente do PSL em Itabuna

O radialista Binho Shalom, presidente do PSL em Itabuna e primeiro-secretário estadual do partido, também foi entrevistado pelo Café com Pimenta desta quarta. Ele comentou a fusão do PSL com o DEM, que é presidido por Guinho no município, e enfatizou que a nova legenda, União Brasil, deve caminhar longe do extremismo político do presidente Jair Bolsonaro. Binho fez críticas a Jair Bolsonaro, a quem apoiou em 2018, e disse o país precisa de diálogo. Assista ao programa na íntegra.

Deputado baiano é autor de projeto na Câmara Federal || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

Projeto apresentado nesta quinta-feira (7) na Câmara Federal pelo deputado Félix Mendonça Júnior (PDT) altera a Lei 10.833, de 2003, para reduzir a zero a contribuição do PIS/PASEP e do Financiamento da Seguridade Social (Cofins) incidentes sobre a receita bruta na venda de cacau de categoria superior e de suas respectivas preparações. A medida, segundo o parlamentar, busca ajudar os produtores neste momento de retomada da economia.

De acordo com o texto, a isenção caberá à categoria superior classificada como de “alto padrão de qualidade” na Tabela de Incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados (Tipi). Para tanto, o benefício será concedido ao produtor que receber do órgão ambiental federal competente o Selo Verde Cacau, mediante solicitação do cacauicultor. O selo é fruto de um outro projeto recentemente aprovado no Senado, também de autoria de Félix, e que, por ter sido modificado, voltou a tramitar na Câmara.

Para o pedetista, a medida vai recolocar o Brasil como o maior produtor de cacau no ranking mundial. “Diversas são as razões para que um país que já foi o maior produtor e exportador global desse produto hoje amargue a sétima colocação no ranking mundial de produtores de cacau, estando atrás de Costa do Marfim, Gana, Indonésia, Nigéria, Equador e Camarões. Temos adotando iniciativas para mudar isso”, ressaltou.

Secretária fez pronunciamento na cerimônia da ordem de serviço da reforma
Tempo de leitura: < 1 minuto

Quando for reaberto, o Restaurante Popular de Itabuna servirá, diariamente, 600 refeições para pessoas de baixa renda, assegurou a secretária de Promoção Social e Combate à Pobreza de Itabuna, Andrea Castro. Na manhã desta quarta-feira (6), o prefeito Augusto Castro (PSD) assinou a ordem de serviço para reforma do Restaurante Popular.

Ainda durante o evento, Andrea disse que as refeições serão oferecidas com preço acessível. O valor ainda não foi definido. A quantidade de refeições diárias a serem oferecidas pelo Restaurante Popular é 40% menor do que ofertado até 2018, quando foi fechado.

Ainda durante a solenidade, o prefeito Augusto Castro destacou o empenho da primeira-dama em direcionar as políticas sociais para os grupos mais necessitados. “Desde o início da gestão, a secretária Andrea Castro tem pedido ações para beneficiar a população que mais precisa, aqueles que estão em vulnerabilidade social. A reabertura do restaurante é um compromisso do governo e um pleito da secretária”, disse o prefeito.

RECURSOS PRÓPRIOS E SEGREDO

A Prefeitura de Itabuna informa que a requalificação do restaurante vai custar R$ 244 mil e será feita com recursos do próprio município. A previsão é de que a obra seja concluída em até 90 dias.

O prefeito Augusto Castro disse que, em breve, anunciará novo projeto relacionado ao restaurante municipal, mas preferiu guardar segredo e não deu detalhes do que está sendo planejado. “Posso dizer que será algo que chegará aos quatro cantos da cidade”, sinalizou. Atualizado às 16h50min.

O vice-prefeito Enderson Guinho e o presidente do PSL em Itabuna, Binho Shalom
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Café com Pimenta desta quarta-feira (6) recebe o vice-prefeito de Itabuna, Enderson Guinho, e o radialista Binho Shalom, que preside o PSL itabunense e é primeiro secretário da Executiva Estadual do partido. O programa começa às 19h, com transmissão ao vivo no canal do IPolítica Bahia no Youtube.

A fusão do DEM com o PSL, formalizada na manhã de hoje, transformou Enderson e Shalom em correligionários do União Brasil, que nasce sob o comando de ACM Neto na Bahia. O impacto da chegada do novo partido à vida política brasileira é pauta certa no Café desta noite.

Café com Pimenta é fruto de parceria do IPolítica com o Blog do Thame e o PIMENTA. A edição de hoje será apresentada pelo jornalista Gabriel Guedes, que substitui o colega Ricky Mascarenhas de forma temporária.

Proposta é da vereadora Wilmaci Oliveira
Tempo de leitura: < 1 minuto

A vereadora Wilmaci Oliveira (PCdoB) apresentou o Projeto de Lei 45/2021 para criar o Sistema Municipal de Economia Solidária. Nesta terça-feira (5), a proposta foi aprovada pelas comissões técnicas da Câmara de Vereadores de Itabuna.

Além de política municipal exclusiva para o segmento, o texto propõe a criação do conselho e do fundo municipais de economia solidária.

Wilmaci recebeu o auxílio do Cesol (Centro Público de Economia Solidária) na elaboração do projeto. “Ficamos felizes por nosso mandato servir [a] esse segmento que tanto apoiamos. Uma economia diferenciada, solidária, valorizando o cooperativismo, com uma conexão com o meio ambiente”, explicou a parlamentar.

A economia solidária é baseada em mecanismos de cooperação, associação e autogestão de todas as etapas do processo econômico, desde a produção até a venda de mercadorias. Conforme a autora do projeto de lei, trata-se de um caminho alternativo para as trocas econômicas, a partir de um sistema que não segue a lógica do capitalismo selvagem.

Jair Messias Bolsonaro, presidente da República
Tempo de leitura: 2 minutos

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) é investigado por suposta interferência política na Polícia Federal e vai depor à própria PF na condição de investigado. Na sessão plenária desta quarta-feira (6), o Supremo Tribunal Federal (STF) retomará o julgamento do recurso em que Bolsonaro pediu para não ser obrigado a depor de forma presencial.

O julgamento foi suspenso em outubro de 2020, na última sessão do ex-ministro Celso de Mello, que relatou o caso no Supremo e votou contra o recurso de Bolsonaro.

Celso de Mello manteve o entendimento de que a prerrogativa dos chefes dos três Poderes de prestar depoimento por escrito se aplica apenas aos casos em que figurem como testemunhas ou vítimas, e não como investigados ou réus.

DENÚNCIA DE MORO, EXONERAÇÃO E NOMEAÇÕES

Dois episódios importantes do inquérito são a troca do comando da Polícia Federal e a denúncia do ex-ministro Sergio Moro. No dia 24 de abril de 2020, quando deixou o Ministério da Justiça e Segurança Pública, Moro acusou Bolsonaro de interferir na PF.

“O presidente queria alguém que ele pudesse ligar, colher informações, relatório de inteligência. Seja o diretor, seja o superintendente. E, realmente, não é o papel da Polícia Federal se prestar a esse tipo de função”, declarou o ex-ministro.

Naquela manhã, antes do pronunciamento de Sergio Moro, Bolsonaro exonerou Maurício Leite Valeixo do cargo de diretor-geral da Polícia Federal. A exoneração foi publicada com as assinaturas do presidente da República e do então ministro da Justiça. Moro negou que tenha assinado o documento.

Quatro dias depois, Bolsonaro nomeou o delegado Alexandre Ramagem para a diretoria-geral da PF, mas o ministro Alexandre de Moraes vetou a nomeação após pedido do PDT. O partido alegou que Ramagem era muito próximo da família do presidente. No dia 4 de maio de 2020, Bolsonaro escolheu Rolando Alexandre de Souza para o comando da PF.

Iniciativa reúne membros da Câmara de Vereadores e da sociedade civil
Tempo de leitura: < 1 minuto

Nesta segunda-feira (4), a Câmara de Vereadores de Ilhéus e representantes da sociedade civil promoveram o Fórum Municipal em Defesa do Bem-estar Animal. A criação de um grupo de trabalho para garantir a efetividade da proteção dos animais foi um dos resultados do encontro.

Organizado pela Comissão de Meio Ambiente e Bem-estar Animal do Poder Legislativo, o evento foi coordenado pelo vereador Alzimário Belmonte, Gurita (PSD), com a presença de membros de organizações não governamentais e da vice-presidente da Comissão Especial em Defesa Animal da seccional OAB/BA, a advogada Carolina Busseni.

Na reunião, o médico veterinário Wellington Luiz de Souza Laudano, do projeto (a)MAR, lamentou que uma cidade com quase 90 quilômetros de litoral não tenha legislação específica para proteger os animais costeiros. Ele sugeriu atrelar o turismo de Ilhéus com a proteção das tartarugas marinhas, que usam as praias do município para desova, parte essencial do seu processo de reprodução.

Prefeito assina ordem de serviço nesta quarta-feira
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Augusto Castro (PSD) assinará nesta quarta-feira (6), às 10h, a ordem de serviço de reforma do Restaurante Popular de Itabuna. Situado na rua São Vicente de Paulo, no Centro, o restaurante está fechado desde outubro de 2018.

A solenidade será no estacionamento em frente ao antigo Sesp, na praça João Pessoa (antiga praça de Táxis), ao lado da UniFTC. Augusto também autorizará a reforma da praça José de Almeida Alcântara (Jardim do Ó).

As duas obras fazem parte do pacote de obras que o prefeito de Itabuna anunciou, com exclusividade, no PIMENTA no final de setembro (reveja aqui).

Erasmo Ávila, presidente da Câmara de Vereadores de Itabuna
Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente da Câmara de Vereadores de Itabuna, Erasmo Ávila (PSD), disse que o Legislativo municipal não aprovou nenhuma lei contra os interesses da população mais carente do município. “Só estamos aprovando o que é bom para o desenvolvimento da cidade”, garantiu, ao discursar na sessão solene de 1º de outubro, que marcou o Dia do Vereador.

Sem mencionar a reforma tributária aprovada pela Câmara, que gerou reação contrária de setores empresariais, Erasmo afirmou que os parlamentares estão preparados para lidar com as dificuldades e interpretações negativas sobre projetos votados na Casa. “Pedras e tropeços virão. Como vereador, sabemos que não é fácil conduzir uma cidade como Itabuna”, declarou o presidente.

Coube ao vereador Israel Cardoso (PTC), primeiro secretário da Câmara, apresentar relatório das atividades do Legislativo ao longo de 2021. Nos últimos nove meses, a Casa do Povo promoveu 49 reuniões de comissões técnicas e 4 audiências públicas. Também aprovou 54 projetos de lei e 4 resoluções legislativas, além de fazer 702 pedidos de providência à Prefeitura de Itabuna.

Avaliando o trabalho da Câmara de forma positiva, Israel disse que sente orgulho de fazer parte da atual composição do Legislativo itabunense.