Cofins e PIS do milho é suspenso até o final do ano
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) suspendeu a cobrança de PIS e Cofins na importação de milho até 31 de dezembro deste ano. O objetivo é desonerar o custo de aquisição externa com foco no aumento da oferta interna buscando reduzir a pressão de preços e os custos dos criadores de animais, já que o grão é importante insumo na alimentação de bovinos, suínos e aves.

A medida consta na Medida Provisória Nº 1.071, publicada na quinta-feira (23). De acordo com a medida, estão reduzidas a zero, até 31 de dezembro de 2021, as alíquotas de contribuição incidentes na importação do milho. A Medida Provisória entra em vigor no quinto dia útil após a data de sua publicação.

A suspensão permitirá a compra de milho de outros mercados fora do Mercosul de maneira competitiva, melhorando o abastecimento interno e evitando reajuste nos preços das carnes para o consumidor. A expectativa é que a retirada da cobrança da tarifa represente redução de 9,25% no custo de importação ou R$ 9 por saca.

Transação via Pix será limitada à noite
Tempo de leitura: < 1 minuto

As instituições financeiras têm até o próximo dia 4 de outubro para estabelecer o limite de R$ 1 mil para as transferências e pagamentos feitos por pessoas físicas entre as 20h e as 6h. A data de início das restrições foi aprovada nesta quinta-feira (23) pelo Banco Central (BC).

As empresas não serão afetadas pela medida. A limitação das transações físicas havia sido anunciada em agosto pelo BC para reduzir os casos de sequestros e roubos noturnos, após pedidos das próprias instituições financeiras.

O teto de R$ 1 mil para as operações noturnas vale tanto para o PIX, sistema de pagamento instantâneo em funcionamento há dez meses, como para outros meios de pagamento. Transferências via TED, DOC, pagamentos de boletos e compras com cartões de débitos também passarão a obedecer a esse limite.

PODERÁ ALTERAR OS LIMITES

O cliente poderá alterar os limites das transações por meio dos canais de atendimento eletrônico das instituições financeiras. No entanto, os aumentos passarão a ser efetivados por pelo menos 24 horas após o pedido, em vez de concedidos instantaneamente, como fazem alguns bancos. Essa medida também deverá entrar em vigor até 4 de outubro.

Até essa data, as instituições financeiras deverão oferecer aos clientes a opção de cadastrar previamente contas que poderão receber transferências acima dos limites estabelecidos.

REGISTROS

O BC também obrigará as instituições financeiras a fazer registro diário das ocorrências de fraude ou de tentativas de fraude nos serviços de pagamento. A lista também deverá conter as medidas adotadas para corrigir ou resolver os problemas.

Até 16 de novembro, essa medida deverá ser implementada. Com base nos registros, os bancos e as demais instituições deverão produzir um relatório mensal que consolide as ocorrências e as ações adotadas. Da Agência Brasil.

Evento do Renova Varejo reuniu empresários regionais em Ilhéus || Foto Maurício Maron/Sebrae
Tempo de leitura: 2 minutos

Os empresários do sul da Bahia que desejam participar da próxima edição do Renova Varejo já podem fazer a pré-inscrição por meio do link. As vagas são limitadas e já existe uma lista de espera para esse novo ciclo.

Na manhã de quarta-feira (22), empresários de Itabuna, Ilhéus, Una, Canavieiras e Itajuípe, no sul da Bahia, estiveram reunidos no último encontro presencial do Programa Renova Varejo, realizado pelo Sebrae. No encontro, os empresários que participaram do ciclo 2021 destacaram o crescimento que obtiveram com consultorias especializadas em estoque, gestão, vendas, marketing e digitalização.

“Nós somos parceiros do Sebrae há muito tempo e já contratamos consultorias diversas dentro das áreas que mais precisamos. Recebemos todo o apoio, tanto presencial, quanto online. O Renova Varejo, por exemplo, nos deu muito conhecimento que acrescentou no dia a dia, especialmente durante a pandemia, quando a gente precisou apresentar as coleções nas casas dos clientes, através das mídias digitais. Isso fez toda a diferença para o nosso negócio”, disse Alessandro Peixoto, que, ao lado da esposa, Isabelle Primitivo, está à frente da loja Alphabeto e Bibi, em Itabuna.

O sentimento de satisfação foi celebrado pela empresária de Canavieiras Luciana Magnavita, que trabalha com cosméticos. “Foi muito inovador participar do Renova Varejo, pois abriu a minha mente, especialmente no segmento de mídias digitais, porque eu estava focada apenas no presencial. Comecei a ter uma presença digital mais consistente e frequente e coloquei várias ações e eventos em prática e o resultado foi muito produtivo”, contou a dona da Ki Gata Cosméticos.


MENTALIDADE RENOVADORA

Luane di Paula, que palestrou durante o evento, destacou a necessidade de o empreendedor modificar a mentalidade com frequência. “Para todo mundo que empreende, é uma necessidade ter uma mentalidade diferenciada, uma mentalidade transformadora. Empreender demanda inovar o tempo todo, e a gente não consegue inovar no ambiente externo, na vida e nos negócios se a gente não tem uma mentalidade renovadora, uma mentalidade que busca transformar as adversidades em oportunidades. Isso é fundamental nos negócios”, pontuou.

A gestora do Renova Varejo em Ilhéus, Karla Peixoto, ainda durante o evento, falou da satisfação em ouvir os depoimentos dos participantes. “Esse é o terceiro encontro coletivo que faz parte da programação do Renova Varejo com a presença dos empresários participantes e empresários que já tem o desejo de participar da próxima edição e é satisfatório ver a aplicabilidade do que foi levado pela consultora através desses depoimentos de crescimento, especialmente com as mídias digitais que faz parte do programa”, disse.

O resultado do programa encantou a todos, conforme relato da gerente regional do Sebrae em Ilhéus, Claudiana Figueiredo. “Importante os resultados que esses empresários alcançaram no ano de 2021, a partir da participação no Programa. E esse momento é uma integração entre quem participou da edição de 2021 e quem tem interesse em participar da edição de 2022. Com certeza, nós teremos um grupo muito maior e os resultados já estão aí claramente visualizados a partir dos depoimentos que eles têm sobre a participação no programa”, afirmou.

Robson Braga de Andrade, presidente da CNI || Foto Wilson Dias/Agência Brasil
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) considera equivocada a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central do Brasil, de acelerar o ritmo de aumento da taxa básica de juros (Selic) para 1 ponto percentual.

O presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, lembra que o emprego e a produção industrial ainda não retornaram aos níveis anteriores ao da pandemia de covid-19. “Ao perseguir a meta de inflação do ano que vem com aumentos expressivos da Selic, o Banco Central põe em risco a recuperação econômica e aumenta a probabilidade de uma recessão no próximo ano”, avalia.

Na avaliação do setor industrial, a decisão por um quinto aumento expressivo da Selic contraria a necessidade de estimular as condições de crédito para consumidores e empresas. A medida aumenta o custo do financiamento e desestimula a demanda por crédito num contexto em que muitas empresas ainda tentam sobreviver à crise desencadeada pela pandemia do coronavírus.

Banco Central aumenta taxa Selic em um ponto
Tempo de leitura: 3 minutos

Em meio ao aumento da inflação de alimentos, combustíveis e energia, o Banco Central (BC) apertou ainda mais os cintos na política monetária. Por unanimidade, o Comitê de Política Monetária (Copom) elevou a taxa Selic – juros básicos da economia – de 5,25% para 6,25% ao ano. A decisão era esperada pelos analistas financeiros.

A taxa está no nível mais alto desde julho de 2019, quando estava em 6,5% ao ano. Esse foi o quinto reajuste consecutivo na taxa Selic. De março a junho, o Copom tinha elevado a taxa em 0,75 ponto percentual em cada encontro. No início de agosto, o BC passou a aumentar a Selic em 1 ponto a cada reunião.

Em comunicado, o Copom informou que deverá elevar novamente a Selic em um ponto percentual na próxima reunião, no fim de outubro. Com o teto da meta de inflação estourado em 2021, o órgão informou que trabalha para trazer a inflação de volta para o intervalo da meta em 2022 e, “em algum grau”, em 2023.

“O Copom considera que, no atual estágio do ciclo de elevação de juros, esse ritmo de ajuste [um ponto percentual por reunião] é o mais adequado para garantir a convergência da inflação para a meta no horizonte relevante e, simultaneamente, permitir que o Comitê obtenha mais informações sobre o estado da economia e o grau de persistência dos choques”, destacou o texto.

Com a decisão desta quarta-feira (22), a Selic continua num ciclo de alta. De julho de 2015 a outubro de 2016, a taxa permaneceu em 14,25% ao ano. Depois disso, o Copom voltou a reduzir os juros básicos da economia até que a taxa chegasse a 6,5% ao ano em março de 2018. A Selic voltou a ser reduzida em agosto de 2019 até alcançar 2% ao ano em agosto de 2020, influenciada pela contração econômica gerada pela pandemia de covid-19. Esse era o menor nível da série histórica iniciada em 1986.

INFLAÇÃO
A Selic é o principal instrumento do Banco Central para manter sob controle a inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Em agosto, o indicador fechou no maior nível para o mês desde 2000 e acumula 9,68% em 12 meses, pressionado pelo dólar, pelos combustíveis e pela alta da energia elétrica.

O valor está acima do teto da meta de inflação. Para 2021, o Conselho Monetário Nacional (CMN) tinha fixado meta de inflação de 3,75%, com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual. O IPCA, portanto, não podia superar 5,25% neste ano nem ficar abaixo de 2,25%.

Leia Mais

Preço médio das carnes subiu 31% em 12 meses
Tempo de leitura: < 1 minuto

Pesquisa do Datafolha sobre o perfil do consumo alimentar do país, feita de 13 a 15 de setembro, indica que, na comparação com o início de 2021, 67% dos brasileiros reduziram a compra de carne vermelha.

No mesmo período, conforme o levantamento, houve redução de 46% no consumo de leite e derivados. Já a compra de pães caiu 41%. Arroz, feijão e macarrão estão sendo menos consumidos por 34%, 36% e 38% da população, respectivamente.

INFLAÇÃO

No acumulado dos últimos 12 meses, a inflação ao consumidor está próxima de 10%. A inflação específica dos alimentos chega a 17%, com alta significativa de diversos produtos, a exemplo de arroz (33%), carnes (31%), ovos (14%) e leites e derivados (12%).

Sortudos da Mega-Sena são de São Paulo e Curitiba
Tempo de leitura: < 1 minuto

Duas apostas acertaram as seis dezenas do concurso 2.410 da Mega-Sena, sorteadas pela Caixa Econômica Federal na noite de sábado (18), em São Paulo, na Espaço de Loterias Caixa. O prêmio para cada acertador será de R$ 12,5 milhões. Os sortudos são de Curitiba (PR) e São Paulo.

As dezenas sorteadas foram 7 – 10 – 27 – 35 – 43 – 59. A quina teve 93 ganhadores, cabendo a cada um o prêmio de R$ 31.102,36. Com 5.939 acertadores, a quadra pagará R$ 695,76 a cada um. O próximo concurso da Mega-Sena será sorteado na quarta-feira (22). O prêmio está estimado em R$ 3 milhões.

Moradores de Itabuna, Ilhéus e Gandu entre ganhadores da Nota Premiada de setembro
Tempo de leitura: < 1 minuto

Moradores de 21 municípios foram contemplados no sorteio de setembro da Nota Premiada Bahia. O prêmio de R$ 100 mil foi para um participante da capital, que mora no bairro de Paripe. Dos 90 prêmios de R$ 10 mil, 57 foram para Salvador e 33 para o interior.

Entre os municípios do interior da Bahia que tiveram ganhadores, destaque para Lauro de Freitas, com seis pessoas sorteadas. Na sequência estão Itabuna, Jequié e Feira de Santana, com três ganhadores cada um, e Camaçari e Ilhéus, com dois contemplados em cada cidade.

Completam a lista 14 municípios que tiveram um sorteado cada: Gandu, Barreiras, Vitória da Conquista, Irecê, Saubara, Caetité, Santo Antônio de Jesus, Inhambupe, Nazaré das Farinhas, Cruz das Almas, Juazeiro, Porto Seguro, Seabra e Vera Cruz. A lista completa dos ganhadores pode ser consultada no site www.notapremiadabahia.ba.gov.br e ainda no Instagram @notapremiadabahia .

A Nota Premiada conta atualmente com mais de 627 mil participantes inscritos. Desde fevereiro de 2018, os sorteios da campanha já premiaram 1.952 pessoas, das quais 1.248 moram na capital, 703 no interior e uma fora do estado.

Pesquisadores da Uesc divulgam variação no preço dos alimentos em agosto
Tempo de leitura: < 1 minuto

O preço da cesta básica em Ilhéus bateu R$ 428,34 em agosto, 1,90% a mais do que no mês anterior. A informação é do Acompanhamento do Custo da Cesta Básica (ACCB), iniciativa do Departamento de Ciências Econômicas da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc).

Dos 12 itens que compõem a ração mínima, nove produtos aumentaram de preço: café (21,45%), tomate (20,38%), banana (15,52%), açúcar (5,77%), pão (4,18%), manteiga (3,58%), leite (2,46%), feijão (1,14%) e óleo (0,24%). Em contrapartida, reduziram de preço: carne (-6,16%), farinha (-3,12%), e arroz (-2,70%).

Já em Itabuna a cesta básica custou R$ 457,27 no mês de agosto, 1,52% a menos do que em julho de 2021. Dos 12 itens, cinco reduziram de preço: banana (-11,60%), tomate (-10,49%), farinha (-4,02%), arroz (-1,93%) e manteiga (-0,71%); e sete aumentaram: café (17,27%), leite (3,50%), açúcar (2,91%), feijão (2,81%), óleo (1,37%), pão (1,11%) e carne (0,28%).

Brasa&Grill é inaugurada na Avenida Ilhéus, em Itabuna
Tempo de leitura: < 1 minuto

Depois de concluída a fase de degustação para grupos convidados, a churrascaria Brasa & Grill foi inaugurada, oficialmente, nesta sexta-feira (17), na Avenida Ilhéus, Centro. A churrascaria abrirá, diariamente, sempre das 11h às 15h.

O restaurante reúne investimentos dos irmãos Marcelo e Paulinho Assis e de Ricardo Nunes. Os três decidiram apostar num segmento que atrai pessoas de várias classes sociais e econômicas com um diferencial, a comida ao quilo.

Os irmãos Assis, Ricardo Nunes e o produtor rural Pedro Assis

Segundo os empresários, as várias rodadas de degustação certificaram os participantes do acerto da iniciativa. Marcelo, Paulinho e Ricardo estão animados com a receptividade, principalmente pela qualidade do cardápio e das carnes servidas por experientes churrasqueiros.

O salão climatizado, com boa e discreta iluminação e música ambiente, conta com estrutura moderno e funcional. Além disso, experimentados garçons se encarregam de servir com recato e qualidade. O empreendimento gerou, já na abertura, 10 novos empregos.

Atlantic produz níquel sulfetado em Itagibá, no sul da Bahia || Foto Nitro
Tempo de leitura: < 1 minuto

Caetité (18%), Jacobina (17%) e Itagibá (16%) responderam por 51% da Produção Mineral Baiana Comercializada em Agosto. A variação em relação ao mesmo mês de 2020 foi de 58%, saindo de R$ 566 milhões para R$ 895 milhões, segundo o Sumário Mineral de setembro, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Bahia (SDE).

Além desses três municípios, destaque também para Jaguarari, Sento Sé, Piatã, Barrocas, Andorinha, Juazeiro e Brumado. Atualmente gerando 13.467 empregos diretos no estado, o setor de mineração está em franca expansão mesmo com a crise econômica.

Os resultados levaram a aumento na arrecadação com a Compensação Financeira pela Exploração Mineral (CFEM), ainda em agosto, atingindo R$ 91,6 milhões na Bahia ante R$ 57 milhões do mesmo período do ano passado. O resultado, aponta a Companhia Baiana de Produção Mineral (CBPM), coloca a Bahia em terceiro lugar no ranking nacional de arrecadação de CFEM, atrás apenas de Pará e Minas Gerais.

A expectativa é de que, já em setembro, o valor ultrapasse os R$ 94 milhões arrecadados durante todo o ano de 2020. Os dados são da Agência Nacional de Mineração (ANM). “Atualmente temos o ferro, o ouro e o níquel como os principais bens minerais produzidos na Bahia, e junto a outros completam uma grande variedade que nos anima num crescimento contínuo e sustentável do setor”, avalia o secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia, Nelson Leal.

Luane di Paulo abordará mindset empreendedor em palestra gratuita em Ilhéus
Tempo de leitura: < 1 minuto

Na próxima quarta-feira (22), a partir das 9h, o Sebrae em Ilhéus promove encontro coletivo com os participantes do movimento Renova Varejo, aberto também para os empresários do comércio regional, no Hotel Praia do Sol, na zona sul de Ilhéus. A palestrante será Luane di Paulo, que vai abordar o tema Mindset Empreendedor e falar como transformar ideias em oportunidades.

A palestra é gratuita e para participar do encontro o empresário precisa fazer a inscrição online e confirmar presença pelo link https://www.sympla.com.br/palestra-mindset-empreendedor__1341457. Por causa da pandemia, as vagas ainda estão sendo limitadas, respeitando todos os protocolos de segurança.

Durante o evento o participante irá receber dicas de como conquistar boas oportunidades para o seu negócio, de forma a se aproximar dos seus objetivos com mais celeridade.

SOLUÇÃO PARA DRIBLAR DESAFIOS

De acordo com a Karla Peixoto, gestora do Renova Varejo em Ilhéus, nos últimos anos, o Brasil tem experimentado o mindset empreendedor como uma solução para driblar os desafios do mercado de trabalho. “Uma pesquisa da Global Entrepreneurship Monitor mostrou que, em 2018, 52 milhões de brasileiros entre 18 e 64 lideravam algum tipo de negócio. Esse número representa não apenas empresas já consolidadas na área, mas também quem está começando nessa empreitada, com ideias simples, mas inovadoras”, diz.

O encontro marca o encerramento do Renova Varejo 2021, que é um programa que tem transformado o comércio baiano, ajudado a impulsionar as vendas no presencial e também no digital, por meio de consultoria especializada em estoque, gestão, vendas, marketing e digitalização. Com aporte financeiro do Sebrae, o empresário tem até 70% de desconto na hora da inscrição. Para o ano de 2022 as inscrições já estão abertas e são limitadas.

Interessados já podem fazer seus lances no leilão do Detran da Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) promove, no dia 27 deste mês, mais um leilão virtual de veículos e sucatas. No total, são 491 lotes que estão nos pátios de Salvador, Feira de Santana e Jequié.

Os interessados já podem acessar o site do leiloeiro para dar lances em sucatas destinadas à reciclagem e também em veículos conservados, que estão aptos para voltar à circulação, sem restrições policiais ou judiciais e desvinculados de qualquer pendência legal ou financeira.

Entre os carros, um Citroen C4 Pallas 2011/2012 , em Feira de Santana, e um Peugeot 207 Passion 2011/2012, em Jequié, ambos com lance inicial de R$ 3 mil. Destaque também para uma moto Honda XRE 300, ano 2010, em Salvador, com lance iniciado em R$ 900.

Interessados podem realizar a visitação prévia dos lotes, para conhecer e examinar os bens, nos cinco dias úteis que antecedem o leilão, das 9h às 12h e das 14h às 17h, nos pátios indicados no edital. Acesse aqui a lista de bens que vão a leilão.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O volume de serviços no país teve alta de 1,1% em julho deste ano, na comparação com o mês anterior. Essa foi a quarta taxa de crescimento consecutiva do indicador, que acumula ganhos de 5,8% nos últimos quatro meses. Com o resultado, o setor atingiu o maior patamar desde março de 2016. O dado, da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), foi divulgado hoje (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os serviços também tiveram altas de 17,8% na comparação com julho do ano passado, de 10,7% no acumulado do ano e de 2,9% no acumulado de 12 meses.

ATIVIDADES

Na passagem de junho para julho deste ano, duas das cinco atividades pesquisadas pelo IBGE tiveram alta: serviços prestados às famílias (3,8%) e serviços profissionais, administrativos e complementares (0,6%).

“Essas duas atividades são justamente aquelas que mais perderam nos meses mais agudos da pandemia. São as atividades com serviços de caráter presencial que vêm, paulatinamente, com a flexibilização e o avanço da vacinação, tentando recuperar a perda ocasionada entre março e maio do ano passado”, disse o pesquisador do IBGE Rodrigo Lobo.

Nos serviços prestados às famílias, o avanço foi puxado pelo desempenho dos segmentos de hotéis, restaurantes, serviços de buffet e parques temáticos, que costumam crescer em julho devido às férias escolares.

Três atividades tiveram queda em seu volume: serviços de informação e comunicação (-0,4%), transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (-0,2%) e os outros serviços (-0,5%).

Five Sport Bar integrará gastronomia e lazer no Shopping Jequitibá
Tempo de leitura: < 1 minuto
Aldo Benevides, da Five Sport Bar

O Shopping Jequitibá em Itabuna vai inaugurar um restaurante temático com foco em gastronomia e transmissão simultânea de várias modalidades esportivas, o Five Sport Bar. O empreendimento também oferecerá o Espaço Kids, para atividades infantis, e videogames para entretenimento de crianças e adultos. O investimento é de R$ 2,5 milhões, com previsão de inauguração em outubro.

Um dos sócios do Five, Aldo Benevides, diz que o conceito que integra gastronomia e entretenimento está em expansão em diversos países e possui potencial de crescimento no Brasil. Já são nove casas em diferentes estados do país.

Segundo ele, a decisão de investir no Jequitibá foi tomada por “se tratar do principal shopping do Estado fora da capital, um empreendimento consolidado e com um movimento digno de grandes centros do país”.

Aldo Benevides afirma que, no pós-pandemia, é esperada alta demanda por causa da carência de entretenimento e gastronomia. Isso, acrescenta, devido ao tempo em que as pessoas precisaram se manter em isolamento ou devido ao distanciamento social. “O Five será um local de celebração da amizade, num ambiente alegre a acolhedor”.