Tempo de leitura: < 1 minuto

Os trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadUnico) nascidos em abril podem sacar, a partir desta sexta-feira (4) a segunda parcela do auxílio emergencial 2021. O dinheiro havia sido depositado nas contas poupança digitais da Caixa Econômica Federal em 20 de maio.

Os recursos também poderão ser transferidos para uma conta corrente, sem custos para o usuário. Até agora, o dinheiro apenas podia ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), de boletos, compras em lojas virtuais ou compras com o código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de estabelecimentos parceiros.

Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h. Além disso, o beneficiário pode consultar o site auxilio.caixa.gov.br.

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos, durante quatro meses, prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher, recebe R$ 375; e pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

Enzo Gabriel, de 4 anos, morre ao ser atropelado em calçada || Foto Redes Sociais
Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma tragédia ocorreu na noite desta quinta-feira de Corpus Christi em Pau Brasil, no sul da Bahia. O pequeno Enzo Gabriel, de apenas 4 anos, morreu atropelado ao ser atingido por uma caminhonete Toyota Hilux em cima da calçada de uma residência de amigos, onde estava com os pais.

A caminhonete era dirigida por uma mulher que não possuía habilitação, de acordo com testemunhas. A mulher, ainda segundo relatos, estava aprendendo a dirigir e era orientada por um homem, supostamente dono do veículo. Os dois fugiram sem prestar socorro ao pequeno Enzo Gabriel, mas teriam sido alcançados pela polícia. Teriam alegado que os moradores não permitiram dar assistência à vítima.

O menino chegou a ser levado nos braços ao hospital municipal de Pau Brasil, mas não resistiu aos ferimentos graves causados pelo atropelamento. Além da criança ser atropelada, a caminhonete atingiu um imóvel.

No município, o clima é de revolta. Os familiares de Enzo aguardam liberação do corpo, que está no Departamento de Polícia Técnica(DPT), no Complexo Policial de Itabuna. O velório e sepultamento deverá ocorrer ainda nesta sexta-feira (4), em Pau Brasil, onde a criança residia. Atualizado às 9h15min.