Moradores de Buararema protestam contra a Rota || Foto Redes Sociais
Tempo de leitura: < 1 minuto

DO PIMENTA

Moradores de Buerarema bloquearam, na noite desta sexta-feira (12), a Avenida Inácio Tosta Filho, em Itabuna, para cobrar melhorias no serviço de transporte. Os manifestantes relataram que, quando um dos ônibus da linha quebra, a empresa não o substitui de imediato, o que sempre causa transtornos para quem precisa se deslocar até o trabalho ou retornar para casa, principalmente, no final do dia. A manifestação durou cerca de 40 minutos.

Segundo os passageiros, no final da tarde de sexta-feira, por exemplo, a Rota não disponibilizou ônibus suficientes na linha Itabuna/Buerarema. Eles relataram que desde às 16h30min que a linha não era operada entre as duas cidades. Revoltados, retiveram dois veículos em frente à agência da empresa que funciona nas imediações da Receita Federal, na Inácio Tosta Filho.

A Rota, conforme informada em seu site, disponibiliza horários de Itabuna para Buerarema a partir das 4h50min. A última saída ocorre às 20h. O intervalo seria de 30 minutos de um ônibus para o outro, o que, segundo os passageiros, quase nunca ocorre. Fazendo o itinerário inverso, a primeira saída é às 5h20min e última às 20h. A passagem de Buerarema para Itabuna custa R$ 7,50. O retorno custa R$ 10,10.

Moradores de Buerarema afirmam que os atrasos são constantes e a situação se agrava quando um dos veículos quebra. Os usuários do serviço cobram fiscalização da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba). O espaço está aberto para as manifestações da empresa e da Agerba.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Enquanto almoçavam, diversos clientes de um restaurante na avenida Inácio Tosta Filho, no centro de Itabuna, ficaram aterrorizados com as cenas de violência neste sábado (6). Dois rivais do traficante Ailton de Jesus, conhecido como Tantã, passavam pela avenida quando o notaram no estabelecimento. A dupla estacionou o veículo mais adiante e retornou para executá-lo.
Dois policiais que se encontravam no restaurante atiraram contra os bandidos, que revidaram e conseguiram fugir. O traficante foi levado para o Hospital de Base de Itabuna em estado grave. Os tiros atingiram a cabeça de Tantã. A sequência de tiros atingiu cinco carros estacionados próximos ao restaurante Espaço 2.
Atualizado às 21h40min

Tempo de leitura: 2 minutos

 

PISCINÃO DE AZEVEDO – Avenida Ilhéus estava deste jeito às 16h26min, duras horas depois da chuva do início da tarde. A obra do canal resolverá?

As imagens acima – e abaixo – foram captadas pelo Pimenta entre 16h05 e 16h27min desta quarta. Revelam o descaso dos poderes públicos com a infraestrutura e o saneamento básico de Itabuna. Ações mínimas, como desobstrução de bueiros, parecem que foram esquecidas até mesmo no centro da cidade. A população tem sua parcela de culpa ao fazer das ruas depósitos de lixo.

Na rua São Vicente de Paulo, centro, onde fica a sede da Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa), moradores, pedestres e motoristas sofrem: basta uma chuvinha para alagar a via. E quando para de chover, a rua vira um misto de águas pluviais e esgoto.

“Dá trabalho andar por aqui ou estacionar”, diz Haroldo Pinto, que reside em um apartamento vizinho à sede da Emasa. “A rua fica alagada e vira essa lama”, diz, apontando a “mistura” de água e esgoto. Uma funcionária da Escola Profissionalizante Zélia Lessa afirmou ao PIMENTA que a Emasa “desistiu” de tentar fazer a limpeza do local. “É chover e vira esse esgoto aí”.

A chuva não foi forte, durou menos que dez minutos, mas essa era imagem duas horas depois, em frente à sede administrativa da Emasa, na rua São Vicente de Paulo, centro. A empresa é a responsável pelas ações de saneamento na cidade. Que ironia!
Às 16h25min – A cena é constante na avenida Ilhéus quando chove. Nada muda, apesar das reclamações de lojistas e moradores da avenida localiada no centro da cidade e próximo à Emasa.
A foto clicada exatamente às 16h07 revela pedestre tendo que usar a pista de rolamento, na avenida Inácio Tosta Filho-praça José Bastos, em frente à FTC. O carro ficou "ilhado".
Cena irrita pedestres numa das regiões mais movimentadas da cidade.