Suspeito do assassinato de Samuel e Nawir é policial militar, segundo a SSP-BA
Tempo de leitura: < 1 minuto

Alvo de mandado de prisão temporária, o suspeito do assassinato dos pataxós Samuel Cristiano do Amor Divino, de 21 anos, e Nawir Brito de Jesus, 16, entregou-se à Polícia Civil, em Teixeira de Freitas, nesta segunda-feira (31), acompanhado por dois advogados. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), o homem é soldado da Polícia Militar e prestava serviço de segurança privada.

Os indígenas foram mortos a tiros, no último dia 17, quando trafegavam em uma motocicleta pela BR-101, em Itabela. Segundo testemunhas, dois homens, que também usavam uma moto, perseguiram e atiraram em Samuel e Nawir. A região é palco de conflito entre proprietários rurais e o povo Pataxó. Uma das linhas de investigação apura se o duplo homicídio tem relação com a disputa de terras.

O soldado foi transferido para Eunápolis, onde será ouvido pela Polícia Civil. Depois, ficará custodiado no Batalhão de Choque da PM, em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador.

Armas, celulares e outros aparelhos apreendidos em imóvel usado pelo suspeito || Foto SSP-BA
Tempo de leitura: < 1 minuto

Policiais civis e militares fazem buscas no extremo-sul da Bahia para localizar um dos suspeitos do assassinato dos jovens pataxós Samuel Cristiano do Amor Divino e Nawir Brito de Jesus, em Itabela, no último dia 17 (relembre).

“Estamos com equipes espalhadas pela região buscando o foragido que possui mandado de prisão temporária”, contou o titular da 23a Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), delegado Moisés Damasceno, neste sábado (28).

Samuel e Nawir foram mortos a tiros no último dia 17

Samuel e Nawir foram mortos a tiros quando seguiam em uma motocicleta pela BR-101. Segundo testemunhas, os autores dos disparos foram dois homens, que também estavam em uma moto e atiraram nas vítimas pelas costas.

Equipes da Força Integrada (FI) de Combate a Crimes Comuns envolvendo Povos e Comunidades Tradicionais, da Secretaria da Segurança Pública, revistaram um imóvel usado pelo suspeito, na zona rural de Porto Seguro. No local, apreenderam armas, celulares, rádios comunicadores e outros dispositivos eletrônicos. Segundo a SSP-BA, o homem foragido presta serviço de segurança privada na região.

O comandante do 8° Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Alexandre Costa de Souza, acrescentou que unidades territoriais e especializadas da PM atuam em conjunto nas buscas. “O patrulhamento segue reforçado na região por tempo indeterminado”, completou.

Jerônimo reúne secretários para alinhar resposta do Estado a conflito no extremo-sul baiano || Foto Lina Magali
Tempo de leitura: < 1 minuto

O governador Jerônimo Rodrigues (PT) se reuniu com secretários, nesta quarta-feira (18), para alinhar as providências do Governo da Bahia para intervir na situação de conflito no extremo-sul do estado, onde indígenas do povo Pataxó lutam pela retomada de territórios e sofrem represálias de grupos armados.

Ontem (17), dois atiradores mataram os jovens pataxós Nawir Brito de Jesus, de 17 anos, e Samuel Cristiano do Amor Divino, 25, na BR-101, entre os municípios de Itabela e Itamaraju. Na reunião de hoje, que contou com a presença do vice-governador Geraldo Júnior (MDB), o Governo reforçou a determinação de prioridade à investigação do duplo homicídio.

O governador Jerônimo Rodrigues (PT) usou as redes sociais para se manifestar sobre o caso. “Desde ontem, quando fui informado dos acontecimentos com indígenas no extremo sul baiano, determinei que a Secretaria de Segurança Pública, a Polícia Civil, a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial e a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos acompanhem e apurem este fato lastimável e inaceitável. Determinamos também imediato reforço do patrulhamento ostensivo na região, que já está em curso. Não iremos tolerar qualquer tipo de violência!”, escreveu.

O secretário de Segurança Pública da Bahia, Marcelo Werner, afirmou que as forças de segurança atuam conjuntamente no extremo-sul baiano. “O policiamento também foi reforçado através da Polícia Militar (PM), que já reforçou as equipes da força-tarefa naquela região a fim de evitar outros delitos dessa natureza”, acrescentou.

Jovens pataxós foram assassinados na BR-101, próximo a Itabela
Tempo de leitura: < 1 minuto

Os jovens pataxós Nawir Brito de Jesus, de 17 anos, e Samuel Cristiano do Amor Divino, 25, foram mortos a tiros, nesta terça-feira (17), quando seguiam em uma motocicleta pela BR-101, em Itabela, no extremo-sul da Bahia. Segundo testemunhas, os autores dos disparos foram dois homens, que também estavam em uma moto e atiraram nas vítimas pelas costas.

Nawir e Samuel se deslocavam do Povoado de Montinho para uma das fazendas retomadas pelo povo Pataxó na região e foram atacados na altura do km 787, por volta das 17h.

IDOSO É PRESO COM 6,7 MIL MUNIÇÕES E ESPOLETAS

Munições e espoletas apreendidas com idoso próximo aa local onde indígenas foram assassinados || Foto SSP-BA

Após os assassinatos dos indígenas, a Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP-BA) reforçou o policiamento ne região de Itabela e, na madrugada desta quarta-feira (18), a Polícia Militar prendeu um idoso com 5 mil espoletas e 1,7 mil munições dos calibres 36, 32, 28 e 22.

O suspeito estava em um carro e foi parado na altura do KM 744 da BR-101, próximo ao distrito de São João do Monte. O material apreendido estava no banco traseiro do veículo. Até o momento, não há provas que liguem a apreensão ao ataque aos dois indígenas.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Dois acampamentos do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) sofreram ataques de homens armados na Bahia, na madrugada de quarta-feira (4). Apesar da violência, ninguém ficou ferido.

Segundo a assessoria do movimento, as famílias denunciam que têm sofrido ameaças constantes de pistoleiros, em locais onde há conflitos agrários, com histórico grave de violência no campo. O primeiro caso aconteceu na cidade de Itaeté, na região da Chapada Diamantina.

Por lá, vários tiros foram disparados contra o Acampamento Antônio Maero. Testemunhas contaram que o crime aconteceu por volta das 2h, quando oito homens encapuzados e com armas de grosso calibre chegaram atirando contra os barracos que abrigam cerca de 300 famílias.

Muitas pessoas fugiram assustadas depois de acordarem com os tiros, e várias entraram nas matas ao redor do acampamento, para se proteger. A organização informou que um boletim de ocorrência foi registrado. O g1 entrou em contato com a Polícia Civil, que confirmou a informação e disse que apura o ocorrido.

ATAQUE NO EXTREMO-SUL DO ESTADO

O outro ataque aconteceu entre 2h e 4h, em Itabela, na região do extremo sul da Bahia, no Acampamento Anelicy Sena. Por lá, a situação foi semelhante: homens armados dispararam diversos tiros contra as 60 famílias acampadas.

Segundo o MST, o acampamento fica na propriedade da antiga fazenda Frutille, que estava abandonada há muitos anos, antes de ser ocupada pelas famílias.

Depois dos ataques, a Polícia Militar esteve no local e tirou as famílias da área, com uma liminar de despejo. As famílias foram alojadas em um outro assentamento próximo. Do G1.

Saque calamidade é liberado ´para trabalhadores de Itapitanga
Tempo de leitura: < 1 minuto

A partir deste sábado (12), Os trabalhadores de Itapitanga podem solicitar o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) por calamidade. A liberação, decorrente das fortes chuvas em vários municípios na Bahia, pode ser solicitada à Caixa Econômica Federal por meio do Aplicativo FGTS.

Os beneficiados são moradores das áreas afetadas em Itapitanga, conforme endereços identificados pela Defesa Civil Municipal. A solicitação de saque pode ser feito até 28 de março. O valor máximo para retirada é de R$ 6.220,00. Até o momento, 43 municípios da Bahia, Minas Gerais e Rio de Janeiro foram habilitados com o Saque FGTS por motivo de calamidade.

Na Bahia, foram contemplados moradores de Canavieiras, Coaraci, Eunápolis, Floresta Azul, Gandu, Ibicaraí, Ibicuí, Ilhéus, Itabela, Itabuna, Itajuípe, Itamaraju, Itapé, Itapetinga, Itapitanga, Itororó, Jaguaquara, Jequié, Jiquiriçá, Medeiros Neto, Mundo Novo, Prado, Porto Seguro, Teixeira de Freitas, Ubaitaba, Vitória da Conquista e Wenceslau Guimarães.

Cidades baianas registram prejuízos por causa das enchentes || Foto Isac Nóbrega
Tempo de leitura: 2 minutos

Os trabalhadores de Ibicuí podem sacar, a partir desta quarta-feira (2), o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) por calamidade. O município baiano está entre os que foram afetados por fortes enchentes registradas em dezembro passado.  O saque foi liberado, no último final de semana, também para trabalhadores atingidos pelas chuvas em Floresta Azul e Ubaitaba

Cada trabalhador atingido pelas enchentes poderá retirar até R$ 6.220. Somente poderão sacar o FGTS os moradores de endereços informados pela Defesa Civil dos municípios à Caixa Econômica Federal.

A retirada poderá ser pedida por meio do aplicativo FGTS até 28 de março. Basta o trabalhador abrir o aplicativo e escolher a opção Meus Saques, sem a necessidade de comparecer a uma agência. Os documentos – foto de documento de identidade e comprovante de residência em nome do trabalhador até 120 dias antes do desastre – poderão ser enviados pelo próprio aplicativo.

Ao pedir o saque, o trabalhador poderá indicar o crédito em uma conta da Caixa ou de qualquer outro banco para receber os valores, sem nenhum custo. O prazo para retorno da análise e crédito em conta, caso aprovado o saque, é de cinco dias úteis.

MAIS BENEFICIADOS

No último sábado (29), começaram a retirar o FGTS os moradores de Floresta Azul, Ubaitaba e Vitória da Conquista. Os moradores dos municípios baianos poderão fazer o saque até 28 de março. Para os moradores de Mário Campos, o prazo vai até 14 de abril.

Até o momento, a Caixa autorizou o saque antecipado do FGTS para 21 municípios da Bahia e oito de Minas Gerais afetados pelas chuvas. Na Bahia, a liberação beneficia  moradores de Canavieiras, Coaraci, Eunápolis, Floresta Azul, Gandu, Ibicaraí, Ibicuí, Ilhéus, Itabela, Itabuna, Itajuípe, Itapé, Itororó, Jequié, Jiquiriçá, Medeiros Neto, Mundo Novo, Prado, Teixeira de Freitas, Ubaitaba e Vitória da Conquista.

Itabela foi uma das cidades baianas devastadas por enchentes de dezembro
Tempo de leitura: < 1 minuto

Os trabalhadores residentes em Itabela podem solicitar, a partir deste sábado (15), o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) por calamidade. A liberação, decorrente das fortes chuvas na cidade, pode ser solicitada à Caixa Econômica Federal por meio do Aplicativo FGTS.

Os moradores das áreas afetadas, conforme endereços identificados pela Defesa Civil Municipal, podem solicitar o saque até 15 de março de 2022. É necessário possuir saldo positivo na conta do FGTS e não ter realizado saque pelo mesmo motivo em período inferior a 12 meses. O valor máximo para retirada é de R$ 6.220,00.

A solicitação é realizada de forma fácil e rápida pelo aplicativo FGTS, opção Meus Saques, no celular, sem a necessidade de comparecer a uma agência. Ao registrar a solicitação é possível indicar uma conta da CAIXA, inclusive a Poupança Digital CAIXA Tem, ou de outra instituição financeira para receber os valores, sem nenhum custo.

Jucuruçu segue alagada
Tempo de leitura: < 1 minuto

Subiu para 25 o número de municípios em situação de emergência na Bahia. Neste sábado (11), foram publicados, no Diário Oficial do Estado, novos decretos de homologação de situação de emergência em Eunápolis, Encruzilhada e Ibicuí. Os decretos assinados pelo governador Rui Costa têm validade de 180 dias.

Com isso, subiu para 25 municípios baianos em situação de emergência. Segundo os decretos, todos os órgãos estaduais devem se mobilizar, no âmbito de suas competências, para apoiar as ações de socorro às cidades.

A decisão vale para as anteriormente citadas e para Alcobaça, Belmonte, Caravelas, Guaratinga, Ibirapuã, Ilhéus, Itabela, Itagimirim, Itamaraju, Itanhém, Itapebi, Jucuruçu, Lajedão, Macarani, Medeiros Neto, Mucuri, Nova Viçosa, Porto Seguro, Prado, Santa Cruz Cabrália, Teixeira de Freitas e Vereda.

Teto de estacionamento de supermercado desaba em Eunápolis
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um temporal causou muitos prejuízos em Eunápolis, no extremo sul da Bahia, na noite deste sábado (27). A chuva forte chegou acompanhada de um vendaval, que destruiu o teto do estacionamento do supermercado Mineirão, no Bairro Pequi. Em outros pontos da cidade, árvores caíram, interrompendo o tráfego de veículos.

A chuva forte causou alagamentos e deixou motoristas ilhados em vários bairros a cidade. Os bares estavam lotados de torcedores que assistiram à decisão da Taça Libertadores, conquistada pelo Palmeiras, neste sábado, no Uruguai. O temporal começou por volta das 18h.

O vendaval levou cadeiras e mesas plásticas de bares. O vento forte também derrubou telhados de casas. Não há informações sobre desabrigados e feridos. A cidade ficou sem energia elétrica. O temporal causou alagamentos e prejuízos também em Itabela, outra cidade do extremo-sul da Bahia.

Clique aqui para seguir o Pimenta no Instagram

 

Quatro das vítimas da chacina de Itabela
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Civil prendeu, nesta sexta-feira (19), em Itabela, no extremo-sul da Bahia, três suspeitos de participação numa chacina que deixou cinco pessoas mortas e outras duas feridas. O ataque criminoso ocorreu no dia 30 de outubro, às margens da BR-101, próximo ao distrito de Montinho.

O ataque ocorreu no momento em que 12 pessoas estavam num barraco. De acordo com testemunhas, os bandidos já chegaram ao local atirando. Os criminosos não pouparam nem mesmo as crianças. Duas delas foram baleadas e uma menina de 11 anos não resistiu aos ferimentos.

As vítimas foram Aliete Souza das Mercês, de 46 anos, o marido dela, Gean Vieira da Silva, 42, e Edson da Silva Pereira, 42 anos, Simoni Souza das Mercês, 30 anos, e Raléria das Mercês Silva, de 11 anos. A criança era sobrinha de Simoni.

Os nomes dos presos não foram divulgados pela polícia, que informou que procura outros dois suspeitos de participação da chacina. As prisões foram determinadas pela justiça. Ainda foi divulgada a motivação para os homicídios.

Estações da Ceplac no sul da Bahia vão ganhar tecnologia
Tempo de leitura: < 1 minuto

Onze estações experimentais da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) serão contempladas com pontos de conexão via satélite no Hub Cacau das Comunidades Conectadas. Os pontos de conexão de internet vão funcionar nos estados da Bahia, Amazonas, Espírito Santo, Mato Grosso, Pará e Rondônia.

A conexão chegará pela primeira vez nas estações experimentais de pesquisa de cacau nos municípios baianos de Una, Itabela, Itajuípe, além de Manaus (AM); Linhares (ES); Alta Floresta (MT); Medicilândia (PA) e Tucumã (PA). Elas se somam às estações de Ilhéus; Ouro Preto do Oeste (RO) e Marituba (PA), que já registravam algum tipo de conexão à internet.

Os pontos integram as ações de conectividade no campo, anunciadas em maio pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em parceria com o Ministério das Comunicações. Em oito estações, a conexão inaugurada pelo Mapa é inédita e trará repercussão na expansão da política cacaueira, destaca o diretor da Ceplac, Waldeck de Araújo Júnior.

“A conexão é essencial para as atividades de pesquisa, de capacitação dos técnicos e produtores e mesmo para a segurança das estações e do pessoal que trabalha porque na maioria dessas estações nem pega sinal de celular”, comenta.

DIFUSÃO DO CONHECIMENTO

Além de gerar maior produtividade e renda no campo, a conectividade em áreas estritamente rurais permitirá difusão do conhecimento a partir da prestação de assistência técnica e capacitação online.

A chamada Ater 5.0 é uma alternativa complementar à assistência técnica e extensão rural convencional, a qual permite que os agricultores recebam orientações técnicas rotineiras e emergenciais de forma online. Essa modalidade educacional registra significativo crescimento no país e caracteriza-se como oportunidade, também, de manter o jovem no campo ao proporcionar ensino de qualidade.

Quase toda a carga de peixe foi saqueada no extremo-sul
Tempo de leitura: < 1 minuto

Motoristas e moradores da região próxima de uma curva onde um caminhão caiu, numa ribanceira, na BR-101, entre Itabela e Eunápolis, no extremo-sul da Bahia, saquearam a carga de peixe congelado. O acidente ocorreu nesta quarta-feira (3). O veículo seguia para o estado do Espírito Santo, quando o motorista perdeu o controle da direção na curva mal sinalizada.

Dezenas de pessoas foram até o local do acidente

A carga caiu de uma altura de mais de 50  metros e logo dezenas de pessoas desceram a ladeira para carregar as caixas. Houve até quem fizesse convocação por aplicativo para que as pessoas fossem até o local para “retirar peixe de graça”. O motorista teve ferimentos leves.

Esse homem seria uma das vítimas da chacina
Tempo de leitura: < 1 minuto

A polícia ainda tenta identificar os autores de uma chacina que deixou, pelo menos, quatro mortos e três pessoas baleadas num barraco, às margens da BR-101, perto do distrito de Montinho, em Itabela, no extremo-sul da Bahia, neste sábado (30). Os feridos estão internados num hospital em Itamaraju. Uma das vítimas é uma criança de nove anos.

Dois mortos foram identificados como Simone Souza e Gean Vieira da Silva, mais conhecido como Geo. Outros três ainda não tiveram os nomes divulgados. Ferida, uma sobrevivente do ataque foi até à beira da pista pedir socorro e motoristas que passavam pelo local acionaram à Polícia Militar.

A sobrevivente contou ainda que o barraco onde estavam foi invadido por homens armados, mas não soube informar quantos eram os criminosos. Também não forneceu detalhes quem era o principal alvo dos criminosos. Os corpos das vítimas foram levados para o Departamento de Polícia Técnica de Eunápolis.

1Itabela enfrenta surto de malária
Tempo de leitura: < 1 minuto

Subiu para 51 o número de casos confirmados de malária no extremo-sul da Bahia. São 49 infectados no município de Itabela e outros dois em Porto Seguro. Duas pessoas chegaram a ser internadas, mas apresentaram melhoras e receberam alta médica. Os demais infectados tiveram os sintomas leves da doença.

Os primeiros casos de malária no extremo sul foram registrados no Assentamento Margarida Alves, em Itabela. A suspeita é que o vírus tenha sido transmitido por um homem, de Manaus, no Amazonas. Ele testou positivo dias depois de visitar parentes na zona rural do município, segundo a Vigilância Epidemiológica de Itabela.

Técnicos do Ministério da Saúde e da Secretaria de Saúde da Bahia estão nos municípios fazendo levantamento sobre o vetor. Eles estão realizando treinamento para o manejo clínico dos pacientes, além de reconhecimento geográfico e delimitação da área de risco, tem realizado busca ativa de casos suspeitos e tratamento supervisionado.

A malária é causada pela picada de fêmeas do mosquito Anopheles, infectado pelo protozoário Plasmodium. Os sintomas da doença são febre alta, calafrios, tremores, sudorese e dor de cabeça, conforme o Ministério da Saúde. Há casos de infectados que sentem náuseas, vômitos, cansaço e falta de apetite.