UFSB ofertará mais de 1.400 vagas em cursos de graduação
Tempo de leitura: 2 minutos

Quem pretende ingressar na Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufsb), no primeiro semestre de 2023, já pode consultar a lista de cursos que a instituição de ensino disponibilizará via Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Serão exatas 1.425 vagas distribuídas entre 48 cursos, nos campi de Itabuna, Porto Seguro e Teixeira de Freitas. As vagas serão divididas entre ampla concorrência e cotas, que levam em consideração as políticas de ações afirmativas adotadas pela universidade.

Para o Campus Jorge Amado, em Itabuna, as vagas serão nos cursos de Bacharelado Interdisciplinar em Ciências-noturno (50), Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades-noturno (70), Bacharelado Interdisciplinar em Ciências-vespertino (50), Engenharia Agrícola e Ambiental-Integral (30), Engenharia Florestal-Integral (27), Engenharia Ambiental e da Sustentabilidade-noturno (27), Engenharia de Transportes e Logística-noturno (27), Engenharia Sanitária e Ambiental-Integral (27) e Licenciatura Interdisciplinar em Artes e suas Tecnologias-noturno (16).

A universidade ofertará ainda no campus de Itabuna vagas nos cursos de Licenciatura Interdisciplinar em Ciências Da Natureza e suas Tecnologias-noturno (16), Licenciatura Interdisciplinar em Ciências Humanas E Sociais e suas Tecnologias-noturno (16), Licenciatura Interdisciplinar em Linguagens e suas Tecnologias-noturno (16), Licenciatura Interdisciplinar em Matemática e Computação e suas Tecnologias-noturno (16), Mídia E Tecnologia-Integral (30), Políticas Públicas-noturno (27) e Produção Cultural-noturno (30).

TEIXEIRA DE FREITAS

No Campus Paulo Freire, em Teixeira de Freitas, as oportunidades de ingresso serão nos cursos de Bacharelado Interdisciplinar em Ciências-vespertino (70), Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades-noturno (70), Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades-vespertino (50), Biomedicina-Integral (15), Engenharia Civil-Integral (30), Gestão Ambiental-Integral (20), Licenciatura Interdisciplinar em Artes e suas Tecnologias-noturno (15).

Serão ofertadas também vagas nos cursos de Licenciatura Interdisciplinar em Ciências da Natureza e suas Tecnologias-noturno (20), Licenciatura Interdisciplinar em Ciências Humanas e Sociais e suas Tecnologias-noturno (20), Licenciatura Interdisciplinar em Linguagens e suas Tecnologias-noturno (20), Medicina-Integral (10) e Mídias Digitais-noturno (20).

PORTO SEGURO

No campus Sosígenes Costa, em Porto Seguro, as vagas serão para os cursos de Antropologia-Integral (30), Artes do Corpo em Cena-noturno (10), Bacharelado Interdisciplinar em Artes-noturno (40), Bacharelado Interdisciplinar em Artes-vespertino (40), Bacharelado Interdisciplinar em Ciências-noturno (40), Bacharelado Interdisciplinar em Ciências-vespertino (40), Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades-noturno (60), Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades -vespertino (40) e Ciências Biológicas-Integral.

Ainda no campus de Porto Seguro serão ofertadas vagas em Engenharia Sanitária e Ambiental-Integral (30), Gestão Pública e Social-noturno (30), História-noturno (20), Jornalismo-noturno (30), Licenciatura Interdisciplinar em Artes e suas Tecnologias-noturno (21), Licenciatura Interdisciplinar em Ciências da Natureza e suas Tecnologias-noturno (21), Licenciatura Interdisciplinar em Ciências Humanas e Sociais e suas Tecnologias-noturno (21), Licenciatura Interdisciplinar em Linguagens e suas Tecnologias-noturno (21), Licenciatura Interdisciplinar em Matemática e Computação e suas Tecnologias-noturno (21), Som, Imagem E Movimento-noturno (20) e Oceanologia-Integral (30).

Há vagas para o campus de Porto Seguro
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) confirmou, nesta terça-feira (8), que vai disponibilizar 1.313 vagas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). As vagas são para 42 cursos em 16 campi nas cidades de Barreiras, Camaçari, Eunápolis, Feira de Santana, Irecê, Jacobina, Jequié, Lauro de Freitas, Paulo Afonso, Porto Seguro, Salvador, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, Simões Filho, Valença e Vitória da Conquista.

As inscrições poderão ser feitas entre os dias 15 e 18 deste mês no site do Sisu. Para se inscrever, é necessário ter participado, em 2021, do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e obtido nota maior que zero na redação. O resultado da chamada regular será divulgado no dia 22 deste mês.

Os 42 cursos do IFBA que terão vagas ofertadas no Sisu 2022.1 estão divididos entre: Licenciaturas – voltados à formação de professores para atuação na educação básica e profissionalizante; Tecnólogos ou Graduações Tecnológicas – focados em abordagens mais práticas, tendo duração média de três anos; e Bacharelados – que conferem competências em determinado campo do saber, permitindo a atuação em diversas frentes dentro de uma mesma área do conhecimento.

Campus do IF Baiano de Uruçuca oferece 110 vagas
Tempo de leitura: 2 minutos

O Instituto Federal Baiano (IF Baiano) tem 860 vagas em cursos de graduação para ingresso em 2022, sendo ofertadas via Sistema de Seleção Unificada (SiSU). Os interessados podem se inscrever pela internet, no período de 15 a 18 deste mês. Para o sul da Bahia, são 110 vagas no campus de Uruçuca.

Pode participar do SiSU quem fez as provas da edição 2021 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e que, cumulativamente, tenha obtido nota acima de zero na prova de redação. As notas do Enem serão divulgadas no dia 11 deste mês, conforme o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Candidatos aos cursos de graduação via SiSU podem optar por concorrer pelo sistema de reserva de vagas. O IF Baiano destina 76,67% das vagas para pretos, pardos e indígenas, o que equivale a 430 vagas, e 8,65 % para pessoas com deficiência, 42 vagas.

O resultado da Chamada Regular, com a lista de candidatos aprovados, está prevista para 22 de fevereiro de 2022, e será disponibilizado no site do SiSU e do IF Baiano.

Para estudar no IF Baiano, há vagas para 22 cursos, oferecidos em 10 campi da instituição nas cidades de Bom Jesus da Lapa, Catu, Guanambi, Itapetinga, Santa Inês, Senhor do Bonfim, Serrinha, Teixeira de Freitas, Uruçuca e Valença. O IF oferece cursos de graduação nas modalidades de licenciatura, bacharelado e tecnólogo em diferentes áreas do conhecimento. Acesse em leia mais e confira os cursos e a quantidade de vagas disponíveis pelo SiSU 2022.

Leia Mais

Inscrições no Sisu começam nesta terça-feira (3).
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Ministério da Educação abre, nesta terça-feira (3), as inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) referente ao segundo semestre de 2021. Os interessados terão até a próxima sexta-feira (6) para a inscrição no portal do Sisu.

Para participar da seleção, os interessados devem ter obtido nota maior que zero na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não ter participado do exame na condição de treineiro. Os candidatos serão selecionados de acordo com a nota do Enem, dentro do número de vagas em cada curso, por modalidade e concorrência.

Na página do sistema é possível consultar as vagas disponíveis, pesquisando por cidades, cursos e instituições. No momento da inscrição, o candidato poderá escolher até duas opções de curso. Será possível alterar as opções durante o período das inscrições, que devem ser efetuadas pela internet, pelo site sisu.mec.gov.br.

O resultado do Enem será divulgado no dia 10 deste mês. A matrícula dos aprovados poderá ser feita de 11 a 16. O candidato deve manifestar para a lista de espera no período de 10 a 16. O resultado da lista de espera sai no dia 18 deste mês e convocação ocorre um dia depois.

Sisu oferta mais 4,3 vagas em cursos de graduação na Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Ministério da Educação disponibilizou, nesta segunda-feira (26), a consulta de vagas que serão ofertadas no segundo processo seletivo de 2021 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O total da oferta é de 62.365 vagas, em 70 instituições públicas de educação superior. Há oferta de vagas para 1.932 cursos de graduação.

Na Bahia, são ofertadas 4.335 vagas em cursos de graduação em instituições como Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Instituto Federal Educação Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Baiano (IF Baiano), Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) e Universidade do Estado da Bahia (Uneb).

As vagas são nos campi Amargosa, Bom Jesus da Lapa, Cachoeira, Camaçari, Cruz das Almas, Feira de Santana, Irecê, Itapetinga, Jacobina, Jequié, Lauro de Freitas, Paulo Afonso, Porto Seguro, Salvador, Santo Antônio de Jesus, São Francisco do Conde, Seabra, Simões Filho e Vitória da Conquista.

A consulta das vagas ficará disponível na página eletrônica do Sisu até o final do processo seletivo. Na consulta é possível visualizar as vagas ofertadas por modalidade de concorrência, cursos e turnos, instituições e localização dos cursos. Também será possível acessar o documento de adesão de cada uma das 70 instituições que aderiram ao Sisu do segundo semestre de 2021.

Todas as instituições públicas de educação superior puderam aderir ao Sisu. No ato da adesão, elas indicaram as condições específicas de concorrência às vagas por elas ofertadas no âmbito da seleção unificada. Os dados da oferta desta edição do Sisu só não poderão mais ser alterados por parte das instituições a partir do início das inscrições.

O período de inscrições dos candidatos será de 3 a 6 de agosto e será divulgado em chamada única, no dia 10 de agosto.

Inscrições para o Sisu começam na terça-feira
Tempo de leitura: < 1 minuto

As inscrições no processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para o primeiro semestre de 2021 começam na próxima terça-feira (6). O Sisu oferta vagas para as instituições públicas de educação superior. O resultado será divulgado no dia 13 de abril.

Para participar do processo seletivo é exigido que o candidato tenha feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), edição de 2020. Ele precisa ter obtido nota superior a zero na prova de redação, e não tenha participado do Enem na condição de treineiro.

Para se inscrever, o candidato deve utilizar o mesmo login cadastrado no portal de serviços do governo federal (acesso.gov.br), da mesma forma que fez para acessar o resultado do Enem 2020.

Por isso, o candidato deve se preparar com antecedência para não ter problemas no ato da inscrição do Sisu, quando é exigida a senha do cadastro no portal de serviços do governo federal. Quem precisar recuperar esses dados já deve providenciá-los.

As mais de 209 mil vagas ofertadas, a maioria delas em universidades e institutos federais, estão disponíveis para consulta, desde o dia 5 de março, na página do Sisu, na aba “vagas”.

Sisu oferece 209 mil vagas em curso de graduação.
Tempo de leitura: 2 minutos

O Ministério da Educação disponibilizou, nesta sexta-feira (5), a consulta de vagas ofertadas no primeiro processo seletivo de 2021 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). As vagas disponíveis para consulta somam 209.190 mil, distribuídas em 5.685 mil cursos de graduação de 110 instituições públicas de educação superior.

A consulta das vagas ficará disponível na página eletrônica do Sisu até o final do processo seletivo. Na consulta é possível visualizar as vagas ofertadas por modalidade de concorrência, cursos e turnos, instituições e localização dos cursos. Também será possível acessar a íntegra do documento de adesão de cada uma das 110 instituições que aderiram ao Sisu.

Todas as instituições públicas de educação superior puderam aderir ao Sisu, edição do primeiro semestre de 2021, até o dia 23 de fevereiro, quando tiveram que indicar as condições específicas de concorrência às vagas por elas ofertadas no âmbito da seleção unificada.

Os dados disponíveis para consulta são preliminares, pois ainda podem ser alterados pelas instituições que aderiram a essa edição do Sisu. Os dados não poderão mais ser alterados na data de abertura das inscrições. O período de inscrições dos candidatos será de 6 a 9 de abril. O resultado do Sisu está previsto para ser divulgado no dia 13 de abril.

COMO PARTICIPAR

As inscrições ao Sisu serão realizadas, exclusivamente, na página sisu.mec.gov.br. O cronograma e as regras dessa edição do Sisu foram oficializadas por meio do Edital nº 10, publicado no dia 11 de fevereiro, no Diário Oficial da União.

Para participar do Sisu será exigido do candidato que ele tenha feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), edição de 2020, obtido nota superior a zero na prova de redação, e não tenha participado do Enem na condição de treineiro.

O Sisu é o sistema informatizado do MEC no qual as instituições públicas de educação superior, sejam elas federais, estaduais ou municipais, oferecem vagas a serem disputadas por candidatos inscritos em cada edição da seleção.

Os candidatos são selecionados para as opções de cursos indicadas no ato de inscrição, de acordo com a melhor classificação de nota obtida na edição mais recente do Enem, que será a de 2020.

Inscrições para o Sisu começam na terça-feira
Tempo de leitura: 2 minutos

As instituições públicas de educação superior ganharam mais tempo para aderir ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e ofertar vagas no primeiro processo seletivo de 2021. O prazo foi ampliado para que a adesão possa ser realizada até o dia 23 de fevereiro. Anteriormente, esse prazo terminaria na sexta-feira (12). Ele teve início no dia 8 de fevereiro.

A edital de adesão ao Sisu, que será publicada no Diário Oficial da União, no próximo dia útil, apenas unificará os cronogramas, antes estanques, dos dois procedimentos previstos, que são a adesão e a retificação, se for o caso, das informações constantes nos documentos de adesão. O prazo final desse último procedimento não foi alterado. Ele terminará também no dia 23 de fevereiro.

É de exclusiva responsabilidade da instituição participante do Sisu descrever, no documento de adesão, as condições específicas de concorrência às vagas por ela ofertadas no âmbito do Sisu. A assinatura do termo de adesão de cada instituição ocorrerá, exclusivamente, por meio do sistema de gestão do Sisu, no endereço eletrônico http://sisugestao.mec.gov.br, até o prazo limite definido em edital.

Leia Mais

Sisu oferta mais 4,3 vagas em cursos de graduação na Bahia
Tempo de leitura: 2 minutos

As inscrições para o processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), em seu primeiro semestre, ocorrerão de 6 a 9 de abril. O resultado será divulgado em 13 de abril, segundo informações do Ministério da Educação (MEC). As inscrições serão feitas pela página do Sisu na internet.

Os selecionados terão de 14 a 19 de abril para efetuar a matrícula ou o registro acadêmico na instituição de ensino para a qual o candidato tenha sido selecionado. Quem não for selecionado na chamada única do Sisu poderá disputar uma das vagas ofertadas por meio da lista de espera. O prazo para manifestar interesse em participar da lista de espera será de 13 a 19 de abril.

Para participar do Sisu, o estudante deverá ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), edição de 2020, obtido nota superior a zero na prova de redação, e não pode ter participado do Enem na condição de treineiro.

O Sisu é o programa do MEC para acesso de brasileiros a cursos de graduação em universidades públicas do país. As vagas são abertas semestralmente, por meio de um sistema informatizado, e para participar é preciso ter garantido um bom desempenho nas provas do Enem e não ter zerado a redação.

Além do Sisu, as notas do Enem podem ser usadas para acessar o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas de estudo em instituições privadas, e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que facilita o acesso ao crédito para financiamento de cursos de ensino superior.

Edital foi publicado nesta sexta-feira (22).
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Ministério da Educação (MEC) publicou, nesta sexta-feira (22), no Diário Oficial da União, o Edital nº 3, que define o cronograma e procedimentos para a adesão das instituições públicas de educação superior ao primeiro processo seletivo de 2021 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O prazo de adesão é de 8 a 12 de fevereiro.

O edital destaca ainda que para a seleção dos candidatos às vagas disponibilizadas por meio do processo seletivo do Sisu para o 1º semestre de 2021, serão exigidos, exclusivamente, os resultados obtidos pelos estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), referente à edição de 2020

Após a divulgação do resultado do Enem 2020, o MEC publicará o edital com o prazo de inscrição e demais procedimentos para o primeiro processo seletivo do Sisu deste ano. Acesse aqui o Diário Oficial da União.

O edital de adesão ao Sisu prevê ainda que seja disponibilizado pelas instituições o acesso virtual para que os estudantes selecionados pelo Sisu possam encaminhar a documentação exigida e efetuar suas matrículas de forma remota, caso não possam realizar os procedimentos necessários de forma presencial.

Sisu oferta mais 4,3 vagas em cursos de graduação na Bahia
Tempo de leitura: 2 minutos

Estudantes que participaram da edição de 2019 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem se inscrever, até esta sexta-feira (10), para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do meio do ano. Serão oferecidas mais de 51 mil vagas em instituições de ensino superior do país.

Pela primeira vez, além dos cursos de graduação presenciais, o Sisu 2020.2 vai ofertar vagas na modalidade a distância (EaD). Além de ter feito o Enem de 2019, os interessados não podem ter zerado a redação. Estudantes que fizeram o exame na condição de treineiros também não podem participar.

INSCRIÇÃO

Por meio do site do Ministério da Educação (MEC), na tela “Minha inscrição”, o candidato poderá escolher até duas opções de cursos, por prioridade, na mesma instituição ou em universidades diferentes. Para fazer a primeira escolha, basta clicar em “Fazer inscrição na 1ª opção”. A pesquisa de vagas pode ser feita por nome do município, instituição ou curso. Após selecionar a opção, basta clicar em “Escolher este curso” para continuar.

Nesta fase, o candidato deverá indicar se irá participar do Sisu pelas vagas de ampla concorrência, pela Lei de Cotas (Lei nº 12.711/2012) ou pelas políticas afirmativas das instituições. No caso das universidades e dos institutos federais, os alunos de escola pública que se candidatarem às vagas reservadas serão divididos em grupo e subgrupo, conforme renda familiar e raça. Clique em “Escolher esta modalidade” para continuar.

CRITÉRIOS

De acordo com o edital do Sisu, a ordem dos critérios para a classificação de candidatos é a seguinte: maior nota na redação, maior nota na prova de linguagens, códigos e suas tecnologias; maior nota na prova de matemática e suas tecnologias; maior nota na prova de ciências da natureza e suas tecnologias e maior nota na prova de ciências humanas e suas tecnologias.

Segundo cronograma divulgado pelo MEC, o resultado da primeira chamada do Sisu será divulgado no dia 14 de julho. O candidato que não foi selecionado em uma das duas opções, em primeira chamada, deverá manifestar seu interesse em participar da lista de espera, por meio da página do Sisu na internet, entre os dias 14 e 21 de julho. A partir daí, basta acompanhar as convocações feitas pelas instituições para preenchimento das vagas em lista de espera, observando prazos, procedimentos e documentos exigidos para matrícula ou para registro acadêmico, estabelecidos em edital próprio da instituição, inclusive horários e locais de atendimento por ela definidos.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Ministério da Educação (MEC) alterou as datas das inscrições nos principais programas de acesso às universidades para atender solicitação das instituições de ensino superior públicas e privadas. O edital que muda o prazo de inscrição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre, de 16 a 19 de junho para 7 a 10 de julho, deve ser publicado na quarta-feira (17).

O Programa Universidade Para Todos (Prouni), que teria as inscrições abertas de 23 a 26 de junho, passou para o dia 14 de julho. E o Financiamento Estudantil (Fies) que teria inscrições efetuadas de 30 de junho a 3 de julho passou para 21 a 24 de julho.

O secretário de Ensino Superior do MEC, o Wagner Vilas Boas Souza, informou que a mudança ocorre devido à suspensão de algumas atividades acadêmicas e administrativas nas universidades ocorridas em consequência da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

A partir do segundo semestre de 2020 será possível fazer, pela primeira vez, a inscrição para cursos de Educação a Distância (EAD) no Sisu.

Tempo de leitura: < 1 minuto
Uesc está entre as instituições que aderiram ao Sisu || Foto Divulgação

O Ministério da Educação deve publicar ainda nesta segunda-feira (10) alista de espera do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) deste primeiro semestre de 2020. A lista é válida para instituições de ensino públicas técnicas e de nível superior que aderiram ao Sisu.

Candidatos alegaram erros na lista de espera do Sisu desde o final de janeiro. Por último, na sexta (7), universidades adiaram divulgação de aprovados na lista de espera devido a falhas no sistema do MEC.

No sul da Bahia, a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) está entre as instituições de ensino que adotam o Sisu como método de seleção para os mais de 30 cursos de graduação.

Tempo de leitura: < 1 minuto
Uesc abriu mais de 1.700 vagas pelo Sisu 2020 || Foto Divulgação

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) informou, na manhã desta quarta-feira (29), a partir das 8h, no campus Soane Nazaré de Andrade, o cronograma com os prazos e procedimentos de matrícula dos aprovados para ingresso na instituição por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O ingresso nos cursos de graduação da Uesc se dá apenas por meio do sistema, o que obriga o estudante a fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano anterior.

O atraso no período de solicitação de matrícula e entrega de documentos para calouros ocorreu por causa dos problemas na divulgação das notas do Enem de 2019. O prazo de solicitação de matrícula vai até o dia 4 de fevereiro, nos colegiados dos cursos, das 08h às 12h e das 13h às 16h.

Tempo de leitura: 2 minutos
Inscrições se encerram à meia noite

Os candidatos têm até as 23h59 deste domingo (26) para se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Neste semestre são ofertadas 237.128 vagas em 128 instituições de ensino superior públicas de todo o país. O procedimento é gratuito e deve ser feito na página do programa na internet.

O Sisu é a principal forma de acessar o ensino superior público com a nota do Ensino Nacional do Ensino Médio (Enem). Para participar da seleção, é necessário não ter zerado a redação na edição de 2019 do exame.

Ao se inscrever, o candidato deve escolher até duas opções de cursos ofertados pelas instituições participantes. O sistema seleciona os mais bem classificados em cada curso, de acordo com as notas no Enem e eventuais ponderações, como pesos atribuídos às notas ou bônus. Caso o desempenho do candidato permita o ingresso nos dois cursos, prevalecerá a primeira opção, com apenas uma chamada para matrícula.

O candidato selecionado em sua 1ª ou 2ª opção só terá esta oportunidade de fazer sua matrícula. Por isso é preciso ficar atento aos prazos. Se o candidato for selecionado em 1ª ou 2ª opção, independentemente de efetuar sua matrícula, não poderá manifestar interesse em participar da lista de espera.

LISTA DE ESPERA

Apenas candidatos que não foram selecionados em nenhuma das duas opções selecionadas no momento da inscrição podem participar da lista de espera. Para se inscrever nesta segunda chance, o candidato deve acessar o seu boletim Sisu e manifestar o interesse no prazo especificado no cronograma. É importante que o candidato acompanhe, junto à instituição da vaga escolhida, a lista de espera e as convocações para matrícula.