Tempo de leitura: < 1 minuto

O Itabuna não conseguiu aproveitar as expulsões de dois jogadores do Flu e terminou empatando a partida encerrada há pouco no estádio Luiz Viana Filho. O Dragão do Sul chega a 7 pontos, deixou a lanterna provisoriamente e fica de olho no Juazeiro, que joga amanhã contra o Vitória da Conquista no estádio Adauto Moraes, às 20h30min, e tem igual número de pontos.
O Itabuna começou atrás. O Flu abriu o placar aos 16min, com Brasão. O empate veio aos 29min do segundo tempo. Felipe aproveitou rebote do goleiro Rodolfo e estufou a rede adversária.
O time feirense teve duas expulsões logo após o gol do Azulino, mas a equipe itabunense não conseguiu se impor e ainda teve expulso o jogador Cláudio. O Flu ainda teve expulso também o técnico Ferreira, que tentou dar um murro no repórter Wagner Mendes, da rádio Jornal.
Depois da confusão, a bola voltou a rolar. E o adversário parecia que ia jogar água no chopp do Itabuna ao desempatar aos 48min do segundo tempo. Gol de Jó. Para desafogo do Azulino, o empate veio em chute forte do experiente Guga, aos 49min.
O time volta a jogar no próximo domingo, às 16h, contra o Juazeiro, na casa do adversário. A equipe precisa ganhar para tentar sair da zona de rebaixamento. O ataque contará com o reforço de Wagner que cumpriu suspensão hoje.

0 resposta

  1. o Itabuna tem que tomar vergonha na cara, um time que não consegue vençer seus adversarios dentro de casa fica dificil a situação, o Itabuna tem que fazer o seguinte Jogar sempre fora de casa, porque pareçe que o Itabunão´é a casa do adversario.

  2. Cada vez fica mais claro para quem consegue enxergar que o time fica solto em campo, cria mais oportunidades de gols se jogar com dois meias. Deixou para fazer isso depois que tomou gol do Fluminense. Falta diálogo entre comissão técnica e o treinador. A imprensa poderia contribuir nesse sentido.
    No jogo de hoje volta o esquema covarde de Ferreira com três volantes. Se qual for o esquema tático, os laterais serão sempre laterais. Alguém precisa dizer a Danielzinho que com quatro jogadores no meio do campo, sendo dois volantes e dois meias, o time fica mais compacto e mais criativo.
    Com o time retranqueiro e covarde que entra em campo hoje, fico preocupado com o resultado da partida mesmo sendo contra o fraquíssimo Juazeiro. Guga no banco e Neto no banco é brincadeira. Mostra que não quer atacar o adversário.
    Realmente estou muito preocupado. O resquício do péssimo técnico Ferreiro ficou em Danielzinho.
    Agora é torcer e ter fé em Deus.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.